Players

Por Taysa Coelho, Para o TechTudo


A Apple concluiu a aquisição do Shazam, aplicativo popular capaz de identificar músicas ambientes. O processo teve início em dezembro de 2017, mas foi suspenso temporariamente após uma investigação da União Europeia, que analisou o acordo com preocupações de que se tratasse de um caso de truste (fusão de várias empresas de modo a formar um monopólio para dominar determinada oferta de produtos ou serviços). O valor da transação foi no total de US$ 400 milhões, segundo o site especializado The Verge.

De início, a empresa anunciou que irá liberar uma versão sem anúncios publicitários para todos os usuários do serviço. Ainda não há muitas informações sobre os planos futuros.

Shazam não terá mais anuncios após aquisição da Apple — Foto: Marvin Costa/TechTudo Shazam não terá mais anuncios após aquisição da Apple — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Shazam não terá mais anuncios após aquisição da Apple — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Disponível para Android, iOS e macOS, o Shazam se tornou popular devido à sua capacidade de identificar músicas simplesmente ao “ouvi-las” no ambiente, ou até mesmo através de “lalalas” dos usuários. De acordo com a Apple, o aplicativo acumula mais de 1 bilhão de downloads e tem cerca de 20 milhões de canções pesquisadas diariamente.

Apesar do investimento da Apple no serviço, a mesma função é oferecida por assistentes virtuais. Entre eles, está a própria Siri, da Apple, e a Google Assistente. A Cortana, da Microsoft, teve a função descontinuada em janeiro deste ano.

Como colocar música do Spotify no Instagram

Como colocar música do Spotify no Instagram

Qual é o melhor serviço de streaming? Opine no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo