Por Raquel Freire, para o TechTudo


A Apple deve abandonar o painel de LCD no iPhone a partir de 2020. A mudança, segundo o jornal norte-americano The Wall Street Journal, teria sido tomada para dar espaço às telas com painel OLED, atualmente presente no iPhone X, iPhone XS e iPhone XS Max.

A expectativa é de que o sucessor do iPhone XR, esperado para este ano, seja o último celular da marca a trazer a tela de cristal líquido. Por ora, são informações de bastidores; nada foi oficializado pela empresa da maçã.

Sucessor do iPhone XR (foto) deve ser o último a vir com painel de LCD, segundo WSJ — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Sucessor do iPhone XR (foto) deve ser o último a vir com painel de LCD, segundo WSJ — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Sucessor do iPhone XR (foto) deve ser o último a vir com painel de LCD, segundo WSJ — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

As telas de LCD vêm paulatinamente saindo de cena nos últimos tempos. Com menos definição e contraste do que os paineis OLED, esses displays têm menos apelo para um público interessado em entretenimento no celular, como direito a filmes, séries e jogos, entre outros.

O OLED possibilita que cada pixel seja iluminado de forma individual, proporcionando mais nitidez, cores vivas, e, em alguns casos, economia de energia. A tecnologia também chama a atenção pela flexibilidade de design.

A expectativa é de que o iPhone XR seja um dos últimos a trazer a tecnologia. Anunciado no Brasil em novembro de 2018, o celular tem tela de 6,1 polegadas – comercialmente conhecida como Liquid Retina – com resolução de 1792 x 828 pixels. O smartphone está disponível com preço sugerido entre R$ 5.199 e R$ 5.999.

Relembre os celulares que marcaram 2018

Relembre os celulares que marcaram 2018

MAIS DO TechTudo