Por Taysa Coelho, para o TechTudo


A Nextel lançou uma campanha que permite a pessoas negativadas contratar qualquer plano pós-pago da operadora. Durante o período de vigência da ação “Voto de Confiança Nextel”, o sistema não bloqueará indivíduos com dívidas pendentes em organizações como o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Os interessados têm até o dia 15 de novembro para realizar a adesão dos pacotes P, M e G da companhia, que custam, respectivamente, R$ 49,99, R$ 69,99 e R$ 99,99 ao mês. Não há um número limite de adesão de novos clientes na ação.

Presidente da Nextel em atividade dentro de loja — Foto: Divulgação / Nextel Presidente da Nextel em atividade dentro de loja — Foto: Divulgação / Nextel

Presidente da Nextel em atividade dentro de loja — Foto: Divulgação / Nextel

Quer comprar celular com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O processo é realizado como outro qualquer, sendo feitas consultas e validações de dados cadastrais dos possíveis contratantes. “Entendemos que cadastros indevidos devem ser bloqueados – e eles não são necessariamente os de pessoas negativadas, mas sim aqueles de fraudadores ou pessoas com uma dívida ativa com a Nextel, por exemplo”, informou a empresa ao TechTudo.

De acordo com a companhia, o objetivo é estabelecer uma relação de confiança desde o primeiro contato, bastando que o usuário se confirme um bom cliente. Qualquer pessoa, em situação de inadimplência ou não, que deixe de pagar os serviços contratados, tem a linha suspensa e, em seguida, desativada pela operadora.

Características do pós-pago da Nextel

De acordo com a consultoria Teleco, em agosto de 2018, a Nextel contava com mais de 3 milhões de assinantes de seus planos pós-pagos. Todos incluem ligações e SMS ilimitados e roaming nacional grátis. A internet móvel não é bloqueada, mas, ao término da franquia, a velocidade é reduzida para 128 Kb/s (download e upload).

Cinco tópicos que devem ser analisados na hora de comprar celular

Cinco tópicos que devem ser analisados na hora de comprar celular

MAIS DO TechTudo