Por Victor de Abreu, para o TechTudo


O bootcamp é uma forma de treinamento bastante utilizada pelos times de esportes eletrônicos. O método de treino engloba diversas categorias competitivas, sejam de MOBAs, como League of Legends (LoL), FPSs, como Counter Strike:Global Offensive (CS:GO), ou RTSs, como StarCraft 2. Bootcamps existem desde os primórdios dos esportes eletrônicos, mas hoje em dia eles estão se tornando cada vez mais comuns, principalmente entre as organizações do Brasil. Veja, a seguir, como funciona um bootcamp e entenda o significado e tradução do termo.

A Lan House Inferno Online, localizada em Estocolmo, Suécia, é a casa de muitas equipes em bootcamps na Europa — Foto: Divulgação/Twitter Inferno Online A Lan House Inferno Online, localizada em Estocolmo, Suécia, é a casa de muitas equipes em bootcamps na Europa — Foto: Divulgação/Twitter Inferno Online

A Lan House Inferno Online, localizada em Estocolmo, Suécia, é a casa de muitas equipes em bootcamps na Europa — Foto: Divulgação/Twitter Inferno Online

O que é bootcamp?

A tradução literal de bootcamp é "Campo de treinamento". Nos esports, bootcamps são treinamentos intensivos para times das mais diversas categorias competitivas, que viajam para regiões do mundo com adversários mais fortes. O objetivo é que os jogadores adquiriram experiência ao enfrentar esses players e desenvolvam novas estratégias e técnicas.

Como funciona um bootcamp?

Geralmente as organizações programam seus bootcamps com duração de um ou mais meses. Há casos específicos de bootcamps com menos semanas, mas a grande maioria planeja uma viagem mais longa para que os jogadores e comissão técnica possam absorver o máximo de conhecimento possível.

As regiões escolhidas levam em consideração o histórico e vitórias adquiridas pelas equipes em competições internacionais. Por exemplo, no League of Legends e StarCraft 2, o local mais escolhido para bootcamps é a Coreia do Sul, país com os melhores jogadores do mundo em ambos os games. Já no Counter Strike: Global Offensive, o destino das equipes muda para a Europa e América do Norte. Durante o treinamento, as equipes jogam online, geralmente em lan houses locais, e combinam treinos contra outros times da região.

Em 2015, a paiN Gaming fez bootcamp na Suécia e teve a melhor campanha de um time brasileiro no mundial de LoL — Foto: Divulgação/Riot Games Em 2015, a paiN Gaming fez bootcamp na Suécia e teve a melhor campanha de um time brasileiro no mundial de LoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Em 2015, a paiN Gaming fez bootcamp na Suécia e teve a melhor campanha de um time brasileiro no mundial de LoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Muitos times de diversas categorias de esports realizam bootcamps. Vale lembrar, por exemplo, o caso da antiga MIBR (Made In Brazil) no Counter Strike 1.6. Com poucas equipes competitivas para treinar no Brasil, a solução do time foi treinar fora do país, o que ajudou a equipe a tornar-se uma das melhores da história do competitivo do game.

No League of Legends, a Keyd Stars, em 2014, foi a pioneira em relação aos bootcamps, uma prática que foi seguida por equipes como paiN Gaming, INTZ e-Sports e KaBuM! e-Sports. Outro caso é o da Falkol, que conta com jogadores como Thulio “SirT” Carlos e Daniel “Evrot” Santos, e iniciou um bootcamp na Coreia do Sul em 2018 para se preparar para o Circuito Desafiante 2019.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mais do TechTudo