Robótica

Por Thiago Rocha, para o TechTudo


A Microsoft apresentou recentemente um protótipo de robô capaz de entender comandos e buscar itens na geladeira para o dono. A novidade foi revelada durante a Microsoft Research Faculty Summit 2018, feira de tecnologia organizada pela empresa nos Estados Unidos, e recebeu o nome de Receptionist Assistant Robot ("Robô Recepcionista Assistente", em português).

A fabricante destaca que o objetivo principal da tecnologia é ajudar as recepcionistas a lidarem com várias tarefas. O robô pode carregar objetos, interagir com as pessoas em diversos idiomas, responder perguntas, fornecer informações armazenadas no banco de dados e até perceber quando a recepcionista precisa de ajuda.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Microsoft cria robô capaz de buscar bebidas na geladeira — Foto: Reprodução/Microsoft Research Microsoft cria robô capaz de buscar bebidas na geladeira — Foto: Reprodução/Microsoft Research

Microsoft cria robô capaz de buscar bebidas na geladeira — Foto: Reprodução/Microsoft Research

A Microsoft também afirma que ele consegue abrir uma geladeira e pegar uma lata de cerveja ou de refrigerante, por exemplo, selecionando uma específica entre as opções disponíveis. Para isso, o robô usa uma combinação de processamento local e em nuvem, rodando algoritmos inteligentes de reconhecimento de imagem e de planejamento de movimentação.

A equipe por trás do projeto disse que a máquina realiza diversas simulações em realidade virtual antes de decidir qual movimento executar no mundo real. Isso é feito para garantir que todas as tarefas sejam realizadas com segurança e eficiência. Eles ainda destacaram que o novo robô não substituirá uma recepcionista humana, apenas irá ajudá-la a completar suas tarefas diárias.

O robô-assistente, no entanto, é bem lento ao executar as tarefas propostas. Um dos membros da equipe de prototipagem, David Baumert, explicou que isso acontece devido às simulações feitas antes de uma ação, em que o assistente escolhe o melhor cenário possível. Ainda segundo o especialista, o problema pode ser resolvido com uma otimização de código e balanceamento de onde eles serão calculados.

É importante salientar que a tecnologia ainda é um protótipo e serve apenas como um objeto de estudo da equipe de desenvolvimento da Microsoft. A empresa não informou se pretende lançar ou comercializar o robô no mercado.

Via Microsoft

Mais do TechTudo