Por Bruna Telles, para o Techtudo


Overwatch recebeu o Ano Novo Lunar, ou o “Ano do Porco”, na última quinta-feira (24). O evento sazonal que comemora o Ano Novo Chinês,acaba no dia 18 de fevereiro e trouxe modos de jogo exclusivos e skins inéditas para alguns personagens. Além das novidades, o game também recebeu correções de bugs e balanceamentos de heróis. Confira, a seguir, o que muda com o update 1.32.1.1 e como ele pode impactar o metagame.

OVerwatch: a segunda atualização de 2019 trouxe novas skins e alguns balanceamentos ao jogo — Foto: Divulgação/Blizzard

Mudança geral

A armadura dos heróis reduzia o dano em cinco, mas agora essa redução será de três. Segundo a Blizzard, a armadura geral estava muito forte, sobretudo em casos de heróis curados rapidamente e com frequência. Por sua vez, personagens que disparam de forma rápida ou em rajadas poderão causar um pouco mais de dano. Com a mudança, a desenvolvedora quer facilitar o confronto contra inimigos com muita armadura.

Correções de bugs

Heróis

  • McCree: corrigido o problema que causava uma distorção no modelo do personagem quando ele usava o Rolamento para direita com o visual Sherlock equipado;
  • Tracer: corrigido o problema que fazia a Bomba Eletromagnética detonar no lado errado da Barreira Protetora da Orisa quando era colocada na frente;
  • Wrecking Ball: corrigido o problema que impedia o PEM da Sombra desativar as minas de proximidade do Wrecking Ball. Corrigido também o problema que fazia a arma dourada de Wrecking Ball aparecer incorretamente quando certos visuais eram usados.

Jogo Competitivo

  • Corrigido problema que impedia a troca da cor da equipe na barra de progresso da carga depois da transição da rodada.

Mapas

  • Nepal: Corrigido problema que permitia que jogadores capturarem ou contestar o ponto do lado de fora no estágio do Templo do Nepal.

Balanceamento de heróis

Com buff recebido, jogadores de Reaper terão incentivo a um jogo mais agressivo — Foto: Divulgação/Blizzard

Brigitte não está entre os suportes mais utilizados do meta atual, mas tem causado um contratempo nas partidas em que aparece. O Reagrupar às vezes tem efeito bola de neve, tornando difícil enfrentar a vida aumentada dos aliados da personagem antes de ela beneficiar outro. Não à toa a heroína recebeu um nerf que diminuiu a duração do seu Reagrupar. A ideia da Blizzard é tornar essas situações mais contornáveis.

D.Va, um dos três tanques mais utilizados do meta atual, também recebeu um nerf. Sua Matriz de Defesa teve o tempo entre usos aumentado, permitindo os inimigos contornar o ataque.

Reaper não está entre os heróis mais utilizados do meta atual e por isso ganhou um buff. Sua passiva (A Ceifa) causará mais dano, o que deve incentivar o jogo agressivo. O caso acontecerá especialmente contra suportes, com os quais o roubo de vida adicionado será eficiente, pois eles tendem a sofrer mais dano das Espingardas Infernais por conta do tamanho.

Nerf da composição GOATS

O efeito causado pelo Reagrupar da Brigitte pode trazer mudanças aos times que usam a composição GOATS — Foto: Divulgação/Blizzard

Com o nerf, Brigitte deve continuar a não aparecer tanto no meta. D.Va deve manter sua posição de destaque, embora agora peça um uso mais consciente da Matriz de Defesa. Já Reaper pode aparecer mais por conta do buff recebido.

O grande destaque do balanceamento do trio de heróis, entretanto, é que ele pode potencialmente ter nerfado a composição GOATS. A famosa composição utiliza D.Va e Brigitte no time, o que pode nerfar a composição ou, no mínimo, mudar a dinâmica de como os times utilizam o GOATS.

Mais do TechTudo