Por Filipe Garrett, para o TechTudo

MacBook Air: veja o que mudou da versão de 2015 para 2018 MacBook Air: veja o que mudou da versão de 2015 para 2018

O MacBook Air 2018 foi anunciado pela Apple na última terça-feira (30), junto com o novo Mac Mini e o iPad Pro 2018, três anos após a última atualização da linha. O notebook ultraleve chega com processador Intel Core i5 de oitava geração, armazenamento em SSD e tela Retina, pela primeira vez na família Air. Apesar disso, o computador tem os mesmos teclados borboleta dos MacBook Pro e chegará ao consumidor com apenas duas portas USB-C, outro "problema" da linha premium da Apple.

Ainda sem data confirmada para desembarcar no Brasil, o novo laptop já teve seu preço anunciado para o mercado nacional: nas configurações mais básicas, o aparelho vai custar R$ 10.399. Confira a seguir as principais diferenças entre o modelo atual e o de 2015, que ainda está à venda na Apple Store por R$ 7.499.

Quer comprar um notebook barato? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

MacBook Air 2018 é o novo notebook da Apple — Foto: Divulgação/Apple MacBook Air 2018 é o novo notebook da Apple — Foto: Divulgação/Apple

MacBook Air 2018 é o novo notebook da Apple — Foto: Divulgação/Apple

Design

Esteticamente, a geração do Air não parece muito diferente da anterior, mantendo o perfil fino e leve, com construção de alumínio – segundo a Apple, o material utilizado é 100% reciclado. No entanto, diferente de seu antecessor, o lançamento conta com três opções de cores: prata, dourado e cinza-espacial. Com relação ao peso, houve uma redução de 1,35 para 1,25 kg, o que não deve ser muito perceptível no dia a dia.

Apesar disso, algumas atualizações importantes chegaram ao aparelho. A tela, por exemplo, ganhou bordas mais finas, ocupando um espaço maior na tampa do computador. Dessa forma, o novo modelo traz dimensões 30,41 x 1,56 x 21,24 cm (L x A x P), enquanto a versão de 2015 tem 32,5 x 1,7 x 22,7 cm, mantendo o display de 13,3 polegadas.

Outra mudança considerável está no palmrest, que vem com uma área perfurada a fim de melhorar a saída de som, medida que também segue os MacBooks Pro. Segundo a Apple, essa característica garante áudio com até 25% mais volume. O teclado, por sua vez, aparece agora com o padrão borboleta, já presente nas outras linhas de laptops da maçã e bastante criticado pela fragilidade. O trackpad, por sua vez, ficou maior: é o Force Touch, que possui ações diferentes de acordo com a intensidade que o usuário coloca sobre sua superfície.

Tela

Tela Retina finalmente chega aos Air — Foto: Divulgação/Apple Tela Retina finalmente chega aos Air — Foto: Divulgação/Apple

Tela Retina finalmente chega aos Air — Foto: Divulgação/Apple

O grande upgrade na nova geração do notebook fica por conta da tela, que agora tem resolução quatro vezes maior do que a encontrada na geração anterior: são 2560 x 1600 pixels contra 1440 x 900 pixels. O salto é expressivo e significa que os novos laptops devem ter gráficos de alta definição, atingindo a chamada qualidade Retina de outros dispositivos da Maçã.

Além do ganho em definição, os displays dos novos modelos devem ter mais qualidade de reprodução de cor. Segundo a Apple, as telas usadas na nova geração dos ultraportáteis têm precisão 48% maior nesse sentido, em relação ao modelo de 2015.

Desempenho e armazenamento

Embora os novos processadores sejam mais poderosos, MacBook Air não deve ter performance de ponta — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Embora os novos processadores sejam mais poderosos, MacBook Air não deve ter performance de ponta — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Embora os novos processadores sejam mais poderosos, MacBook Air não deve ter performance de ponta — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

As especificações técnicas do MacBook Air 2018 podem decepcionar usuários mais exigentes. Uma das razões é a opção da Apple por usar processadores da série Y de oitava geração da Intel. Essas CPUs são mais lentas e destinadas a dispositivos que focam, principalmente, no baixo consumo de energia. Embora esse perfil seja decisivo para uma autonomia prolongada da bateria, é possível que a performance acabe comprometida em alguns cenários.

Os novos computadores usam ainda o padrão DDR3 de memória, já defasado em favor do DDR4. Os modelos de 2015, por sua vez, apresentam processadores de quinta geração da Intel e as memórias DDR3, mas trazem apenas 8 GB, enquanto a nova geração tem opções de 8 GB e 16 GB. Essas configurações não significam que o lançamento terá processamento mais lento que a geração anterior, mas que ele pode ser limitado em comparação a opções atuais de outras marcas, que podem apresentar hardware mais poderoso.

Com relação ao armazenamento, pouca coisa muda. Os computadores continuam usando SSDs que não podem ser substituídos, mas ganham mais opções de espaço: além das unidades com 128, 256 e 512 GB, já disponíveis na versão anterior, agora há opções até 1,5 TB.

Recursos

Uma novidade relevante dos novos MacBook Air é a presença do sensor TouchID para leitura de impressões digitais, tecnologia ausente na geração anterior do computador. O sensor se comporta da mesma forma que o leitor de digitais no MacBook Pro e garante ao usuário o conforto e a segurança da autenticação biométrica no macOS e em apps e serviços que suportem a tecnologia.

Também associado à segurança, há a chegada do chip T2, componente exclusivo da Apple que está presente nos outros notebooks da marca. O dispositivo se destina a reforçar o processamento de dados sensíveis, como senhas e chaves criptográficas para proteger dados armazenados na máquina.

Bateria e interfaces

Nova geração do Air tem apenas duas portas USB-C — Foto: Divulgação/Apple Nova geração do Air tem apenas duas portas USB-C — Foto: Divulgação/Apple

Nova geração do Air tem apenas duas portas USB-C — Foto: Divulgação/Apple

Grande atrativo da linha de notebooks, a autonomia de bateria continua longa. Apesar da tela de maior resolução, a Apple fala em até 12 horas de duração quando conectado ao Wi-Fi, o mesmo número prometido na geração anterior.

Um dos pontos negativos do aparelho fica por conta das interfaces disponíveis. Seguindo o exemplo do MacBook e do MacBook Pro, o novo Air abandonou as portas HDMI e USB tradicionais, além de não trazer o MagSafe, sistema magnético usado no carregador tradicional da fabricante. Nem o leitor de cartões escapou: na nova geração, apenas duas USB-C compatíveis com Thunderbolt e uma saída para fones de ouvido estão presentes. Como uma delas será usada para carregar o laptop, o uso de adaptadores será basante necessário.

Para fins de comparação, o MacBook Air de 2015 tem duas portas USB tradicionais, leitor de cartões, carregador via MagSafe e uma entrada Thunderbolt 2.0, possibilitando ao usuário utilizar periféricos sem muitas limitações, inclusive ao carregar o dispositivo.

Preço e disponibilidade

Embora ainda não se saiba a data de lançamento dos novos laptops por aqui, a página oficial do produto no site da Apple para o mercado brasileiro já mostra os novos computadores, assim como a geração antiga, ainda disponível para compra. Os novos Air terão preços a partir de R$ 10.399 para os modelos com 128 GB de espaço, 8 GB de RAM e processador Core i5. A outra versão anunciada pela Apple para o país tem 256 GB de espaço, mesmo processador e RAM, custando R$ 11.999. O modelo anterior, por sua vez, está à venda com chip i5 de quinta geração, 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento por R$ 7.499.

MacBook Air 2018 vs. MacBook Air 2015

Especificações MacBook Air 2018 MacBook Air 2015
Preço a partir de R$ 10.399 a partir de R$ 7.499
Tela 13,3 polegadas 13,3 polegadas
Resolução de tela 2560 x 1600 pixels 1440 x 900 pixels
Processador Core i5, dual-core de 1.6 a 3.6 GHz Core i5 (1,8 a 3,2 GHz) ou i7 (2,2 a 3,2 GHz)
Memória RAM 8 ou 16 GB 8 GB
Placa de vídeo Intel UHD Graphics Intel HD Graphics
Armazenamento 128, 256, 512 GB ou 1,5 TB 128, 256 ou 512 GB
Interfaces 2x USB-C com Thunderbolt 3, fone de ouvido, Bluetooth e Wi-Fi 2x USB 3.0, 1x Thunderbol 2, leitor de cartões, fone de ouvido, Bluetooth e Wi-Fi
Bateria até 12 horas até 12 horas
Dimensões e peso 30,4 x 21,4 x 1,5 cm; 1,25 quilos 32,5 x 22,7 x 1,7 cm; 1,35 quilos
Cores prata, cinza espacial e dourado prata

Qual comprar: Macbook Air ou MacBook Pro? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo