Por Bruna Telles, para o TechTudo


Clash Royale recebeu, na última segunda-feira (3), o balanceamento de setembro, seguindo a tradição da Supercell de fazer atualizações mensais no jogo. Como sempre, a ideia da empresa é manter o jogo o mais ajustado possível, fazendo mudanças baseadas em testes, estatísticas e no feedback da comunidade de jogadores. Entre os destaques da atualização estão o nerf (piora) da Valquíria e da Bruxa, e o buff (melhoria) no Príncipe.

Veja o que muda no jogo, e os potenciais efeitos no meta. Lembrando que o resultado final das alterações será verificado quando os atletas se adaptarem às novidades e criarem suas jogadas.

Valquíria

A Valquíria recebeu um pequeno nerf para tornar-se menos aterrorizante — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale A Valquíria recebeu um pequeno nerf para tornar-se menos aterrorizante — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

A Valquíria recebeu um pequeno nerf para tornar-se menos aterrorizante — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

A Valquíria tem sido o tanque mais popular dos últimos meses, o que se comprova na sua utilização de 27,5% entre os jogadores profissionais. Seu modelo e velocidade de ataque a tornam excelente no combate de hordas e tropas terrestres, o que tem se traduzido numa taxa de vitórias de 59,7% dos decks que a utilizam. Para fazer a carta ficar menos aterrorizante contra especialistas e torres, a Supercell fez um pequeno nerf na velocidade de ataque da carta, aumetada de 1,4 para 1,6 segundos.

Recrutas Reais

Os Recrutas Reais receberam um buff para incentivar a sua utilização — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale Os Recrutas Reais receberam um buff para incentivar a sua utilização — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Os Recrutas Reais receberam um buff para incentivar a sua utilização — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Introduzida no Clash Royale em julho, a carta ainda não recebeu a adesão ideal, já que se mostrou fraca para justificar os oito de custo de elixir, além de não permitir que o jogador escolha onde ela será colocada. Para incentivar o uso da carta, ainda baixo, ela recebeu um buff de dano de 12%, saltando de 43 para 48. Com isso, a intenção é tornar os Recrutas Reais mais convincentes como tropa defensiva. A carta agora também é encontrada nas coleções de cartas das Guerras de Clãs.

Barril de Bárbaro

Ainda sem achar o seu lugar no jogo, a Supercell tenta deixar a carta mais competitiva — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale Ainda sem achar o seu lugar no jogo, a Supercell tenta deixar a carta mais competitiva — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Ainda sem achar o seu lugar no jogo, a Supercell tenta deixar a carta mais competitiva — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

O Barril de Bárbaro tem lutado para encontrar seu lugar no Clash Royale desde o lançamento. Embora tenha taxa de vitórias de 70,2%, sua utilização é de apenas 1,2% no competitivo do game. Para mudar o cenário, a carta recebeu um conjunto de mudanças: o custo foi reduzido de 3 para 2, tornando-a competitiva com outros feitiços populares. Por outro lado, seu dano foi reduzido em 9% (280 para 256), e o alcance caiu de 7 para 5. O efeito de empurrão para trás (knock back) foi removido. Assim, o Barril de Bárbaro se torna altamente eficaz para eliminar Arqueiras e o Barril de Goblins.

Bruxa

A Bruxa ainda é um pesadelo, porém não tão complicado quanto antes — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale A Bruxa ainda é um pesadelo, porém não tão complicado quanto antes — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

A Bruxa ainda é um pesadelo, porém não tão complicado quanto antes — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Para o jogador que não tenha uma carta para bater de frente, a Bruxa tem potencial para dominar a Arena. Sua utilização é de apenas 9% nos jogos competitivos, porém sua taxa de vitórias é de 53,4%. Para frear o poder da carta, os pontos de vida foram reduzidos em 3,5% (613 para 592), tornando possível derrotá-la com Bola de Fogo + Tronco ou Barril de Bárbaro. Embora ainda seja um pesadelo por sua capacidade de invocar Esqueletos, a preparação contra a Bruxa agora está um pouco mais fácil.

Príncipe

Chegou a hora do Principe receber o estímulo para competir na Arena — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale Chegou a hora do Principe receber o estímulo para competir na Arena — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Chegou a hora do Principe receber o estímulo para competir na Arena — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Se de um lado o Príncipe das Trevas recentemente encontrou seu lugar no jogo, o Príncipe ainda precisava de um estímulo para competir na Arena, já que tem uma utilização de apenas 9,5%. Embora tenha taxa de vitórias de 60,8%, o Príncipe era um pouco frágil em relação aos outros atacantes corpo-a-corpo, por isso seus pontos de vida foram aumentados em 5% (1115 para 1215).

Relâmpago

Em relação a outros feitiços populares, agora o Relâmpago se tornará mais atraente — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale Em relação a outros feitiços populares, agora o Relâmpago se tornará mais atraente — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Em relação a outros feitiços populares, agora o Relâmpago se tornará mais atraente — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

A utilização do Relâmpago tem sido de 7,8%, mesmo com a popularidade das tropas de tamanho médio. Para torná-lo um pouco mais atraente em comparação a feitiços populares, tais como Bola de Fogo, Veneno e Foguete, seu dano foi aumentado em 5% (630 para 660).

Porcos Reais

Buffados em agosto, os Porcos Reais precisaram passar por outra alteração — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale Buffados em agosto, os Porcos Reais precisaram passar por outra alteração — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Buffados em agosto, os Porcos Reais precisaram passar por outra alteração — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Após terem recebido um pequeno buff na atualização de agosto, os Porcos Reais dispararam em popularidade, e alcançaram a taxa de vitórias de 68,6%. Para não deixá-los desbalanceados, e ao mesmo tempo não inibir a sua utilização, a Supercell fez um pequeno nerf na velocidade de dano, reduzida de 1.1 para 1.2.

Carrinho de Canhão

O Carrinho de Canhão é outra carta que havia recebido melhorias em agosto e novamente foi alterada em setembro — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale O Carrinho de Canhão é outra carta que havia recebido melhorias em agosto e novamente foi alterada em setembro — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

O Carrinho de Canhão é outra carta que havia recebido melhorias em agosto e novamente foi alterada em setembro — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Outra carta que havia recebido melhorias em agosto tinha sido o Carrinho de Canhão. Sua utilização aumentou, e a taxa de vitórias de 61,4% da carta ligou o sinal de alerta para necessidade de novas mudanças. A carta passou a bloquear as Torres tão rapidamente que tornou-se difícil bloquear os danos - mesmo no caso de jogadores talentosos. Com o alcance reduzido de 5.5 para 5, a intenção da Supercell é dar aos oponentes um pouco mais de tempo para interceptar o Carrinho de Canhão, em especial quando jogado no centro.

Eletrocutadores

Depois de terem ganhado força, os Eletrocutadores foram ajustados para ganhar maior consistência — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale Depois de terem ganhado força, os Eletrocutadores foram ajustados para ganhar maior consistência — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Depois de terem ganhado força, os Eletrocutadores foram ajustados para ganhar maior consistência — Foto: Reprodução/Youtube Clash Royale

Os Eletrocutadores em miniatura têm se tornado poderosos nos últimos meses, mantendo uma taxa de vitórias de 66,1%. Sua velocidade de acerto e tempo de recarga únicos estavam causando problemas, por isso eles foram tornados mais consistentes, e tiveram o primeiro ataque diminuído. Ainda assim, também, a Supercell impediu que eles sejam bloqueados por outros Eletrocutadores.

MAIS DO TechTudo