Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Exército dos Estados Unidos contratou a Microsoft para o desenvolvimento de uma versão militar do HoloLens, plataforma de realidade aumentada em formato de óculos futuristas. O aparato exibe hologramas no visor. A intenção das autoridades é garantir aos soldados uma ferramenta poderosa para treinamentos e até mesmo para operações militares reais, capaz de dar acesso a um conjunto de informações em tempo real.

Em nota, o Departamento de Defesa dos EUA declarou que a tecnologia deve aumentar a “letalidade, mobilidade e a percepção da situação” por parte dos soldados. O acordo com a Microsoft está estimado em US$ 480 milhões (cerca de R$ 1,9 bilhão em conversão direta).

HoloLens terá versão militar mais compacta e para uso tanto em treino como nas operações — Foto: Divulgação/Microsoft HoloLens terá versão militar mais compacta e para uso tanto em treino como nas operações — Foto: Divulgação/Microsoft

HoloLens terá versão militar mais compacta e para uso tanto em treino como nas operações — Foto: Divulgação/Microsoft

O "HoloLens de guerra" deve ser utilizado tanto para treinamentos quanto para operações reais. A expectativa é de que o dispositivo seja capaz de oferecer visão noturna, visão térmica e até mesmo a capacidade de analisar o inimigo. Dessa forma, o militar pode detectar movimentos, sinais como respiração e batimentos cardíacos, além de outras possibilidades, para aperfeiçoar a ação tática.

O programa inclui a fabricação de uma primeira leva com 2.550 unidades do protótipo. Ao todo, 100 mil dispositivos devem ser produzidos para fins militares

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: Apple faz lançamento de celulares

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: Apple faz lançamento de celulares

MAIS DO TechTudo