Produtividade

Por Rodrigo Fernandes, para o TechTudo


A Amazon, gigante do e-commerce mundial, investe em projetos inovadores em várias áreas do mercado — inclusive, fora do ambiente virtual. A última aposta da empresa, por exemplo, foi a Amazon Go, um supermercado em que não há atendentes, filas ou caixas. Na loja, inaugurada recentemente em Nova Iorque, os clientes se identificam na entrada por meio de um celular e então, podem pegar seus produtos na prateleira e caminhar livremente por todo estabelecimento. O pagamento é feito através da conta online do visitante no Amazon App, com um cartão de crédito.

A aposta em empreendimentos diferenciados pode ter ajudado a empresa a alcançar a marca de US$ 1 trilhão de valor de mercado, tornando-se a segunda empresa dos Estados Unidos a chegar à cifra, atrás apenas da Apple. Confira, na lista a seguir, oito serviços curiosos criados pela Amazon.

Lojas Amazon Go não tem atendentes no caixa e cliente vai embora sem enfrentar filas — Foto: Reprodução/Amazon

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Loja sem caixas

Na Amazon Go, a loja sem caixas da empresa, os clientes e os produtos selecionados são identificados por sensores, capazes de reconhecer, inclusive, quando há desistência da compra e o item é colocado de volta na prateleira — o valor é retirado automaticamente do carrinho virtual. A unidade de Nova Iorque é segunda loja da companhia neste modelo, mas a primeira aberta ao público. A unidade antecessora funciona desde 2017 na sede da organização, em Seattle, nos EUA, apenas para funcionários.

2. Entrega sem ninguém em casa

Com o Amazon Key, o entregador deixa a encomenda dentro de casa, mesmo quando não houver ninguém para recebê-la. Para utilizar o serviço, é preciso ter um Amazon Key Home Kit, que conta com uma fechadura capaz de ser aberta remotamente e uma Amazon Cloud Cam, câmera que monitora a casa com imagens em Full HD.

Amazon Key entrega encomendas mesmo se não tiver ninguém em casa para receber — Foto: Reprodução/Amazon

No dia da entrega, o usuário recebe uma notificação com o horário da chegada do entregador e outro alerta, para informar que o motorista já está próximo. De maneira indireta, o cliente abre a trava da porta para permitir a entrada do funcionário e pode assistir a toda a movimentação ao vivo pela câmera. Ao final da visita, o acesso é trancado novamente e o usuário recebe um vídeo da entrega. O serviço só está disponível para clientes Prime nos Estados Unidos.

Uma variação do serviço dá a opção entregar encomendas nos carros dos clientes. O Amazon Key-in-car funciona de forma semelhante à versão residencial, mas ao invés de entregar o pacote nas casas, os entregadores deixam os produtos dentro do porta-malas dos veículos, que devem estar estacionados em locais públicos. O destravamento do carro também acontece de maneira remota, por um aplicativo que só se conecta a veículos das marcas Chevrolet, Buick, GMC, Cadillac e Volvo.

3. Armários próprios

Armário da Amazon Hub organiza entregas em prédios residenciais — Foto: Reprodução/Amazon

O Amazon Hub é um armário criado especificamente para organizar entregas em prédios particulares e residenciais. O armário possui 43 compartimentos com cadeados digitais e esses, só podem ser abertos com um código enviado ao destinatário. Diferente do Amazon Locker, armários disponíveis dentro das lojas da Amazon e que só recebem pacotes enviados pela própria empresa, o serviço Hub também guarda encomendas de amigos e outros serviços de entrega.

4. Produtos para pets

Amazon tem linha própria de produtos para animais domésticos — Foto: Reprodução/Amazon

A Amazon tem uma marca própria de produtos para animais de estimação, a Wag. O primeiro item lançado foi uma ração seca para cachorros, e a intenção é oferecer novos suprimentos para outros tipos de pets. A marca diz que os alimentos são feitos com carnes e vegetais, sem disfarçar a composição ao adicionar grãos, como milho ou trigo. Até então, os produtos só estão disponíveis para assinantes da Amazon Prime, uma espécie de clube de assinantes da companhia.

5. Entrega por drone

Drone da Amazon é pioneiro no serviço de entregas — Foto: Divulgação/Amazon

Pioneira no uso de drones para fazer entregas na casa dos clientes, a Amazon realiza testes com pequenas aeronaves autônomas e promete levar encomendas em até 30 minutos. O serviço Prime Air aceita produtos com peso máximo de 2,2 kg. A primeira entregada realizada foi em 2016, ao levar um Amazon Fire TV e um saquinho de pipoca para um comprador da Inglaterra. A Amazon garante agilidade e segurança durante o percurso, e desenvolve tecnologias anti-hackers para deixar as entregas ainda mais eficientes.

6. Moeda virtual

Amazon Coin é a moeda virtual da Amazon — Foto: Reprodução/Amazon

A Amazon Coin é a moeda virtual criada pela empresa para que os interessados em comprar aplicativos, jogos e itens nos dispositivos Kindle, Kindle Fire ou Android, dentro da Amazon AppStore. Cada moeda vale um centavo de dólar nas compras online. Os usuários podem comprar as moedas por meio do próprio e-commerce da Amazon.

7. Entrega rápida

Batizado de Instant Pickup, esse serviço permite ao cliente retirar suas encomendas em poucos minutos. Para isso, a empresa deposita os pacotes em armários espalhados por algumas cidades dos Estados Unidos. Após a compra pela Internet, o cliente recebe um código e já pode ir no ponto de coleta indicado, quase que imediatamente. Para este tipo de retirada, a empresa disponibiliza produtos considerados de pronta-entrega, como alimentos, bebidas, artigos de higiene pessoal e acessórios para celular.

Compra da rede de supermercados Whole Foods permite que Amazon entregue produtos frescos em poucos minutos para clientes — Foto: Divulgação/Amazon

Depois de adquirir a rede de supermercados Whole Foods, em 2017, a Amazon também disponibilizou a busca rápida de mantimentos por meio desse método. Neste caso, os clientes podem comprar produtos frescos, como carnes, frutos do mar, assados, além de bebidas alcoólicas e flores, e pegá-los diretamente em uma unidade da rede após 30 minutos. Um funcionário ainda pode auxiliar na acomodação das compras no carro.

8. Blockchains próprias

Os usuários da Amazon Web Services podem criar e implantar rapidamente redes próprias de blockchains para o desenvolvimento de aplicativos, utilizando estruturas populares de código aberto: Ethereum ou Hyperledger Fabric. A ferramenta tem modelos certificados para criar redes de maneira fácil, implantar, configurar e executá-las para realizar transações seguras.

Comprar na Amazon Brasil é confiável? Confira no Fórum do TechTudo.

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: Apple faz lançamento de celulares

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: Apple faz lançamento de celulares

Mais do TechTudo