Por Mirella Stivani, para o Techtudo


A Microsoft anunciou, nesta quinta-feira (6) em seu blog oficial, que o Microsoft Edge passará por mudanças importantes e adotará a tecnologia base do Chrome. O navegador será reformulado para permitir a instalação em versões mais antigas do Windows, como a 7 e 8, além de ser compatível com macOS, sistema operacional exclusivo da Apple.

Para implementar as modificações, a Microsoft deve adotar o Chromium, que é o projeto de código aberto utilizado por outros browsers, como o próprio Google Chrome e o Opera. Com o novo Microsoft Edge, a empresa espera atingir um número maior de usuários, tornando o navegador compatível com a maioria das páginas disponíveis na Internet.

Novo Microsoft Edge com base do Chrome chegará no Windows e macOS — Foto: Zingara Lofrano/TechTudo Novo Microsoft Edge com base do Chrome chegará no Windows e macOS — Foto: Zingara Lofrano/TechTudo

Novo Microsoft Edge com base do Chrome chegará no Windows e macOS — Foto: Zingara Lofrano/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Atualizações mais rápidas

As mudanças devem ser positivas para usuários do Microsoft Edge. Atualmente, o navegador está diretamente integrado ao Windows 10 e seu update depende da atualização do sistema como um todo. Futuramente, o Microsoft Edge poderá sofrer atualizações com mais frequência e de forma independente da plataforma.

A reformulação do Microsoft Edge também permitirá que ele seja baixado nos computadores da Apple, de maneira que é uma estratégia da Microsoft para alcançar os desenvolvedores que criam páginas baseadas apenas no sistema macOS. Com isso, o navegador pode se tornar tão competitivo como o Google Chrome, que é o browser mais usado no mundo atualmente.

Vale lembrar que o Microsoft Edge pode ser usado em tablets ou iPhones que possuem o iOS, sistema operacional da Apple desenvolvido para dispositivos móveis. Portanto, a reformulação do navegador será voltada exclusivamente aos computadores. Assim que a nova edição do Edge estiver pronta, usuários das versões 7 e 8 do Windows já poderão baixá-la no computador.

O nome Edge será mantido

A Microsoft garantiu que o Microsoft Edge continuará com o mesmo nome e as reformulações significam melhorias ao navegador, e não a substituição por um novo software. Apesar de acrescentar o código aberto do Chromium, as funcionalidades do browser e sua interface continuarão a ser desenvolvidas pela Microsoft, respeitando a tradição da empresa de criar produtos exclusivos.

O lançamento da versão mais recente do Microsoft Edge ainda não tem uma data oficial. Primeiramente, o navegador deve ser testado pelos participantes do programa Windows Insider. Assim que a versão final estiver pronta, será disponibilizada para todos o usuários, o que pode acontecer em 2019.

Como acessar os favoritos do Microsoft Edge no Windows 10? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Novidades do Windows 10

Novidades do Windows 10

MAIS DO TechTudo