Por Paulo Alves, para o TechTudo


A Mi TV é uma linha de smart TVs da Xiaomi conhecida pelo design sofisticado e preço mais baixo se comparado a modelos de marcas como LG, Samsung e Sony. Com opções de tela 4K e HDR, sistema inteligente e controle remoto com comando de voz, a TV chinesa tende a oferecer bom custo-benefício para quem quer ter uma boa experiência sem precisar pagar tão alto. O produto, no entanto, não é vendido oficialmente no Brasil, obrigando interessados a optar pela importação.

Confira a seguir as principais vantagens e desvantagens de trazer a televisão de fora e saiba se vale a pena comprar no exterior. Vale ressaltar que, atualmente, a Receita Federal cobra um tributo de 60% sobre o valor original de produtos até US$ 3 mil, cerca de R$ 11.640, de acordo com a cotação atual. Acima desse montante, outro tipo de taxa é cobrada.

Xiaomi Mi TV 4 pode oferecer bom custo-benefício para importar — Foto: Divulgação/Xiaomi Xiaomi Mi TV 4 pode oferecer bom custo-benefício para importar — Foto: Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Mi TV 4 pode oferecer bom custo-benefício para importar — Foto: Divulgação/Xiaomi

PONTOS POSITIVOS

1. Design

A Xiaomi comercializa atualmente duas gerações da Mi TV: a Mi TV 3S e a Mi TV 4. Ambas trazem design elegante, com espessura de 4,98 a 9,9 mm. Esses números são semelhantes aos encontrados em alguns smartphones, por exemplo.

Todas as TVs são modulares, com caixa externa que separa o display do restante dos componentes, deixando o painel mais fino e permitindo upgrade de hardware sem precisar trocar o kit inteiro no futuro. O módulo traz ainda uma seleção extensa de portas para conectar outros dispositivos. Ao todo são pelo menos três HDMI, VGA, USB 2.0 e 3.0 e Ethernet, além de entradas e saídas de áudio.

Modelos mais novo da Xiaomi Mi TV 4 tem apenas 4,98 mm de espessura — Foto: Divulgação/Xiaomi Modelos mais novo da Xiaomi Mi TV 4 tem apenas 4,98 mm de espessura — Foto: Divulgação/Xiaomi

Modelos mais novo da Xiaomi Mi TV 4 tem apenas 4,98 mm de espessura — Foto: Divulgação/Xiaomi

2. Imagem e som

Os modelos 3S da fabricante chinesa contam com painel fabricado pela Samsung, marca presente no mercado brasileiro que costuma fabricar TVs com boa qualidade de imagem. As especificações incluem display 4K (3840 x 2160p) com função HDR e imagem a 60 Hz, o que deve garantir movimentos suaves e experiência agradável aos olhos.

A Mi TV conta ainda com as principais tecnologias de áudio da Dolby, como som surround virtual, melhoria nos graves e na reprodução de diálogos, além de ajuste automático de volume, que depende da fonte de áudio. Os aparelhos acompanham um sistema de som próprio, incluindo de dois a quatro subwoofers de 2,5” e dois tweeters. A Mi TV 4 traz também um subwoofer cônico, que promete maior qualidade.

Xiaomi Mi TV tem imagem e áudio de alta qualidade — Foto: Divulgação/Xiaomi Xiaomi Mi TV tem imagem e áudio de alta qualidade — Foto: Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Mi TV tem imagem e áudio de alta qualidade — Foto: Divulgação/Xiaomi

3. Preço

Os televisores da Xiaomi costumam ter preço sempre muito menor se comparado a marcas mais tradicionais. A Mi TV com tela 4K de 75 polegadas pode ser encontrada em sites de importação por cerca de R$ 13 mil. No Brasil, TVs do mesmo tamanho e resolução compatíveis HDR podem até custar menos, mas não são modulares e costumam ter espessura maior. A MU6100 da Samsung, por exemplo, tem preço na faixa dos R$ 9 mil na versão de 75 polegadas, mas conta com espessura de 66 mm, de 6 a 13 vezes mais que as medidas da Mi TV.

Há também modelos menores e mais baratos da TV chinesa. A versão de 49 polegadas Full HD pode ser encontrada por cerca de R$ 4 mil, incluindo todos os recursos de hardware e software das variantes mais robustas.

PONTOS NEGATIVOS

1. Disponibilidade, frete e impostos

A Mi TV é difícil de encontrar até mesmo em sites de importação. Além disso, o frete costuma ser caro demais, dificultando a disponibilidade em marketplaces brasileiros. Dessa maneira, a forma mais fácil de adquirir uma TV da Xiaomi é comprando no exterior e trazendo para o país. Assim, os riscos ficam por conta do usuário, que pode esperar alguma demora na entrega e na liberação após cobradas as devidas taxas. Além disso, o equipamento pode sofrer algum dano, que não tem cobertura por parte de uma transportadora, por exemplo.

2. Garantia e assistência técnica

Como todos os aparelhos importados, a Mi TV adquirida no exterior não conta com garantia nem assistência técnica autorizada no Brasil. Sendo assim, qualquer problema de fábrica obriga o usuário a entrar em contato com a loja para pedir auxílio.

No caso de TVs o problema é pior do que com celulares, já que o próprio transporte do produto pode provocar algum tipo de dano. Por mais que a Mi TV entregue boas funções e design sofisticado por um valor relativamente baixo, o valor continua sendo alto para uma compra que pode causar dor de cabeça.

Mi TV tem design elegante, mas não conta com garantia no Brasil — Foto: Divulgação/Xiaomi Mi TV tem design elegante, mas não conta com garantia no Brasil — Foto: Divulgação/Xiaomi

Mi TV tem design elegante, mas não conta com garantia no Brasil — Foto: Divulgação/Xiaomi

3. Conteúdo e idioma

Mesmo se você estiver disposto a arcar com os custos de importação e o risco de não ter garantia no Brasil, é preciso dar atenção ao sistema que vem instalado na TV. A Mi TV é comercializada com diferentes tipos de softwware, dependendo da versão: o Patchwall, da Xiaomi, ou o Android TV, do Google. Modelos mais novos trazem os dois sistemas, mas a Mi TV 3S pode vir apenas com o sistema próprio da fabricante.

O Patchwall é mais limitado em relação ao Android TV. Embora prometa recomendações baseadas no gosto do usuário e uma série de funções inteligentes, o software da Xiaomi não tem interface em português e tem limitação de idioma e conteúdo. Um problema que pode decepcionar muitos interessados nos modelos é que a Netflix não é compatível com o sistema operacional, por exemplo. Desse modo, caso decida investir em uma Mi TV, é importante escolher um modelo equipado com Android.

Sistema Patchwall tem limitação de idioma e conteúdo — Foto: Divulgação/Xiaomi Sistema Patchwall tem limitação de idioma e conteúdo — Foto: Divulgação/Xiaomi

Sistema Patchwall tem limitação de idioma e conteúdo — Foto: Divulgação/Xiaomi

Qual a melhor TV 4K? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo