Por Bruno Martins, para o TechTudo


A Astralis foi o time de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) mais vitorioso de 2018. Apesar do calendário competitivo do game da Valve ainda não ter terminado, os dinamarqueses dominaram o cenário durante boa parte do ano. Muitas das suas vitórias, inclusive, foram contra times com brasileiros, como a MIBR e a Team Liquid. Veja, a seguir, como foi o ano da Astralis até novembro de 2018, relembre seus principais torneios, mudanças na line up e pro players de destaque.

Astralis em 2018: relembre conquista dos dinamarqueses em 2018 — Foto: Divulgação/ESL Astralis em 2018: relembre conquista dos dinamarqueses em 2018 — Foto: Divulgação/ESL

Astralis em 2018: relembre conquista dos dinamarqueses em 2018 — Foto: Divulgação/ESL

Ainda com Markus "Kjaerbye" Kjærbye na equipe, a Astralis iniciou o ano em terceiro lugar no ranking da HLTV. No entanto, após a saída do jogador para North, a equipe caiu para o sétimo lugar. A organização contratou o também dinamarquês Emil "Magisk" Reif para a vaga. Os atletas, no entanto, demoraram para se entrosar e tiveram resultados negativos. No dia 19 de março a equipe foi para o oitavo lugar no ranking.

Escalação vitoriosa da Astralis em 2018. Da esquerda pra direita: dupreeh, Xyp9x, gla1ve, dev1ce e Magisk — Foto: Divulgação/ESL Escalação vitoriosa da Astralis em 2018. Da esquerda pra direita: dupreeh, Xyp9x, gla1ve, dev1ce e Magisk — Foto: Divulgação/ESL

Escalação vitoriosa da Astralis em 2018. Da esquerda pra direita: dupreeh, Xyp9x, gla1ve, dev1ce e Magisk — Foto: Divulgação/ESL

A partir desta data, no entanto, a Astralis só cresceu no cenário internacional. Com exceção de uma pequena variação no mês de abril, quando caiu de quarto para quinto, a tendência de ascensão era clara. Perto do final do mesmo mês, a equipe nórdica atingiu o topo do ranking e permanece na posição desde então: são 60 semanas como a melhor equipe do mundo de CS:GO.

Com Magisk na escalação, a Astralis conquistou seu primeiro caneco do ano em abril. Em final disputada contra a Natus Vincere, os dinamarqueses venceram por 2-0 e levantaram o troféu da DreamHack Masters Marseille. O capitão Lukas "gla1ve" Rossander foi o destaque da equipe com 1.52 de Rating 2.0 (nota atribuída a uma equipe ou jogador baseado em diversas estatísticas dentro do jogo), atrás apenas de Aleksandr 's1mple' Kostyliev, que ficou em primeiro lugar no geral.

Astralis com o troféu da DreamHack Masters Marseille — Foto: Divulgação/DreamHack Astralis com o troféu da DreamHack Masters Marseille — Foto: Divulgação/DreamHack

Astralis com o troféu da DreamHack Masters Marseille — Foto: Divulgação/DreamHack

Os três títulos na sequência vieram após vitórias sobre os americanos da Team Liquid nas finais. Na ESL Pro League, a equipe da Dinamarca venceu por 3-1 e levou o troféu para casa. Já nas finais da quinta temporada da ECS e na ELEAGUE Premiere, a conquista veio após vitórias por 2-0. O destaque da Astralis no tricampeonato em cima da Liquid ficou com Nicolai "dev1ce" Reedtz, que não ficou com o primeiro lugar apenas na ESL Pro League quando viu Nikola 'NiKo' Kovač, da FaZe Clan, na liderança.

Em setembro, o principal campeonato da modalidade foi disputado em Londres. O FACEIT Major aterrissou na terra da rainha para mais uma vitória dinamarquesa. Em uma final contra a Natus Vincere, a Astralis venceu por 2-0 e sagrou-se campeã do torneio. Dev1ce foi novamente o destaque da equipe na competição, com Rating de 1.26, mas ficou em terceiro lugar entre os melhores, depois de Denis "electronic" Sharipov e s1mple.

Astralis campeã do segundo Major de 2018 — Foto: Divulgação/FACEIT Astralis campeã do segundo Major de 2018 — Foto: Divulgação/FACEIT

Astralis campeã do segundo Major de 2018 — Foto: Divulgação/FACEIT

Na Blast Pro Series de Istambul, os brasileiros da MIBR tentaram desbancar a equipe da Dinamarca, porém sem sucesso. Apesar de sair derrotada, a tag brasileira valorizou o título dinamarquês com partidas disputadas até a última rodada, com excessão do primeiro mapa. Gla1ve e seus comandados conquistaram o troféu após vitória por 2-1, e dev1ce brilhou novamente com 1.39 de Rating.

Nos dois últimos campeonatos disputados até novembro de 2018 aqui pelos dinamarqueses, dev1ce e seus companheiros foram novamente campeões. Na IEM Chicago, Astralis e Team Liquid se reencontraram para mais uma final. O resultado não foi diferente dos anteriores: 3-0 para a equipe nórdica. O mesmo aconteceu nas finais da ECS Season 6, dessa vez com o MIBR: vitória por 2-0 e consolidação de sua hegemonia no Counter-Strike: Global Offensive no ano de 2018.

De janeiro até novembro de 2018, a Astralis conquistou US$ 2.075 milhões (cerca de R$ 8 milhões em conversão direta) em premiações. Além disso, os dinamarqueses já estão confirmados em dois campeonatos até o final do ano. A equipe irá em busca da defesa do seu título da Pro League, que será disputada em Odense, terra natal dos dinamarqueses, marcada para o início de dezembro. Na sequência, dev1ce e companhia vão à Lisboa para a disputa da Blast Pro Series.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

MAIS DO TechTudo