Por Thomas Schulze, para o Techtudo


Fortnite, PUBG, H1Z1, Paladins e Ring of Elysium entraram para a lista de jogos proibidos na China, país com políticas de controle de conteúdo muito restritas. Eles foram banidos por exibirem “conteúdo vulgar” e “sangue”, elementos vistos como obscenos pelo governo chinês. O “comitê de controle ético em jogos online” foi formado em dezembro de 2018 para monitorar o conteúdo dos games e garantir que eles se adequem às leis e moral vigentes no país. Overwatch e World of Warcraft tiveram alterações de conteúdo recomendadas pelo comitê de ética nacional.

Fortnite e PUBG foram proibidos na China por seu "conteúdo vulgar" — Foto: Divulgação / Epic Games Fortnite e PUBG foram proibidos na China por seu "conteúdo vulgar" — Foto: Divulgação / Epic Games

Fortnite e PUBG foram proibidos na China por seu "conteúdo vulgar" — Foto: Divulgação / Epic Games

A informação foi revelada por usuários do Reddit, que traduziram uma postagem do fórum chinês NGA com a relação completa de jogos que precisam ter seu conteúdo revisto ou imediatamente retirados da circulação comercial. No entanto, ainda não foi confirmado pelas autoridades se o material é realmente um documento oficial do governo chinês.

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Incompatibilidade cultural em pauta

Entre os jogos totalmente proibidos pela presença de conteúdo vulgar e sangue estão H1Z1, Fortnite, Alliance of Valiant Arms, PlayerUnknow’s Battleground, Ring of Elysium e Paladins. Este último com o agravante de apresentar “personagens femininas muito sexualizadas”.

Paladins também foi proibido por apresentar personagens femininas com "pouca roupa" — Foto: Divulgação / Hi-Rez Studios Paladins também foi proibido por apresentar personagens femininas com "pouca roupa" — Foto: Divulgação / Hi-Rez Studios

Paladins também foi proibido por apresentar personagens femininas com "pouca roupa" — Foto: Divulgação / Hi-Rez Studios

Outros jogos sofreram sanções mais brandas, como Overwatch, Diablo, World of Warcraft, Arena of Valor e League of Legends, que receberam apenas pedidos de “ação corretiva” para remover parte do conteúdo considerado ofensivo e com valores incoerentes com a moral da China.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Nenhuma das empresas envolvidas nos possíveis banimentos e correções emitiu comunicados oficiais sobre o assunto até o momento de publicação deste texto. No site Weibo, a versão chinesa do Twitter, a Blizzard emitiu uma postagem negando ter recebido qualquer aviso do governo sobre Overwatch, mas o post foi apagado pouco depois.

Via Dexerto

Não consegue fazer login no Fortnite? Veja a solução no fórum do TechTudo!

Mais do TechTudo