Por Gabriel Saguias, para o TechTudo


O Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) é um jogo já consagrado no casual e no cenário competitivo. Com tanto sucesso mesmo após anos do seu lançamento, diversos mitos sobre o game da Valve começaram a surgir e geram dúvidas na comunidade até hoje. Mas, afinal, essas teorias têm fundamento ou são falsas? O TechTudo vai desvendar, a seguir, cinco dos maiores mitos e verdades do FPS. As explicações podem ajudar você a ter melhores resultados nas partidas e até subir no ranking.

Mesmo tendo sido lançado há quase dez anos, CS:GO mantém sua tradição e força nos esports — Foto: Divulgação/Valve

Olhar para a bomba no momento da explosão causa menos dano ao jogador?

Mito. Quem joga no matchmaking, principalmente em patentes mais baixas, provavelmente já ouviu essa recomendação de seus companheiros de equipe. Ao contrário do que muitos pensam, virar para a bomba não tem qualquer efeito no dano recebido pela explosão. O dano da c4 é calculado com base na localização do jogador.

Olhar para a explosão não minimiza o dano sofrido por ela — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

Usar resolução 4:3 faz o jogador não ser cegado por flashbangs que não estão na tela?

Mito. A resolução 4:3 é um dos tópicos que mais rende mitos no CS:GO. Com a troca de proporção das resoluções, o fov ("field of view", ou campo de visão) se torna mais estreito, no caso de resoluções 4:3. O efeito prático disso é que o jogador perde visão periférica, ou seja, áreas laterais do monitor passam a não serem vistas. Com isso, algumas flashbangs podem não aparecer na tela ao jogar em 4:3. No entanto, essas flashs continuarão cegando o jogador, pois, para o game, elas ainda estão na sua área de visão.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A flash lançada na área circulada da imagem não é visível na 4:3 (imagem colorida), porém ainda assim cega o jogador — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

Trocar armas para recarregar armas mais rápido funciona?

Mito. Embora funcionasse no CS 1.6, no CS:GO não há nenhum ganho em cancelar a animação do reload. O tempo necessário para sua arma recarregar e ficar pronta para uso é o mesmo para o caso em que a arma é recarregada normalmente. Alguns jogadores profissionais inclusive fazem a troca rápida de armas enquanto recarregam, porém o hábito é algo que ficou eternizado mais como uma mania do que vantagem.

Troca rápida não contribui para um recarregamento mais rápido de suas armas — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

4.Pular pelas chamas da molotov causa menos dano?

Mito. Essa é outra pérola comum do matchmaking. Em teoria, pular pelas chamas da molotov até poderia causar menos dano, já que o contato com o fogo seria menor. Na prática, no entanto, todo jogador que desrespeitou uma molotov sabe que o dano é o mesmo.

Não adianta pular: chamas da molotov podem ocasionar na morte de seu personagem — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

5.Agachar para atirar é mais preciso?

Verdade. No CS:GO, no entanto, o ganho de precisão ao abaixar é muito pequeno. Então, por que os atletas agacham durante o combate com inimigos? A explicação é que, quando se agacha durante um spray, sua mira desce junto com você. Assim, há também uma leve redução no tamanho do spray, o que geralmente garante um maior controle dos disparos.

A precisão aumenta sensivelmente ao agachar, porém este não é o único motivo para atirar dessa maneira — Foto: Reprodução/Gabriel Saguias

Mais do TechTudo