Por Taysa Coelho, para o TechTudo


Notch é o nome do recorte na tela dos smartphones, normalmente para abrigar câmeras, sensores e outros componentes. Apesar de a invenção ser atribuída à Apple, o topete foi visto pela primeira vez no Aquos S2, da Sharp, aparelho que chegou ao mercado asiático em 2017. O entalhe bastante discreto, em formato de gota, circunda somente a lente frontal e o receptor de som. Apenas três dias depois, chegou às lojas ocidental o Essential Phone, celular com um notch igualmente discreto, ao contrário do iPhone X. Nas linhas a seguir, saiba curiosidades sobre a característica visual que virou febre entre os celulares.

iPhone X e seu controverso entalhe — Foto: Luciana Maline/TechTudo iPhone X e seu controverso entalhe — Foto: Luciana Maline/TechTudo

iPhone X e seu controverso entalhe — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Qual o motivo do notch?

As fabricantes de celulares estão sempre buscando inovar em funcionalidades, design, material ou cores dos aparelhos. De alguns anos para cá, as companhias têm pesquisado formas de otimizar a superfície dos dispositivos, reduzindo as bordas e dando destaque para o display luminoso. O objetivo é proporcionar mais espaço para fotos, vídeos e conteúdos digitais sem precisar aumentar ainda mais o tamanho dos smartphones. A solução pensada foi criar um recorte no topo da tela, que ocupa menos espaço do que uma borda superior por inteiro.

Aquos S2 é provavelmente o promeiro smartphone com notch — Foto: Divulgação/Sharp Aquos S2 é provavelmente o promeiro smartphone com notch — Foto: Divulgação/Sharp

Aquos S2 é provavelmente o promeiro smartphone com notch — Foto: Divulgação/Sharp

O recorte usado tanto pelo Aquos S2 quanto pelo Essential Phone podia resolver a questão de um display maior, mas eram pouco funcionais. Já a versão criada pela Apple para o iPhone X, apesar de maior, era capaz de abrigar oito componentes: câmera frontal, microfone, alto-falante, câmera infravermelha, sensor de proximidade, sensor de luz ambiente, projetor e iluminação. O recurso ainda dava aos proprietários dois cantos laterais para exibir informações extras, como hora e ícones de notificação.

Apesar de não usar o mesmo modelo de notch, os aparelhos Xiaomi Mi Mix e Mi Mix 2 conseguiram remover todas as bordas laterais e a superior, mantendo somente uma barra inferior, que abrigava a câmera frontal. Essa disposição da lente, entretanto, não foi invenção da companhia chinesa, uma vez que o Sharp Aquos Crystal, lançado em 2014, já oferecia essa proposta de design.

Xiaomi Mi Mix 2 e a câmera frontal na parte inferior — Foto: Divulgação/Xiaomi Xiaomi Mi Mix 2 e a câmera frontal na parte inferior — Foto: Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Mi Mix 2 e a câmera frontal na parte inferior — Foto: Divulgação/Xiaomi

Estilo questionável

O recorte flutuando na parte superior do display não confere um desenho esteticamente perfeito aos smartphones, mas, o fato de poder ampliar a área útil de tela fez com que uma série de fabricantes se inspirassem na solução criada pela Apple. Marcas como Huawei, Google, Asus, LG e Nokia são apenas algumas que aderiram à tendência. A forma como o topete é aplicado em cada celular, entretanto, varia de companhia para companhia.

Huawei P20 Pro tem um entalhe menor que o da Apple — Foto: Divulgação/Huawei Huawei P20 Pro tem um entalhe menor que o da Apple — Foto: Divulgação/Huawei

Huawei P20 Pro tem um entalhe menor que o da Apple — Foto: Divulgação/Huawei

A versão implementada no Google Pixel 3 XL é ironicamente chamada de “banheira” devido às suas proporções, digamos, exageradas. O entalhe ocupa quase duas linhas de ícones de ícones de notificação e o aparelho conta ainda com uma barra inferior, que reduz a tela.

Já modelos como o Huawei P20 Pro, Asus Zenfone 5 e LG G7 oferecem notches mais compactos do que o utilizado pela Apple em seus smartphones, mas acabam por ser menos funcionais. Há ainda empresas que se recusam a utilizar o recurso, como é o caso da Samsung, que no Galaxy S9 reduziu ao máximo as laterais e deixou as bordas superiores e inferiores bem menores que nos dispositivos anteriores.

Não para por aí

Parece que o notch deixou de ser somente uma tendência para se tornar uma espécie de regra. As empresas vêm investindo em designs que reduzem ao máximo as bordas para obter um maior aproveitamento da área disponível como tela. Os anúncios dos próximos anúncios do mercado, inclusive, dão a entender que em futuro próximo os polêmicos entalhes devem desaparecer.

Galaxy A8S tem câmera frontal na tela e traseira tripla — Foto: Divulgação/Samsung Galaxy A8S tem câmera frontal na tela e traseira tripla — Foto: Divulgação/Samsung

Galaxy A8S tem câmera frontal na tela e traseira tripla — Foto: Divulgação/Samsung

Em dezembro, Samsung e Huawei apresentaram o Galaxy A8 e Honor View 20, celulares que dispensam o recorte em detrimento de um pequeno orifício que abriga a câmera. Chamado de Infinity-O pela Samsung, o buraquinho fica situado na parte superior esquerda do display. Por enquanto, o Galaxy A8S está confirmado somente na China, enquanto o Honor View 20 deve chegar ao mercado global somente em janeiro. Eles trazem uma nova acepção do que é o notch.

Relembre os celulares que marcaram 2018

Relembre os celulares que marcaram 2018

MAIS DO TechTudo