Redes sociais

Por Ana Letícia Loubak, para o TechTudo


O Instagram lançou um guia para dar suporte aos pais que têm filhos adolescentes na rede social. Desenvolvido em parceria com organizações educacionais e instituições que tratam de saúde psicológica, o documento se propõe a ajudar os responsáveis a conversar com os filhos sobre a experiência deles no Instagram, apresentando desde um glossário com termos comuns do meio até as principais ferramentas de segurança do aplicativo. Disponível em português, o chamado Guia dos Pais do Instagram também reforça que a idade mínima para criar uma conta na rede social é de 13 anos.

Como saber se fui bloqueado no Instagram? Veja dicas

Como saber se fui bloqueado no Instagram? Veja dicas

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

“Sabemos que muitos pais e responsáveis pensam no que seus adolescentes estão fazendo online, e sentimos uma grande responsabilidade em garantir que o Instagram seja um lugar positivo para eles se conectarem e compartilharem”, disse a Diretora de Operações do Instagram, Marne Levine, em comunicado postado no blog da rede social. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Pew Research Center, 72% dos adolescentes estadunidenses de 13 a 17 anos usam o Instagram.

No Guia para Pais, o Instagram oferece uma visão geral de suas principais ferramentas de segurança, focando em três aspectos: como gerenciar privacidade, interações e tempo na rede social. O manual de 47 páginas traz ainda uma série de perguntas para ajudar os responsáveis pelos nativos digitais a saber o que eles fazem na rede, por exemplo, como reagem diante de abordagens de estranhos e de comentários ofensivos. Conheça os principais pontos abordados no Guia para Pais a seguir.

Guia para Pais apresenta as principais ferramentas para proteger crianças e adolescentes — Foto: Divulgação/Instagram

Gerenciamento de privacidade

Em termos de privacidade, a primeira escolha que os pais podem fazer com os filhos é decidir se a conta será pública ou privada. Contas privadas permitem que o adolescente aprove solicitações apenas de seguidores conhecidos e desejados, e que também remova pessoas da lista de quem os segue. Já em uma conta pública, o conteúdo do feed e dos stories do usuário está exposto a qualquer um. É possível alterar a privacidade do perfil a qualquer momento acessando as configurações.

Em Opções, deslize até "Conta privada" e ative a chave na cor cinza para tornar a conta do Instagram privada — Foto: Reprodução/Isabela Giantomaso

Caso seu filho receba mensagens e comentários indesejados, o Instagram permite bloquear contas com as quais nãoquer mais interagir. Basta acessar o perfil da pessoa em questão, tocar em “...”, no canto superior direito, e escolher a opção “bloquear”.

É possível bloquear um perfil desagradável no Instagram — Foto: Reprodução/Barbara Mannara

Gerenciamento de interações

Para coibir práticas de cyberbullying e assédio na rede, o Instagram disponibiliza a opção de denunciar todo e qualquer conteúdo abusivo. As denúncias são anônimas e podem ser feitas em contas, posts (seja vídeo ou foto) e até em comentários específicos.

Caminho para denunciar um perfil no app do Instagram para iPhone — Foto: Reprodução/Marvin Costa

Além disso, os adolescentes podem restringir quem comenta em seus perfis e criar um filtro manual de palavras, frases e até emojis que não querem que apareça em comentários de publicações próprias. Esses recursos são acessados na seção “Controle de comentários”, nas opções de configuração do Instagram.

Aplicativo tem configuração para controlar quem pode fazer comentários em seus posts — Foto: Reprodução/Instagram

Gerenciamento de tempo

O Instagram planeja disponibilizar uma série de ferramentas para ajudar os responsáveis a entenderem como os adolescentes têm passado seu tempo na rede social e encontrar um equilíbrio. O recurso, divulgado em agosto e que ainda não foi implementado no aplicativo, consiste em um painel de atividades em que é possível ver gráficos da média de tempo gasto na rede social nos últimos dias ou semanas.

O Guia dos Pais indica que, se acharem que as sessões estão sendo muito longas, os responsáveis terão a opção de configurar lembretes diários para estabelecer um limite de tempo de uso ideal. O Instagram também oferecerá a opção de silenciar as notificações por um determinado período.

Gerenciar tempo gasto no Instagram — Foto: Divulgação/Instagram

Mais do TechTudo