Por Thássius Veloso, da redação


O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) abriu inquérito civil público para investigar o suposto vazamento de informações sobre clientes da operadora de TV por assinatura Sky. Seriam 32 milhões de registros expostos, sem necessariamente incluir clientes atuais ou ativos. O caso foi revelado por um pesquisador brasileiro especializado em ambientes digitais.

Na documentação, o MPDFT cita uma série de informações que teriam caído na rede: nome completo, data de nascimento, e-mail, senha de login, endereço de IP, métodos de pagamento, número de telefone e endereço residencial. Além disso, menciona a gravidade dos fatos e a quantidade de clientes potencialmente afetados pelo problema.

O TechTudo procura a operadora desde 29 de novembro, mas a Sky só se manifestou em 13 de dezembro. Em nota, a companhia não confirma nem nega o incidente (confira resposta completa abaixo).

Em inquérito, MP alega que até 32 milhões de clientes da Sky Brasil podem ter sido afetados por vazamento — Foto: Reprodução / MPDFT Em inquérito, MP alega que até 32 milhões de clientes da Sky Brasil podem ter sido afetados por vazamento — Foto: Reprodução / MPDFT

Em inquérito, MP alega que até 32 milhões de clientes da Sky Brasil podem ter sido afetados por vazamento — Foto: Reprodução / MPDFT

Segundo denúncia do pesquisador Fábio Castro, as informações estavam disponíveis na própria internet, bastando usar os filtros do mecanismo de pesquisa Shodan, espécie de buscador especializado em listar os equipamentos conectados à rede mundial.

Dentre eles, havia um grupo de servidores chamado “digital-logs-prd” com os dados. O conjunto de máquinas teria uma configuração incorreta. Ainda segundo Castro, a Sky corrigiu os ajustes depois que ele entrou em contato com a empresa. O pesquisador ressalta que os dados ficaram expostos durante tempo suficiente para que cibercriminosos tivessem acesso.

A Sky é a maior operadora de TV por assinatura via satélite do país, com 5,3 milhões de consumidores.

Sky: 5,3 milhões de clientes de TV por assinatura no Brasil — Foto: Reprodução / Sky Sky: 5,3 milhões de clientes de TV por assinatura no Brasil — Foto: Reprodução / Sky

Sky: 5,3 milhões de clientes de TV por assinatura no Brasil — Foto: Reprodução / Sky

Resposta da Sky

A Sky se manifestou por nota divulgada via e-mail em 13 de dezembro:

“A Sky informa que o caso em questão está sendo analisado e todas as ações apropriadas estão sendo tomadas. A empresa esclarece que os dados de seus clientes estão protegidos e reitera seu compromisso com a segurança da informação. A Sky afirma ainda que irá cooperar com a investigação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios sempre que for solicitada.”

O texto não deixa claro se o vazamento de fato ocorreu.

Dicas de segurança

Confira orientações dadas pelo especialista em segurança digital Fabio Assolini, da Kaspersky Lab, para situações que envolvam vazamento de dados.

  • Deletar contas que não estão mais em uso, como perfis em redes sociais e cadastros em lojas online.
  • Não usar a mesma senha em todas as contas.
  • Lembrar de mudar as senhas caso os dados vazem na internet. Um gerenciador de senhas pode auxiliar neste processo.
  • Ter cautela com e-mails e mensagens que peçam para que o usuário acesse links ou baixe anexos.
  • Realizar backup das informações mais importantes em um HD ou dispositivo independente, como pen drive.

Relembre os celulares que marcaram 2018

Relembre os celulares que marcaram 2018

Mais do TechTudo