Por Rodrigo Fernandes, para o TechTudo


O Tinder foi lançado em 2012 e, desde então, vem acumulando curiosidades. O fato mais recente aconteceu no Brasil, com o lançamento da música Jenifer, do cantor Gabriel Diniz. Na letra, ele explica que conheceu a moça através do aplicativo. A canção está no topo da lista de mais tocadas do país nas rádios e apps de streaming, como Spotify, Deezer e YouTube, e fez as buscas pelo serviço de namoro aumentarem no Google na última semana.

O TechTudo explica a seguir por que o termo "o que é Tinder" está crescendo no Google Trends e traz mais cinco curiosidades sobre o aplicativo de namoro mais famoso do mundo.

Clipe da música Jenifer, do cantor Gabriel Diniz, já ultrapassou as 70 milhões de visualizações no Youtube — Foto: Reprodução/G1 Clipe da música Jenifer, do cantor Gabriel Diniz, já ultrapassou as 70 milhões de visualizações no Youtube — Foto: Reprodução/G1

Clipe da música Jenifer, do cantor Gabriel Diniz, já ultrapassou as 70 milhões de visualizações no Youtube — Foto: Reprodução/G1

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. O sucesso de Jenifer

Lançada em setembro de 2018 pelo cantor de forró Gabriel Diniz, a música Jenifer alcançou o topo das rádios do Brasil entre o fim de dezembro e início deste ano. No refrão, o cantor explica a uma ex-namorada ciumenta que conheceu a tal Jenifer no Tinder. A melodia "chiclete" fez com que o público passasse a procurar pelo aplicativo na Internet.

O pico de buscas pelo termo “Tinder” registrado no Google Trends aconteceu no último dia 6 e tem grande volume de pesquisa em todo o país. Ainda de acordo com os resultados do Google, as buscas pelo app estão, em sua maioria, relacionadas à canção. O termo “O que é Tinder?” também é um dos mais procurados no período, e demonstra que muitas pessoas não conhecem o aplicativo.

Música "Jenifer" impulsionou as buscas sobre o Tinder no Google — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes Música "Jenifer" impulsionou as buscas sobre o Tinder no Google — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Música "Jenifer" impulsionou as buscas sobre o Tinder no Google — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Coincidentemente ou não, o serviço de namoro também apresenta destaque nas lojas de aplicativo da Apple e do Google. Na Play Store, o aplicativo é o mais pesquisado atualmente na seção “Top gratuitos”. Na App Store, o serviço está na lista de mais baixados, à frente de Twitter e Snapchat.

2. Brasileiros usam mais o Tinder terça-feira à noite

O Tinder emitiu um relatório com o comportamento dos brasileiros na plataforma em 2018. O dia que registrou maior utilização do app no país foi 12 de junho, Dia dos Namorados. De acordo com o estudo, o dia da semana mais popular são as terças-feiras, às 22h. O mês de janeiro foi o que registrou uso mais intenso por aqui.

Os perfis mais bem-sucedidos foram os bombeiros, salva-vidas, médicos, atletas e músicos. Os termos mais usados na biografia como interesses pessoais foram “bar”, “viagens”, “festas”, “cozinha” e “memes”. As comidas e bebidas mais utilizadas foram cerveja, vinho, pizza, drinks e massas, enquanto a Netflix foi a primeira colocada em interesses relacionados à televisão. O emoji mais utilizado na bio dos usuários do Brasil foi o de "piscadinha" (😉).

Dia dos Namorados foi a data em que os brasileiros mais usaram o Tinder em 2018 — Foto: Reprodução/Tinder Dia dos Namorados foi a data em que os brasileiros mais usaram o Tinder em 2018 — Foto: Reprodução/Tinder

Dia dos Namorados foi a data em que os brasileiros mais usaram o Tinder em 2018 — Foto: Reprodução/Tinder

3. Quase 4 milhões de usuários

O Tinder está presente em mais de 190 países, com aproximadamente 3,8 milhões de usuários. O aplicativo registra 1,6 bilhão de swipes (deslizadas para o lado realizada ao avaliar um pretendente) por dia. De acordo com a plataforma, o app já acumulou mais de 30 bilhões de matches até hoje.

4. É possível desfazer um match

No Tinder, o "match" é quando duas pessoas curtem a foto uma da outra e, assim, podem começar a conversar. No entanto, uma das funções do app que pouca gente conhece é a possibilidade de desfazer o match. Caso o usuário se arrependa de começar uma conversa ou relação online com alguém, é possível descombinar os perfis e impedir que a pessoa envie novas mensagens. O recurso também é útil nos casos em que o usuário deu um like por engano em um perfil. Para realizar a ação, basta abrir o chat com a pessoa e ir nas opções. Em seguida, selecionar a opção de descombinar.

Tinder permite desfazer um match — Foto: Reprodução/TechTudo Tinder permite desfazer um match — Foto: Reprodução/TechTudo

Tinder permite desfazer um match — Foto: Reprodução/TechTudo

5. Planos pagos

O Tinder tem dois planos pagos que oferecem recursos extras na hora da paquera. Com o Tinder Plus, que custa a partir de R$ 8,16, o usuário tem curtidas ilimitadas, acesso ao serviço Passaporte, Super Likes adicionais, e ainda pode usar o “Voltar” para dar uma segunda chance a alguém que avaliou negativamente.

Já no plano Tinder Gold, o usuário tem acesso a um recurso que pode ajudar a escolher os pretendentes: é possível ver quem curtiu seu perfil. Além de agrupar todas as funções extras do Tinder Plus, o usuário recebe 5 Super Likes por dia. A assinatura custa a partir de R$ 12,08.

6. É proibido postar nudes

Apesar de ser um aplicativo voltado para relacionamentos, as diretrizes de comunidade do Tinder estabelecem regras para manter um ambiente saudável dentro da plataforma. Uma das proibições é a publicação de fotos com nudez ou que mostrem conteúdo sexual explícito. De acordo com as regras de conduta, são proibidas fotos em poses consideradas sensuais demais, roupas íntimas provocantes, brinquedos eróticos ou imagens com posições obscenas ou pornográficas. Caso o usuário descumpra a norma, pode ser banido definitivamente do aplicativo.

Via Tinder (1 e 2) e G1

App Spy Likes, para o Tinder, funciona mesmo? Comente no Fórum do TechTudo.

O que é e como funciona o Tinder

O que é e como funciona o Tinder

MAIS DO TechTudo