Por Red Hat


A Red Hat realizou na última terça-feira (30) a edição carioca do Containers of Ideas, evento que reúne especialistas de TI de grandes empresas para discutir a transformação digital que está revolucionando o mundo corporativo e redesenhando os modelos de negócios tradicionais. Ao longo de oito horas, foram debatidos temas como cloud, DevOps e soluções em container, assunto de maior destaque no encontro.

Red Hat reuniu especialistas do setor de TI na edição carioca do Containers of Ideas — Foto: Reginaldo Pimenta Red Hat reuniu especialistas do setor de TI na edição carioca do Containers of Ideas — Foto: Reginaldo Pimenta

Red Hat reuniu especialistas do setor de TI na edição carioca do Containers of Ideas — Foto: Reginaldo Pimenta

A tecnologia de containers permite que aplicativos sejam empacotados juntamente com todos os arquivos necessários para sua execução. Isso torna mais fácil a migração entre diferentes plataformas e mais rápido o processo de desenvolvimento, teste e produção de novas soluções.

Um dos melhores softwares disponíveis na área é o Red Hat Openshift, que ganhará sua quarta versão no começo de 2019. Ele se baseia no Kubernetes, sistema criado em parceria com o Google que organiza o fluxo de aplicações digitais em containers. A novidade ganha importância em um cenário de crise econômica, times de TI enxutos e pressão por soluções rápidas e eficientes.

Thiago Araki, responsável por tecnologias emergentes na Red Hat, durante palestra no evento — Foto: Reginaldo Pimenta Thiago Araki, responsável por tecnologias emergentes na Red Hat, durante palestra no evento — Foto: Reginaldo Pimenta

Thiago Araki, responsável por tecnologias emergentes na Red Hat, durante palestra no evento — Foto: Reginaldo Pimenta

— Uma pesquisa recente do IDC mostrou que os aplicativos em container representaram, em média, um aumento de 66% na produtividade e uma queda de 35% nos custos para as organizações que os adotaram — comenta Thiago Araki, responsável por tecnologias emergentes na Red Hat.

Há vários casos de companhias que melhoraram seus resultados graças ao novo recurso. Um exemplo é a Lufthansa Technik, que aproveitou a nova tecnologia em um sistema que cruza dados para organizar a agenda de manutenção de aviões. Ter mais aeronaves com inspeção em dia representou menos voos atrasados e uma economia de alguns milhões de euros para companhias aéreas.

Outra empresa que lança mão do recurso é a Globosat, que recentemente pôde atualizar toda sua grade de programação segundo novas regras de classificação etária da Ancine por meio de aplicações criadas com Openshift.

— Sem a ajuda que essa plataforma me deu, eu não conseguiria entregar o que entreguei nos últimos três anos — afirma Fred Ferreira, especialista em arquitetura corporativa da companhia de mídia e entretenimento.

Cristiano Bezerra, da Sulamerica, apresenta os benefícios do Openshift para a seguradora  — Foto: Reginaldo Pimenta Cristiano Bezerra, da Sulamerica, apresenta os benefícios do Openshift para a seguradora  — Foto: Reginaldo Pimenta

Cristiano Bezerra, da Sulamerica, apresenta os benefícios do Openshift para a seguradora — Foto: Reginaldo Pimenta

Presente no evento, a Sulamerica também se beneficiou das soluções em container:

— O Openshift nos permitiu aumentar o número de aplicações que produzimos e simplificou a forma como elas interagem — diz Cristiano Bezerra, representante da seguradora.

Após a passagem pelo Rio, o Containers of Ideas ainda fará duas paradas no Brasil. A primeira em São Paulo, nos próximos dias 6 e 7, e a segunda em Recife, em 22 de novembro. O encontro é uma oportunidade para que executivos troquem experiências e conheçam os próximos passos dos produtos desenvolvidos pela Red Hat, líder mundial em soluções open source. A companhia é parceira de mais de 450 das 500 empresas com maiores faturamentos do mundo.

Thiago Araki, da Red Hat, e Fred Ferreira, especialista em arquitetura corporativa da Globosat, que apresentou case sobre a parceria com a empresa de tecnologia — Foto: Reginaldo Pimenta Thiago Araki, da Red Hat, e Fred Ferreira, especialista em arquitetura corporativa da Globosat, que apresentou case sobre a parceria com a empresa de tecnologia — Foto: Reginaldo Pimenta

Thiago Araki, da Red Hat, e Fred Ferreira, especialista em arquitetura corporativa da Globosat, que apresentou case sobre a parceria com a empresa de tecnologia — Foto: Reginaldo Pimenta

No último dia 28, a IBM anunciou a aquisição da Red Hat por US$ 34 bilhões. Em nota, a Red Hat informou que unir forças com a IBM irá proporcionar um nível maior de escala, recursos e capacidades para acelerar o impacto do open source como base para a transformação digital, além de levar a Red Hat a um público ainda maior - tudo isso preservando a cultura única da empresa e o compromisso inabalável com a inovação open source.

Red Hat
MAIS DO TechTudo