Campeonatos

Por Marcelo Villela, para o TechTudo


SpaceWar foi um dos primeiros jogos de PCs da história dos videogames. Lançado em 1962, o título era uma mistura de game de tiro e estratégia e colocava os jogadores em uma guerra espacial. O título também fez história no competitivo ao fomentar o primeiro campeonato da história dos videogames, que aconteceu em 1972. Relembre, a seguir, o surgimento, torneio e sucesso do clássico SpaceWar.

Gameplay de SpaceWar, game dos anos 60 — Foto: Reprodução/YouTube Gameplay de SpaceWar, game dos anos 60 — Foto: Reprodução/YouTube

Gameplay de SpaceWar, game dos anos 60 — Foto: Reprodução/YouTube

Origem de SpaceWar

SpaceWar foi idealizado por um grupo de estudantes do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos. Entre seus criadores, o nome de Stephen Russell foi o que mais se destacou, mas o grupo contava também com Peter Samson, Dan Edwards, Martin Graetz, Alan Kotok, Steve Piner e Robert Saunders. O jogo, inspirado em uma série de livros de ficção científica do americano E.E. "Doc" Smith, foi criado para atender ao público do MIT.

O jogo foi testado pela primeira no início da década de 1960. Para rodar o game, era necessário usar um supercomputador, chamado de PDP-1. A máquina era do tamanho de uma mesa e o seu valor podia chegar a US$ 120 mil (cerca de R$ 446 mil na cotação atual).

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Torneio

O campeonato de SpaceWar! aconteceu mais de 10 anos após os primeiros testes do jogo. Assim, em 1972 ocorreu a primeira “Olimpíada Intergaláctica de SpaceWar”, na Universidade de Stanford, na Califórnia, EUA. O torneio contou com 20 participantes e foi dividido em três modalidades: “vale tudo” (free for all), competição em time (dois contra dois) e batalha individual.

De acordo com a Revista Rolling Stone, Stewart Brand foi o narrador das partidas. Brand, que era escritor e editor da revista na época, publicou uma matéria onde descrevia o torneio.

Trecho da matéria de Stewart Brand para a Rolling Stone de 1972 sobre o torneio de SpaceWar — Foto: Reprodução/Rolling Stone Trecho da matéria de Stewart Brand para a Rolling Stone de 1972 sobre o torneio de SpaceWar — Foto: Reprodução/Rolling Stone

Trecho da matéria de Stewart Brand para a Rolling Stone de 1972 sobre o torneio de SpaceWar — Foto: Reprodução/Rolling Stone

SpaceWar tinha uma jogabilidade simples e precisava apenas de duas pessoas, dois controles, um display parecido com uma TV e um computador. No entanto, nas olimpíadas realizadas em Stanford, o jogo sofreu algumas mudanças e adquiriu novas dinâmicas para a competição.

No torneio, os jogadores precisavam descobrir qual era a sua nave e assim poderiam eliminar os adversários. A pontuação era dividida da seguinte forma: +1 por eliminação, -1 por morte e +1 por sobreviver em campo. Segundo Brand, o jogo terminava quando restava um ou nenhum jogador na tela. Feito isso, um contador surgia para indicar o início de uma nova batalha.

Sucesso

O sucesso do game inspirou diversos cientistas da computação e transformou o SpaceWar em um marco para a história dos torneios de videogame. Em decorrência disso, o PDP-1, que era utilizado somente para cálculos, se tornou uma máquina capaz de entreter as pessoas e um fenômeno para os visitantes do MIT. Apesar da boa recepção por parte do público, SpaceWar não gerou lucros para seus criadores, uma vez que as outras máquinas da época não suportavam o jogo e o alto preço do PDP-1 não permitiu sua comercialização.

Cinco jogos que marcaram os anos 90

Cinco jogos que marcaram os anos 90

Mais do TechTudo