Placas

Por Aline Batista, da Redação, e Luciana Maline*, da CES 2019, em Las Vegas


A Nvidia revelou a nova placa de vídeo GeForce RTX 2060, nesta segunda-feira (7). O modelo, que se destaca pelo preço mais acessível, vem preparado para ray tracing, uma técnica de renderização de gráficos 3D por computadores, e faz uso de inteligência artifical para oferecer jogos com alta qualidade. A GPU tem preço de US$ 349 (cerca de R$ 1.300, em conversão direta, sem impostos) e estará disponível a partir do dia 15 de janeiro.

Além da RTX 2060, a fabricante anunciou a chegada da linha GeForce RTX para notebooks. Até então, as placas de vídeo da família RTX eram exclusivas para desktops, mas a partir de 29 de janeiro, os consumidores poderão encontrá-las também em laptops. As novidades reveladas durante a CES 2019, feira de tecnologia que acontece em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

CEO da Nvidia, Jensen Huang, mostra a nova placa  — Foto: Luciana Maline/ Techtudo CEO da Nvidia, Jensen Huang, mostra a nova placa  — Foto: Luciana Maline/ Techtudo

CEO da Nvidia, Jensen Huang, mostra a nova placa — Foto: Luciana Maline/ Techtudo

GeForce RTX 2060

A nova GeForce RTX 2060 promete gráficos de alta qualidade, característica de modelos mais caros, por um preço acessível. De acordo com a fabricante, ela oferece performance até 60% mais rápida do que a geração anterior, GTX 1060, e também é mais veloz do que a GTX 1070 Ti. Para isso, a GPU combina a tecnologia ray tracing com inteligência articial, além de usar arquitetura turing, a mesma das placas Quadro RTX.

A RTX 2060 vem equipada com memória GDR6 de 6 GB e 240 Tensor Cores, capazes de acelerar o desempenho da GPU. Outra característica da nova placa é o técnia de antisserilhado DLSS (Deep Learning Super Sampling, em inglês), que promete gráficos de alta qualidade. De acordo com a Nvidia, a placa é capaz de rodar o jogo Battlefield 5 com ray tracing em até 60 frames por segundo.

Com preço de US$ 349 (cerca de R$ 1.300, em conversão direta, sem impostos), a GPU estará disponível no mundo inteiro a partir do dia 15 de janeiro. O modelo é compatível com computadores de marcas como Acer, Dell, HP e Lenovo. Por tempo limitado, a Nvidia vai dar os jogos Anthem ou Battlefield 5 para os usuários que comprarem a RTX 2060.

CEO da Nvidia, Jensen Huang, revela novidades durante a CES 2019 — Foto: Luciana Maline/TechTudo CEO da Nvidia, Jensen Huang, revela novidades durante a CES 2019 — Foto: Luciana Maline/TechTudo

CEO da Nvidia, Jensen Huang, revela novidades durante a CES 2019 — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Ray tracing e inteligência artificial

Ray tracing é uma técnica de renderização de imagens que simula efeitos de luz, sombra e contrastes em jogos. Essas características só podem ser observadas em espaços reais, por isso, a tecnologia promete deixar os cenários em games mais realistas e imersivos, com qualidade cinematográfica.

Apresentação da Nvidia mostra efeitos da nova geração do ray tracing em jogos — Foto: Luciana Maline/TechTudo Apresentação da Nvidia mostra efeitos da nova geração do ray tracing em jogos — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Apresentação da Nvidia mostra efeitos da nova geração do ray tracing em jogos — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Para a nova geração das placas de vídeo, a empresa vem combinando o ray tracing com inteligência artificial. Enquanto a tecnologia simula os efeitos no game, a inteligência artificial entende e aprende como reproduzir a imagem da melhor forma. Assim, é possível conseguir melhorias na transmissão em tempo real de ambientes com reflexos, áreas iluminadas, sombras e animações faciais, por exemplo.

Notebooks com placas de vídeo GeForce RTX

As novas placas de vídeo estarão presentes em 40 novos modelos de notebook. — Foto: Luciana Maline/ Techtudo As novas placas de vídeo estarão presentes em 40 novos modelos de notebook. — Foto: Luciana Maline/ Techtudo

As novas placas de vídeo estarão presentes em 40 novos modelos de notebook. — Foto: Luciana Maline/ Techtudo

Durante a conferência, a Nvidia também anunciou a chegada de mais de 40 modelos de notebooks com placas de vídeo GeForce RTX 2060, 2070 e 2080, disponíveis em mais de 100 configurações diferentes. Os laptops estarão à venda a partir do dia 29 de janeiro e também virão com a nova geração da tecnologia ray tracing com inteligência artificial. A empresa promete não interferir no design dos modelos, mantendo o visual fino e silencioso. Além disso, graças a uma tecnologia da Nvidia, a bateria dos dispostivos deve durar duas vezes mais. De acordo com o CEO da companhia, Jensen Huang, os notebooks são perfeitamente capazes de substituirem desktops.

CEO da Nvidia, Jensen Huang, mostra notebook com placa de vídeo GeForce RTX 2080 — Foto: Luciana Maline/ Techtudo CEO da Nvidia, Jensen Huang, mostra notebook com placa de vídeo GeForce RTX 2080 — Foto: Luciana Maline/ Techtudo

CEO da Nvidia, Jensen Huang, mostra notebook com placa de vídeo GeForce RTX 2080 — Foto: Luciana Maline/ Techtudo

Monitor BFGD

Outra novidade anunciada pela fabricante na CES 2019 é um monitor gamer de 65 polegadas com a tecnologia G-Sync HDR. O modelo tem resolução 4K, frequência de 144 Hz, que reproduz imagens a 120 quadros por segundo, e HDR com 1000 nits de definição. O BFGD (sigla para Big Format Gaming Displays, em inglês) foi desenvolvido pela Nvidia em parceria com as fabricantes Acer, Asus e HP.

Além disso, o dispositivo tem integração com o sistema Android TV e poderá ser usado para outras formas de entretenimento, como Netflix e YouTube. O monitor já está em pré-venda pela HP e deve ser anunciado em breve pelas outras empresas. A previsão é de que o produto esteja disponível em fevereiro, mas a companhia não deu detalhes sobre os lugares e sobre preço.

Ainda em relação a monitores, a companhia anunciou a expansão da tecnologia G-Sync para outros modelos. O recurso ajuda a corrigir problemas de renderização em jogos e tende a apresentar imagens mais fiéis. Durante a conferência, a Nvidia prometeu que vai testar diversos monitores e que os dispositivos compatíveis terão o recurso habilitado automaticamente por meio do driver GeForce.

*A jornalista viajou para a CES 2019, em Las Vegas, a convite da Qualcomm

Qual placa de video compensa comprar? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo