Por Taysa Coelho, para o TechTudo


Os AirPods, fones de ouvido sem fio da Apple, podem ser usados para ouvir conversas sem que ninguém perceba. A função "Live Listen" ("Escuta ao vivo", em tradução livre) do iPhone (iOS) permite ao portador do periférico "espionar" outras pessoas mesmo que esteja em outro ambiente. O recurso viralizou depois que um usuário do Twitter compartilhou como realizar o procedimento. De acordo com ele, basta ativar a opção, deixar o iPhone perto de quem você quer escutar e, claro, colocar os fones.

No entanto, o recurso não foi criado com essa finalidade pela empresa. A ideia original era ajudar pessoas com problemas de audição a terem mais acessibilidade. Dessa forma, o mecanismo do software habilita que o iPhone com iOS 12 funcione como um microfone direcional e os AirPods se tornem captadores desse áudio, com o intuito de atuar semelhante a um aparelho auditivo, em situações de muito barulho.

AirPods podem ser usados para espionar e como walkie-talkie — Foto: Thássius Veloso/TechTudo AirPods podem ser usados para espionar e como walkie-talkie — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

AirPods podem ser usados para espionar e como walkie-talkie — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Apesar de a função existir desde setembro de 2018, a publicação na rede social sobre seu uso para fins duvidosos tem feito sucesso. O post foi retuitado mais de 50 mil vezes e recebeu mais de 152 mil curtidas. Além de espionar terceiros, o perfil destaca a possibilidade de usá-lo como um rádio transmissor e também para fraudar resultados de provas (com a indicação de respostas por uma pessoa do lado de fora da sala do exame), o que é crime.

Vale ressaltar que a espionagem fere o direito à privacidade individual, defendido pela Organização das Nações Unidas (ONU) por meio da Declaração Universal dos Direitos Humanos. No Brasil, a questão é Lei e está presente no quinto artigo da Constituição.

A Apple ainda não se pronunciou sobre o caso. Mas é provável que a empresa realize mudanças para que o modo de escuta ao vivo não seja usado de qualquer outra maneira que não a planejada inicialmente para ele: ajudar pessoas com dificuldades de audição. No início do ano passado, a empresa confessou falha nos processadores dos sistemas iOS e macOS. Como modo de reparação, atualizações para corrigir os erros foram disponibilizadas na época.

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Mais do TechTudo