Por Tainah Tavares, da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro


A FaZe Clan conquistou o vice-campeonato da ESL Pro League de Rainbow Six: Siege (R6) no último domingo (18). O time, que só tem jogadores brasileiros, chegou até a grande final, mas foi derrotado para a G2 Esports no palco da Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. O TechTudo conversou com os jogadores da FaZe nos bastidores da competição. Indo além da frustração de perder em casa, os atletas falaram sobre o destaque do Brasil no cenário competitivo de R6 e sugeriram ajustes para as próximas atualizações do jogo.

mav, capitão da FaZe, destacou a maturidade do time em 2018 — Foto: Tainah Tavares/TechTudo mav, capitão da FaZe, destacou a maturidade do time em 2018 — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

mav, capitão da FaZe, destacou a maturidade do time em 2018 — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

Além de bater na trave na Pro League Season 8, a FaZe conquistou bons resultados em 2018. Entre as vitórias recentes da equipe, destaque para o Brasileirão 2018 e o OGA PIT Season 2. Para Rafael "mav" Freitas, IGL do time, os triunfos vieram com o amadurecimento dos jogadores. “A equipe está dando certo principalmente por causa do nosso psicológico. Antes a gente começava perdendo e ficava pra baixo, tinha muita gente apontando o dedo um para o outro querendo criticar”. O capitão também destacou a contribuição de João "yoona" Gabriel, última contratação da FaZe. “O yoona é um cara muito positivo, que busca entender os erros e ver o que podemos fazer para melhorar, ele nunca está pra baixo e isso tem ajudado muito ”.

Veterano do Battlefield 4, yoona também conversou com o TechTudo. Para o pro player, o treino duro foi o principal acerto da FaZe em 2018. “A line encaixou muito bem e a gente também está treinando bastante, o que é um dos primeiros passos para o sucesso e para evoluir. A gente busca cada dia mais e vamos continuar nesse caminho, independente do resultado da Pro League”, afirmou.

yoona foi a última contratação da FaZe e já conseguiu deixar sua marca no time — Foto: Tainah Tavares/TechTudo yoona foi a última contratação da FaZe e já conseguiu deixar sua marca no time — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

yoona foi a última contratação da FaZe e já conseguiu deixar sua marca no time — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

O segundo lugar da FaZe na Pro League reitera que o Brasil tem força no competitivo de Rainbow Six. Na temporada anterior, o país chegou ao topo do pódio com a Team Liquid, time de Leo “ziG” Duarte. A comunidade brasileira no game também é forte e marcou presença nas finais da Season 8. "Jogar em um estádio, com uma torcida dessas, mais de 15 mil pessoas gritando pela gente, é fantástico” conta mav. "Isso é uma coisa que a gente não imaginava nem em sonho. A gente acreditava que o jogo fosse crescer, mas não em uma escala dessas".

Rainbow Six foi lançado pela Ubisoft no final de 2015. De lá para cá, o FPS já recebeu inúmeras atualizações com novos recursos, mapas e operadores. A ideia da desenvolvedora é clara: manter o game otimizado e adaptado ao competitivo para transformar o título em um dos protagonistas dos esports. “Com certeza Rainbow Six está no caminho certo do competitivo. Querendo ou não o jogo ainda é novo, tem só três anos, mas ainda tem muita coisa a conquistar no cenário”, disse yoona.

O capitão mav concordou com o parceiro e acrescentou algumas sugestões. “Primeiro eu acho que o jogo precisa crescer mais lá fora. No Brasil a gente vê que tem muita gente que acompanha, os estádios lotam e tal. Mas lá fora ainda não é assim". Além de ganhar mais espaço no mercado, o jogador sugeriu updates para melhorar a jogabilidade de R6. "Algumas mudanças precisam ser feitas, como ter replay. O jogo precisa ter um modo em que a gente possa assistir aos jogos, como no Counter Strike. Mas com certeza isso vai ser resolvido nos próximos anos”.

Counter Strike: Global Offensive é um dos jogos mais fortes nos esports. Além dos torneios milionários e do sucesso de público, os atletas brasileiros de CS:GO estão entre os melhores do mundo. E é do CS:GO que vêm as referências para os jogadores da FaZe Clan. "Eu acredito que a nossa inspiração maior é o FalleN, pela experiência e calma que ele tem", diz yoona. "O trabalho que ele fez no Counter Strike é sensacional, tanto de mídia dele, quanto jogando. Ele é um cara muito cabeça, que sabe muito bem como se comportar e como jogar", elogia mav.

Gabriel “FalleN” Toledo, atual MIBR, é um dos melhores jogadores de CS do mundo. O jogador conquistou os maiores títulos do esport para o Brasil ao lado de Marcelo "coldzera" David. Que a inspiração de yoona e mav também levem o Brasil ao topo do cenário competitivo de Rainbow Six: Siege.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

MAIS DO TechTudo