Por Wallace Nascimento, para o TechTudo


Relembre os celulares que marcaram 2018

Relembre os celulares que marcaram 2018

O ano de 2018 foi bem agitado para o mercado de smartphones. Além dos aguardados lançamentos da Apple e da Samsung, com o Galaxy S9 e os iPhones XS e iPhone XR, o período foi marcado por smartphones que ousaram no design e na busca alternativas para alcançar telas com bordas finas: o Motorola One e LG G7 ThinQ, por exemplo, chegaram ao Brasil com o notch na parte superior, já aparelhos como Galaxy A8S e Huawei Nova 4 inauguraram a câmera dentro da meio da tela, com intuito de alocar a câmera de selfies e evitar bordas na parte frontal. Confira, a seguir, todos aparelhos que marcaram o último ano.

Motorola One

Lançado no país em outubro por R$ 1.499, o Motorola One chamou atenção por trazer um design bem parecido com o iPhone X, da Apple. Com display de 5,9 polegadas e resolução HD+, o dispositivo é o primeiro da marca no Brasil a trazer o polêmico notch. A câmera traseira é dupla, com sensores de 13 e 2 megapixels.

A ficha técnica completa inclui processador Snapdragon 625, de oito núcleos, 4 GB de memória RAM e armazenamento de 64 GB. Atualizado recentemente para o Android 9 (Pie), ele faz parte do programa Android One, que promete atualizações mais rápidas.

Motorola One tem design similar ao do iPhone X — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Motorola One tem design similar ao do iPhone X — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Motorola One tem design similar ao do iPhone X — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Galaxy S9 e S9 Plus

O Galaxy S9 e o Galaxy S9 Plus, da Samsung, desembarcaram em território nacional em março por R$ 4.299 e R$ 4.899, respectivamente. Ambos trouxeram ficha técnica de peso, que inclui processador Snapdragon 845, da Qualcomm, e memória RAM de 4 GB e de 6 GB na edição maior. A tela é de 5,8 polegadas no Galaxy S9 e de 6,2 no modelo Plus.

Além da câmera dupla no Galaxy S9 Plus, os dois estrearam um recurso inédito para a linha: o sistema de abertura variável, que ajusta a abertura da lente de acordo com a iluminação do ambiente.

Galaxy S9 Plus se destaca pela câmera dupla e com abertura variável — Foto: Luciana Maline/TechTudo Galaxy S9 Plus se destaca pela câmera dupla e com abertura variável — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Galaxy S9 Plus se destaca pela câmera dupla e com abertura variável — Foto: Luciana Maline/TechTudo

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR

Os três novos celulares da Apple foram anunciados em setembro de 2018 com o mesmo visual do iPhone X. Eles trouxeram ficha técnica similar, com o processador Apple A12 Bionic, e recursos inéditos, como o suporte a dois chips. A grande novidade foi o iPhone XR, lançado como uma opção mais barata entre os lançamentos. Para isso, ele traz um display LCD de 6,1 polegadas e abriu mão da câmera dupla.

Já o iPhone XS e o iPhone XS Max têm características mais avançadas, como telas OLED de 5,8 e 6,5 polegadas, respectivamente. A resolução também é superior: são 2436 x 1125 pixels na edição menor e 2688 x 1242 pixels no iPhone XS Max. Recentemente, o visor do iPhone XS Max foi considerado um dos melhores do mercado.

Todos contam com o Face ID, o sistema de reconhecimento facial da Apple, e também fotografam com o popular Modo Retrato. Enquanto o iPhone XR é vendo a partir de R$ 5.199 no Brasil, iPhone XS e o iPhone XS Max apostam em um preço ainda mais salgado: R$ 7.299 e R$ 7.999.

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: conheça especificações

iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR: conheça especificações

Blu V XI e Blu V XI Plus

Apesar de ter retornado ao Brasil discretamente, em setembro, a fabricante americana Blu ganhou o noticiário ao anunciar a retirada do nome "Vivo" dos produtos recém-lançados pela marca no país. Por conta de oposição da operadora Vivo, Blu Vivo XI e Blu Vivo Xl Plus se tornaram Blu V XI e Blu V XI Plus em terras brasileiras.

Na ficha técnica, ambos trazem especificações simples que não chamam muita atenção. Com tela de iPhone X, os celulares funcionam com processadores octa-core da MediaTek. O preço sugerido é de R$ 899 e de R$ 1.299, respectivamente.

Blu Vivo XI Plus tem tela de 6,2 polegadas com notch — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Blu Vivo XI Plus tem tela de 6,2 polegadas com notch — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Blu Vivo XI Plus tem tela de 6,2 polegadas com notch — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

LG G7 ThinQ

Depois dos últimos fracassos no mercado de smartphones, a LG ensaiou uma retomada de folêgo com o LG G7 ThinQ. Além do design renovado, o aparelho chegou ao Brasil em julho por R$ 3.999 com especificações chamativas: processador Snapdragon 845, tela com bordas finas QuadHD+ (6,1 polegadas) e câmera dupla de 16 megapixels (f/1.6 e f/1.9).

LG G7 tem Snapdragon 845 — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo LG G7 tem Snapdragon 845 — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

LG G7 tem Snapdragon 845 — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Zenfone 5 e Zenfone 5Z

Anunciado em fevereiro, o Zenfone 5 chocou o público por trazer uma tela de 6,2 polegadas bastante parecida com a do iPhone X. Com resolução Full HD+, o display teve um excelente desempenho na nossa análise. O aparelho desembarcou no país em agosto com o Snapdragon 636, opções com armazenamento de 64 GB e 128 GB e câmera dupla.

Para os mais exigentes, a Asus também apresentou o Zenfone 5Z, variante do aparelho com o Snapdragon 845, mais potente, e opções com 4 GB, 6 GB ou até 8 GB de memória RAM. O Zenfone 5 é vendido atualmente por volta de R$ 2.000, enquanto o Zenfone 5Z sai por cerca de R$ 2.900, a depender da oferta do dia.

Zenfone 5 (esquerda) tem tela maior que a do iPhone X (direita), da Apple — Foto: Thássius Veloso/TechTudo Zenfone 5 (esquerda) tem tela maior que a do iPhone X (direita), da Apple — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Zenfone 5 (esquerda) tem tela maior que a do iPhone X (direita), da Apple — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Galaxy A7 e Galaxy A9

A câmera dupla não é mais uma novidade. Com os novos Galaxy A7 (2018) e Galaxy A9 (2018), a sul-coreana inaugurou seus primeiros aparelhos com diversas câmeras na traseira. Enquanto o Galaxy A7 se destaca pela câmera tripla (24, 8 e 5 megapixels), o Galaxy A9 foi anunciado ostentando quatro sensores de 24 + 8 + 10 + 5 megapixels de resolução.

Ambos saem de fábrica com processadores octa-core de até 2,2 GHz de velocidade. O Galaxy A9, entretanto, leva vantagem pela memória RAM de 6 GB ou 8 GB e pelo armazenamento de 128 GB. Já o Galaxy A7 tem 4 GB de RAM e opções com 64 GB ou 128 GB de memória interna.

O Galaxy A9 (2018) não está à venda no Brasil e não há previsão de lançamento. Já o Galaxy A7 pode ser adquirido no mercado nacional por a partir de R$ 2.199.

Galaxy A9 (2018) tem quatro câmeras na traseira — Foto: Divulgação/Samsung Galaxy A9 (2018) tem quatro câmeras na traseira — Foto: Divulgação/Samsung

Galaxy A9 (2018) tem quatro câmeras na traseira — Foto: Divulgação/Samsung

Galaxy A8S

O Galaxy A8S é o primeiro celular da Samsung com câmera dentro da tela, display chamado de Infinity-O pela fabricante. Ainda não há previsão de chegada no Brasil.

Além da novidade no display LCD de 6,4 polegadas (Full HD+), o aparelho traz ficha técnica intermediária, com direito ao novo Snapdragon 710 e opções de 6 GB ou 8 GB de RAM. As câmeras também são destaque: são três sensores traseiros de 24 + 10 + 5 megapixels e câmera frontal com 24 megapixels.

Galaxy A8S tem câmera frontal dentro da tela — Foto: Divulgação / Samsung Galaxy A8S tem câmera frontal dentro da tela — Foto: Divulgação / Samsung

Galaxy A8S tem câmera frontal dentro da tela — Foto: Divulgação / Samsung

Huawei: P20 Pro, Nova 4 e Honor View 20

As fabricantes chinesas de smartphones também tiveram grande destaque no último ano. A principal foi a Huawei, atual vice-líder no mercado de celulares mundial. Um dos motivos foi o lançamento no Huawei P20 Pro, aparelho com lentes da Leica que surpreendeu por superar a câmera do iPhone XS Max. O dispositivo bateu a marca de 10 milhões de unidades vendidas.

Mais recentemente, a Huawei chamou novamente a atenção pela inovação. Com os novos Huawei Nova 4 e Honor View 20, a companhia inaugura a sua versão câmera de selfies dentro da tela, alocadas em um pequeno orifício na parte superior. Eles ainda têm poderosas câmeras traseiras com sensores de 48 megapixels.

Nova 4 tem tela com furo para câmera de selfies e câmera tripla liderada por sensor de 48 megapixels — Foto: Divulgação/Huawei Nova 4 tem tela com furo para câmera de selfies e câmera tripla liderada por sensor de 48 megapixels — Foto: Divulgação/Huawei

Nova 4 tem tela com furo para câmera de selfies e câmera tripla liderada por sensor de 48 megapixels — Foto: Divulgação/Huawei

Vivo Nex

Outra novidade vinda direto da China foram as câmeras deslizantes. Buscando uma alternativa ao recorte na tela, o Vivo Nex desenvolveu uma tecnologia em que a câmera frontal abre através de um sistema retrátil que aparece apenas quando ela é utilizada. Recurso parecido foi empregado no Oppo Find X, também chinês.

Além da tecnologia, o Vivo Nex se destacou pela estreia do leitor de impressões digitais sob a tela, sem necessidade de encostar o dedo num botão destinado a este fim. A ficha técnica ainda inclui processador Snapdragon 845 e memória RAM de 8 GB.

Vivo Nex: câmera retrátil dispensa 'notch' na tela — Foto: Divulgação/Vivo Vivo Nex: câmera retrátil dispensa 'notch' na tela — Foto: Divulgação/Vivo

Vivo Nex: câmera retrátil dispensa 'notch' na tela — Foto: Divulgação/Vivo

Onda gamer no exterior

Também foi o ano dos celulares gamers ganharem ainda mais recursos e poder de fogo. Um dos principais foi o Razer Phone 2, que chegou 30% mais rápido que a geração anterior. Além da tela com taxa de 120 Hz, o aparelho conta com o processador Snapdragon 845 (com refrigeração líquida) e com o Razer Game Booster, para alavancar a potência.

Outro destaque foi o Asus ROG Phone, que despontou como o smartphone com Android mais rápido do mundo no ranking do AnTuTu em outubro. Assim como o Razer, o processador é o Snapdragon 845 e a memória RAM é de 8 GB. Vale destacar ainda os acessórios exclusivos, como o TwinView Dock, que garante uma segunda tela ao dispositivo.

Razer Phone 2 tem sistema de resfriamento líquido do processador — Foto: Divulgação/Razer Razer Phone 2 tem sistema de resfriamento líquido do processador — Foto: Divulgação/Razer

Razer Phone 2 tem sistema de resfriamento líquido do processador — Foto: Divulgação/Razer

MAIS DO TechTudo