Drones

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O UberEATS, serviço de delivery da Uber, testará entregas com drones. A tecnologia para isso já vem sendo desenvolvida e testada na cidade de San Diego, nos Estados Unidos. O anúncio foi feito na última quinta-feira (30), durante o evento anual do programa Uber Elevate, que também tratou de assuntos relacionados ao uberAIR, outro projeto da empresa.

Segundo a Uber, o delivery está presente em 293 cidades e, com crescimento de 200% nos últimos meses, a plataforma está perto de se tornar o maior serviço delivery de comida do mundo (fora da China).

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Uber pretende usar as mesmas plataformas em desenvolvimento para o uberAIR no Uber Eats com drones — Foto: Divulgação/Uber Uber pretende usar as mesmas plataformas em desenvolvimento para o uberAIR no Uber Eats com drones — Foto: Divulgação/Uber

Uber pretende usar as mesmas plataformas em desenvolvimento para o uberAIR no Uber Eats com drones — Foto: Divulgação/Uber

O objetivo do UberEATS com os drones é tornar as entregas mais rápidas, aumentar a abrangência e baratear o serviço, melhorando a experiência do usuário. Antes de levar os testes com drones para San Diego, a proposta da Uber era a de realizar deliverys entre 5 e 30 minutos, sendo uma alternativa interessante inclusive para evitar congestionamentos em grandes cidades.

A aposta no serviço é reforçada pelo fato de que, em algumas cidades do Japão e da Índia, o UberEATS chegou antes mesmo que o Uber em si. Na região Ásia-Pacífico, por exemplo, o volume de entregas da plataforma aumentou seis vezes nos últimos 12 meses, segundo a Uber.

A base de desenvolvimento dos drones a serem utilizados no UberEATS é a mesma do uberAIR, táxi voador da empresa, que conta com supervisão da FAA, órgão responsável pelo controle do tráfego aéreo norte-americano. O serviço de veículos aéreos sem motorista, inclusive, pode chegar ao Brasil, além de países como Austrália, Japão, Índia e França dentro dos próximos 5 anos, segundo divulgado pela Uber. No momento, os testes estão sendo conduzidos em San Diego, Califórnia, nos Estados Unidos.

Mais do TechTudo