Placas

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A AMD anunciou, no último domingo (6), a nova geração dos processadores Ryzen 3000 para notebooks. A novidade foi lançada pouco antes da CES 2019, evento de tecnologia que acontece entre 8 e 11 de janeiro em Las Vegas, nos Estados Unidos. Além disso, a empresa chega pela primeira vez nos Chromebooks, com uma nova linha de APUs da série A. Segundo a fabricante, os produtos devem aparecer em lançamentos de grandes marcas ao longo do primeiro trimestre do ano.

AMD usa arquitetura Zen revisada nos novos processadores Ryzen, Athlon e nas APUs para Chromebooks — Foto: Divulgação/AMD

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Os novos Ryzen chegam com o reforço de uma arquitetura Zen revisada, que promete capacidade de processamento até 52% superior à geração anterior das CPUs. Os modelos são acompanhados de GPUs Vega, contando com a mesma tecnologia das placas Radeon Vega 64. A fabricante afirma, por exemplo, que o Ryzen 7 3700U é 29% mais rápido do que o Core i7 8550U para edições de vídeo.

A AMD promete ainda que autonomia não deve ser um problema em modelos equipados com seus novos produtos. A marca fala em cerca de 10 horas de energia para assistir a vídeos, tempo que pode variar de acordo com as especificações do computador.

Segunda geração Ryzen para notebooks

Processador Velocidade Núcleos/Threads GPU e núcleos Velocidade da GPU Cache TDP
Ryzen 3 3200U 2,6 a 3,5 GHz 2 núcleos/4 threads Vega com três núcleos 1.200 MHz 5 MB 15 watts
Ryzen 3 3300U 2,1 a 3,5 GHz 4 núcleos/4 threads Vega com seis núcleos 1.200 MHz 6 MB 15 watts
Ryzen 5 3500U 2,1 a 3,7 GHz 4 núcleos/8 threads Vega com oito núcleos 1.200 MHz 6 MB 15 watts
Ryzen 5 3550H 2,1 a 3,7 GHz 4 núcleos/8 threads Vega com oito núcleos 1.200 MHz 6 MB 35 watts
Ryzen 7 3700U 2,3 a 4,0 GHz 4 núcleos/8 threads Vega com dez núcleos 1.400 MHz 6 MB 15 watts
Ryzen 7 3750H 2,3 a 4,0 GHz 4 núcleos/8 threads Vega com dez núcleos 1.400 MHz 6 MB 35 watts

O único dual-core da linha é o Ryzen 3 3200U, contando com velocidades de 2,6 a 3,5 GHz e com placa de vídeo Vega. Embora não classifique esses processadores como gamers, a AMD ressaltou que os Ryzen 7, equipados com mais núcleos Vega, devem rodar sem problemas títulos de esports com gráficos menos exigentes, como Fortnite e Rocket League, entregando mais de 60 frames por segundo em resolução HD.

Outro destaque fica por conta dos modelos Ryzen 5 3550H e Ryzen 7 3750H. Esses processadores contam com TDP a 35 Watts, e devem ser as opções da fabricante para workstations móveis e notebooks gamer, mais ou menos na mesma linha dos processadores da Intel com "H" no nome.

Asus TUF Gaming FX505DY é um dos primeiros laptops com o Ryzen 5 3550H — Foto: Divulgação/Asus

Além do Ryzen 3, a marca também anunciou para o mercado de entrada o Athlon 300U, processador dual-core com velocidades de 2,4 a 3,3 GHz. Assim como os outros chips, o modelo vem equipado com GPU Vega de três núcleos de 1.000 Mhz de velocidade.

AMD nos Chromebooks

Acer e HP revelaram os primeiros Chromebooks com processador AMD — Foto: Divulgação/AMD

A AMD criou uma nova linha de APUs da série A para os Chromebooks, marcando sua estreia em dispositivos desse tipo. Serão dois modelos: o A6 9220C e o A4 9120C.

O primeiro é o mais avançado, contando com dois núcleos e chegando a velocidades entre 1,8 e 2,7 GHz. A APU traz ainda uma antiga GPU Radeon R5, que pode chegar aos 720 MHz. O segundo modelo também é dual-core, com velocidades entre 1,6 e 2,4 GHz. O chip também traz uma GPU básica, a Radeon R4, com 600 MHz de velocidade.

Acer e HP já revelaram os primeiros Chromebooks do mercado a usarem os processadores da AMD. Vale lembrar que o formato de APU era dominado, até então, pela Intel, concorrente direta da marca.

Existe "gargalo" entre processador e placa mãe? Descubra no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo