Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A gigante chinesa Xiaomi esquentou a disputa pelo primeiro smartphone com 5G do mundo. A companhia revelou uma edição especial do celular Mi Mix 3 com a nova forma de internet móvel. Especialistas do setor afirmam que as velocidades podem ser até 50 vezes mais velozes que no atual 4G. A conectividade com o novo padrão de redes 5G se dá por meio de um modem Snapdragon X50, da Qualcomm. O smartphone também traz o recém-lançado processador Snapdragon 855, o que faz do Mi Mix 3 5G o primeiro produto com o chip anunciado nesta semana nos Estados Unidos.

Mi Mix 3 5G repete design com câmera deslizante — Foto: Divulgação / Xiaomi Mi Mix 3 5G repete design com câmera deslizante — Foto: Divulgação / Xiaomi

Mi Mix 3 5G repete design com câmera deslizante — Foto: Divulgação / Xiaomi

A evolução para as redes 5G garante ao telefone acesso a velocidades de até 2 Gb/s (gigabits por segundo), desde que usado em ambientes que ofereçam suporte ao 5G. Estados Unidos, nações da Europa e Coreia do Sul estão entre os países que começam a implementar a tecnologia, atualmente em caráter embrionário.

Além de promover a chegada do modem X50, fundamental para o 5G, o Snapdragon 855 ocupa o lugar do Snapdragon 845 como processador mais avançado da Qualcomm. A promessa é de desempenho até 45% superior. Para chegar a este resultado, a companhia emprega arquitetura de 7 nanômetros, a mesma utilizada pela Apple e Huawei, entre outros gigantes do setor.

Xiaomi pretende colocar o celular à venda na Europa já nos primeiros meses de 2019 — Foto: Divulgação / Xiaomi Xiaomi pretende colocar o celular à venda na Europa já nos primeiros meses de 2019 — Foto: Divulgação / Xiaomi

Xiaomi pretende colocar o celular à venda na Europa já nos primeiros meses de 2019 — Foto: Divulgação / Xiaomi

O Mi Mix 3 5G repete design e especificações técnicas da edição anterior, anunciada em novembro. Ele se destaca pela tela de 6,4 polegadas que ocupa toda a frente, com direito a taxa de aproveitamento de 93.4%. As câmeras dependem de um mecanismo deslizante, tal qual têm feito outras chinesas do ramo de telefonia.

Com bateria de 3.200 mAh e com Android 9 (Pie) de fábrica, o smartphone entra na briga para se tornar o primeiro celular com 5G no mercado. A internet móvel deve chegar ao Brasil somente em 2020, conforme estimativa de operadoras. Já a Xiaomi não atua não atua oficialmente em território nacional desde 2017.

Relembre os celulares que marcaram 2018

Relembre os celulares que marcaram 2018

MAIS DO TechTudo