Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Lançamento de 2017, o iPhone X pode aparecer novamente em 2019, desta vez com um notch mais discreto no topo da tela, dentre outras novidades. É a aposta do analista de mercado Jean Baptiste Su em artigo publicado no portal da Forbes. O especialista também sonha com a volta do leitor de impressões digitais aos celulares da Apple e a chegada da porta USB-C no lugar da Lightning, seguindo o que ocorreu com o iPad Pro em 2018.

O analista acredita que as vendas abaixo do esperado dos novos iPhones XR, iPhone XS e iPhone XS Max vão encorajar a companhia a buscar novidades para a nova linha de smartphones. Por ora, a Apple não deu nenhum indicativo oficial do que pretende anunciar neste ano.

iPhone X seria relançado em versão mais em conta com leitor de digitais na tela e notch mais discreto — Foto: Thássius Veloso/TechTudo iPhone X seria relançado em versão mais em conta com leitor de digitais na tela e notch mais discreto — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

iPhone X seria relançado em versão mais em conta com leitor de digitais na tela e notch mais discreto — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A escolha por um notch mais discreto poderia ser uma forma da Apple resgatar o interesse de quem se afastou dos aparelhos da marca por considerar a linguagem atual de design, inaugurada por aquela que seria a primeira versão do iPhone X, desinteressante exatamente pelo grande recorte no topo da tela.

A opção que não agrada a todos vem sendo contornada por outras marcas, que usam recortes mais discretos ou simplesmente adotam mecanismos deslizantes.

Baptiste acredita que mudanças assim serão uma forma da Apple recuperar o apelo diante do consumidor em mercados emergentes, em que os produtos da marca registram desempenho aquém do esperado. O analista credita a queda nas vendas a diversos fatores, mas destaca que o consumidor tem preferido aparelhos com Android que, mais poderosos e com design mais atraente, custam menos que os novos iPhones.

iPhone X: testamos o celular e respondemos as suas perguntas

iPhone X: testamos o celular e respondemos as suas perguntas

A inclusão de um leitor de digitais sob a tela, recuperando o Touch ID nos iPhones, também colocaria os futuros telefones da maçã em linha com o que os smartphones mais inovadores de marcas como Huawei, OnePlus e Vivo vem oferecendo no mercado chinês, principal motivo da queda de faturamento da Apple no último ano.

De todas as apostas de Baptiste, talvez a mais factível seja a troca da porta Lightning pelo USB-C, posto que os modelos de iPad Pro do ano passado foram por esse caminho. O uso do USB-C favoreceria a compatibilidade dos novos smartphones com uma série de acessórios, como carregadores de bateria, além de diminuir a necessidade de adaptadores e dongles.

Via Forbes

Mais do TechTudo