Celulares

Por Raquel Freire, para o TechTudo


Os smartphones mais populares da Apple são de pelo menos dois anos atrás, segundo estudos da consultoria de mercado Mixpanel, baseados nos dados oficiais da fabricante divulgados em agosto deste ano. Do total de pessoas que têm celulares iPhone, 17,34% tem o iPhone 7, lançado em 2016, enquanto 13,01% possui o iPhone 6S, apresentado em 2015 - há três anos. Todos os modelos anunciados em 2017 - iPhone 8, 8 Plus e iPhone X - juntos somam 29,26% dos aparelhos da Apple atualmente em uso.

Em números, o iPhone 7, lançado por R$ 3.499, hoje já pode ser encontrado por em torno de 2.420, segundo o Compare TechTudo. Também pelo comparador de preços, o iPhone 6S, que chegou no Brasil por R$ 3.999 em sua versão mais barata, atualmente pode ser comprado por R$ 1.400, em média. Mesmo com a popularidade do 6S, o celular entrou para a lista de aparelhos descontinuados pela Apple. No entanto, ainda é possível encontrá-lo no varejo.

iPhone 7 e iPhone 6S, celulares de 2016 e 2015, são os mais populares da Apple — Foto: Thassius Veloso/TechTudo iPhone 7 e iPhone 6S, celulares de 2016 e 2015, são os mais populares da Apple — Foto: Thassius Veloso/TechTudo

iPhone 7 e iPhone 6S, celulares de 2016 e 2015, são os mais populares da Apple — Foto: Thassius Veloso/TechTudo

Quer comprar um iPhone barato? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Dos lançamentos de 2017, o iPhone X teve a maior adesão, com 12%. O desempenho o coloca tecnicamente empatado com o iPhone 7 Plus (12,06%) como o terceiro aparelho mais popular da Apple no momento. A quarta posição é ocupada pelo iPhone 6, usado por 10,57% do público. O modelo de 2014 fica na frente do iPhone 8 Plus (9,37%) e iPhone 8 (7,89%).

Embora tenha sido lançado na mesma época que o iPhone 6, o 6 Plus não faz tanto sucesso atualmente, sendo utilizado por apenas 2,63% das pessoas. O mesmo ocorre com o 6S Plus, que fica bem atrás do 6S e soma 4,74%. Apresentado em 2016, o iPhone SE conta com 4,62% dos usuários.

Os modelos mais antigos vão do iPhone 4, de 2010, ao iPhone 5C, de 2013, e somam 5,77% dos usuários. Outro aspecto interessante notado pela Mixpanel é que os últimos lançamentos demoraram de 6 a 7 meses para chegar a 20% de participação de mercado.

Percentual de uso dos modelos de iPhone em agosto de 2018  — Foto: Reprodução/Mixpanel Percentual de uso dos modelos de iPhone em agosto de 2018  — Foto: Reprodução/Mixpanel

Percentual de uso dos modelos de iPhone em agosto de 2018 — Foto: Reprodução/Mixpanel

Os dados traduzidos pela Mixpanel revelam que os celulares novos não têm feito tanto sucesso entre os usuários. Um das explicações para o fenômeno está nas poucas diferenças apresentadas nos celulares da Apple de uma geração para outra, algo que vem ocorrendo já há alguns anos.

Lançamentos 2018

Durante o evento especial de lançamento desta quarta-feira (12), a Apple apresentou três novos celulares. Além do já aguardado iPhone XS, a gigante lançou os modelos iPhone XS Max e iPhone XR. Como os nomes indicam, todos trazem o design marcante do iPhone X, com bordas mínimas e notch na parte superior.

Os iPhones XS e XS Max vêm com painel OLED e tecnologia HDR. A única diferença entre eles é o tamanho, de 5,8 polegadas na versão padrão e de 6,5 polegadas no modelo Max. Ambos trazem câmera dupla de 12 megapixels na traseira, câmera de selfies de 7 megapixels e opções de armazenamento de 64 GB, 128 GB e 512 GB.

Os modelos XS têm certificação IP68 e acabamento nas opções de cores dourado, prata e cinza espacial. Os preços começam em US$ 999 (cerca de R$ 4.160 em conversão direta, sem impostos nacionais) para o iPhone XS e em US$ 1.099 (R$ 4.580) para o iPhone XS Max.

Apple apresenta iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR — Foto: Thássius Veloso/TechTudo Apple apresenta iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Apple apresenta iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Já o iPhone XR, opção mais barata dos três, tem preço inicial de US$ 749 (R$ 3.120). Ele substitui o display OLED por um de LCD, com 6,1 polegadas, e traz apenas uma câmera de 12 megapixels na traseira. O armazenamento também é menor, com variantes de no máximo 256 GB. Assim como os irmãos tops de linha, ele traz o processador A12 Bionic de 10 núcleos e sistema de reconhecimento facial FaceID, saindo de fábrica com iOS 12.

No entanto, o 3D Touch, que está presente nos iPhones XS e XS Max, ficou de fora do iPhone XR. A proteção também é um pouco inferior, com certificação IP67. As opções de cor do celular mais em conta são azul, coral, amarelo, branco, preto e vermelho, resgatando o apelo visual da família 5C.

Com design colorido, iPhone XR é modelo barato da Apple — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Com design colorido, iPhone XR é modelo barato da Apple — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Com design colorido, iPhone XR é modelo barato da Apple — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

A companhia ainda fez a estreia do Apple Watch 4, que teve a tela redesenhada e ganhou uma bateria com autonomia de até 18 horas. Oficialmente chamado de Series 4, o relógio inteligente tem preço sugerido de US$ 399 (R$ 1.650) na versão apenas com Wi-Fi e de US$ 499 (R$ 2.060) no modelo com Wi-Fi e 4G.

Qual será o preço do iPhone XS no Brasil? Usuários opinam no Fórum TechTudo

iOS 12: conheça os destaques do novo sistema da Apple

iOS 12: conheça os destaques do novo sistema da Apple

Mais do TechTudo