Por Igor Nishikiori, para o TechTudo

Goat Simulador e mais: simuladores mais bizarros e diferentes para PC Goat Simulador e mais: simuladores mais bizarros e diferentes para PC

Graças aos jogos simuladores é possível entrar na pele de um piloto de F-1, administrar um parque de diversões ou até mesmo fazer entregas como um caminhoneiro. Mas já pensou em encarnar um faxineiro espacial? Ou viver como um pão de forma? Ou como uma cabra? Pois, acredite, isso também é possível.

Usando as ferramentas necessárias e uma criatividade sem limites, nunca foi tão fácil para os desenvolvedores de games compartilhar com o mundo suas criações mais absurdas. Algumas delas até podem divertir, como o My Summer Car ou o PC Building Simulator, mas outras são apenas piadas que foram longe demais. Confira abaixo nossa lista dos simuladores mais bizarros para PC.

PC Building Simulator

Ainda não sabe como montar seu próprio computador? Você pode aprender aqui no Techtudo ou então você pode se arriscar no PC Building Simulator. Neste game, o jogador é um técnico que trabalha em uma loja de informática e leva a vida fazendo a manutenção e montando computadores para seus clientes.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Neste simulador é possível aprender algumas noções básicas do negócio, do tipo como instalar uma placa-mãe, aplicar a pasta térmica e escolher uma placa de vídeo. E, depois de montado, ainda é preciso instalar e configurar um sistema operacional e ver se está tudo funcionando direitinho tal qual na vida real.

Para as pessoas que já montaram um PC alguma vez na vida e não precisam de um simulador para reviver esse momento, a graça pode estar no modo carreira. Nele, é preciso ajudar seus clientes nos mais variados assuntos, desde uma simples remoção de vírus até descobrir porque o PC está com problemas para ligar. O game pode ser adquirido via Steam.

Heartbreak High: A Break-Up Simulator

Há vários tipos de simuladores de namoro bizarros por aí, mas Heartbreak High é totalmente diferente de todos eles. Para começar, o jogador entra na pele de um estudante extremamente popular que está namorando todos as colegas de classe ao mesmo tempo. Sua missão é dar um fora em todas antes que o dia termine.

Só que a tarefa não é tão simples quanto parece. É preciso acabar com o romance da melhor maneira possível, ou seja, sem brigas ou deixar quaisquer ressentimentos. E como cada personagem tem uma personalidade diferente e reage de uma maneira particular ao ser rejeitada, a empreitada é bastante desafiadora. O game está disponível no Steam.

Mother Simulator

À primeira vista, não chega a ser estranho um simulador de cuidados com um bebê. A diferença fica na estranha execução de Mother Simulator feita pelo estúdio russo Steppe Hare.

Neste game lançado na plataforma Steam, o jogador encarna uma jovem mãe de primeira viagem que está aprendendo a lidar com o seu bebê. O problema é que mesmo a mais simples tarefa, como dar leite na mamadeira ou trocar as fraldas, chega a ser absurdamente estressante. Isso sem falar nas necessidades da própria mãe, como se alimentar e ir ao banheiro, que precisam ser cumpridas à risca. Enfim, uma experiência completa da maternidade.

I Am Bread

Um pão que quer se tornar uma deliciosa torrada. Esse é o mote por trás de I Am Bread, que está disponível também para PS4, Xbox One, Android e iOS. A produtora por trás do game é a Bossa Studios, a mesma do igualmente bizarro Surgeon Simulator.

Em I Am Bread, o jogador controla um pão que precisa atravessar diversos obstáculos até chegar a uma torradeira. Para isso, é preciso interagir com diversos objetos e evitar cair no chão ou se molhar. Há ainda modos interessantes, como Corrida de Rosquinhas, Caça ao Queijo e Gravidade Zero. Confira nosso review do game.

Goat Simulator

Esse é mais um daqueles jogos que parecem ter surgido de uma piada que foi levada muito a sério. Em Goat Simulator (disponível também para PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One e mobile) o jogador controla uma cabra e faz o que bem entender com ele. É possível destruir uma cidade, grudar humanos com a língua ou até marcar pontos fazendo manobras como se fosse um game de skate, só que com cabras.

O jogo fez tanto sucesso que ganhou algumas expansões: GoatZ faz uma paródia dos games de apocalipse zumbi; PAYDAY te coloca na vida do crime; e Waste of Space é o Goat Simulator no espaço sideral.

Viscera Cleanup Detail

Já parou para pensar quem limpa toda a sujeira de uma nave espacial após uma invasão de aliens assassinos? Pois em Viscera Cleanup Detail o jogador incorpora justamente o funcionário contratado para arrumar a casa depois que o herói da história fez sua parte.

A ideia de coletar entranhas e passar um esfregão sobre o sangue derramado pode até não ser das mais agradáveis, mas é possível contar com a ajuda dos amigos para limpar a bagunça no multiplayer online. O game está disponível para Steam, mas há uma versão alpha gratuita no site da desenvolvedora RuneStorm.

My Summer Car

Não é simples definir o que é o game My Summer Car. A princípio, ele é um sandbox cujo objetivo é tunar um carro antigo para participar de corridas amadoras. Só que para isso é preciso arranjar dinheiro para comprar peças fazendo bicos pela vizinhança. Ao mesmo tempo, o jogador precisa se alimentar, fazer suas necessidades fisiológicas, descansar e não ficar estressado. E, caso ele morra, todo o progresso é perdido e o game recomeça do zero.

Acho que deu para entender que My Summer Car não é apenas um simulador de carros totalmente aberto — é quase um simulador de vida. E a vida, no caso, é a de um jovem que mora em uma pequena cidade na Finlândia cuja família saiu para viajar de férias no verão de 1995. Logo, ele tem a oportunidade de fazer as mais diversas besteiras, como dirigir totalmente bêbado e se envolver em brigas na vizinhança, ou simplesmente trafegar tranquilamente pela cidade e conhecer gente nova ou passar os dias melhorando seu carro caindo aos pedaços. Tudo depende das escolhas do jogador.

Soda Drinker Pro

Sim, é isso mesmo. Soda Drinker Pro, para Steam e Xbox One, é um game que basicamente consiste em beber refrigerantes em diversos ambientes, como na praia, em um parque e até nos confins do espaço. Ele se auto-intitula o primeiro FPS (First Person Soda) de todos os tempos.

Só que isso, é claro, não passa de uma piada. Dentro do jogo se esconde um outro jogo, ainda mais bizarro e non-sense, que parece um WarioWare só que mais estranho e maluco. Certamente é um dos games mais aleatórios já produzidos.

MAIS DO TechTudo