Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Intel NUC e o Mac Mini da Apple são dois tipos de computadores compactos que ocupam pouco espaço, mas ainda assim oferecem alta performance. Esse é o caso dos Mac Mini de última geração e os NUC Hades Canyon, com pegada gamer graças à placa dedicada da AMD.

Embora parecidos no formato e na ideia de computadores diminutos, os produtos apelam para públicos distintos: o Mac Mini é uma opção pronta para usar e tem menores oportunidades de upgrade, enquanto o NUC é mais aberto e destinado a usuários de todos os tipos, inclusive com suporte a upgrades de RAM e armazenamento. A seguir, confira a comparação dos miniPCs da Intel e Apple.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Intel NUC Hades Canyon tem formato que lembra o de um console — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo Intel NUC Hades Canyon tem formato que lembra o de um console — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Intel NUC Hades Canyon tem formato que lembra o de um console — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Design

Em termos de design, os NUCs podem assumir dois formatos: no mais convencional deles, o computador é vendido em case em forma de cubo e sem grandes refinamentos. Já os Hades Canyon, que são as versões mais poderosas e destinadas a games e entretenimento, o formato é bem diferente e lembra um console, como mostra a imagem.

Já o Mac Mini tem um design mais moderno, como é de se esperar de produtos da Apple. Feito de alumínio, o computador tem um visual elegante e discreto, sendo quadrado e relativamente baixo.

Desempenho

Mac Mini 2018 traz processadores da oitava geração da Intel com quatro ou seis núcleos — Foto: Divulgação/Apple Mac Mini 2018 traz processadores da oitava geração da Intel com quatro ou seis núcleos — Foto: Divulgação/Apple

Mac Mini 2018 traz processadores da oitava geração da Intel com quatro ou seis núcleos — Foto: Divulgação/Apple

Na série mais atual de NUCs – que usam processadores de oitava geração – o consumidor encontra variantes com Core i3, i5 e i7, iguais aos oferecidos pela Intel em notebooks. Para cada versão da CPU cabe uma especificação diferente de memória RAM.

A mesma coisa vale para o Mac Mini, que também tem versões com processadores Core i3, i5 e i7. Entretanto, a Apple usa CPUs de desktop no dispositivo e, por isso, eles tendem a oferecer performance maior do que as unidades de notebooks usadas no miniPC da Intel.

Os NUC podem ser vendidos no pacote “barebone”, em que o computador vem sem unidade de armazenamento e memória RAM, ou no formato completo, em que esses componentes fazem parte do pacote. O Mac, por outro lado, já vem pronto para uso, com 128 GB ou 256 GB de SSD e quantidades de memória que começam nos 8 GB e chegam aos 64 GB.

Estética não é uma preocupação tão evidente nos NUC quanto nos Mac Mini — Foto: Divulgação/Intel Estética não é uma preocupação tão evidente nos NUC quanto nos Mac Mini — Foto: Divulgação/Intel

Estética não é uma preocupação tão evidente nos NUC quanto nos Mac Mini — Foto: Divulgação/Intel

A grande exceção em termos de desempenho é o NUC Hades Canyon que, traz a placa de vídeo RX Vega da AMD e tem uma pegada mais gamer. Do ponto de vista da capacidade de processamento gráfico, é uma escolha superior a qualquer Mac Mini que não oferecem placas gráficas dedicadas e dependem exclusivamente das modestas GPUs integradas da Intel. Nós testamos o Hades Canyon em alguns jogos e o computador se deu bem com games em resolução Full HD a 30 FPS.

Recursos extras

Mac Mini é um computador pronto para uso e sem a mesma pegada "faça você mesmo" dos NUCs — Foto: Divulgação/Apple Mac Mini é um computador pronto para uso e sem a mesma pegada "faça você mesmo" dos NUCs — Foto: Divulgação/Apple

Mac Mini é um computador pronto para uso e sem a mesma pegada "faça você mesmo" dos NUCs — Foto: Divulgação/Apple

Os NUC são mais versáteis porque rodam o Windows e são amigáveis a uma instalação de qualquer versão Linux. Não por acaso, esses computadores compactos costumam ser escolhidos em projetos de automação que precisam de hardware mais robusto do que um Raspberry Pi, por exemplo.

Os Mac Mini, por outro lado, têm a vantagem do suporte natural ao macOS e são uma boa opção para atender às necessidades de quem precisa de um desktop com sistema da Apple, mas pode abrir mão da performance mais poderosa – e custo mais alto – dos iMacs e Mac Pro.

NUC Hades Canyon se destaca pelo arsenla de interfaces com suporte a até 13 USBs — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo NUC Hades Canyon se destaca pelo arsenla de interfaces com suporte a até 13 USBs — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

NUC Hades Canyon se destaca pelo arsenla de interfaces com suporte a até 13 USBs — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

O Hades Canyon, no entanto, quebra um pouco esse modelo de aplicação dos NUCs, já que com placa gráfica dedicada e processador mais rápido, o PC tem vocação para entretenimento e games. Essas duas vocações distintas opõe os dois computadores também em outros aspectos. Nos PC da Intel, por exemplo, é possível trocar o SSD, HD ou memória RAM e assim realizar upgrades sazonais no sistema. Já no Mac Mini apenas a RAM pode ser alterada.

Descontadas essas questões de perfil de uso, o Mac Mini desponta com uma vantagem técnica significativa no que diz respeito à oferta do chamado chip T2 de segurança, tecnologia inexistente nos NUC. Além disso, se você já tem outros produtos e usa serviços da Apple, o Mini pode ser uma escolha melhor em virtude da compatibilidade com o ecossistema.

Portas e interfaces

Mac Mini é bem servido de interfaces — Foto: Divulgação/Apple Mac Mini é bem servido de interfaces — Foto: Divulgação/Apple

Mac Mini é bem servido de interfaces — Foto: Divulgação/Apple

Os dois produtos são bem servidos de interfaces. No caso dos NUCs, a quantidade e posição das portas pode variar um pouco de formato a formato, mas em geral o consumidor encontra computadores com USBs – seis nos modelos quadradinhos e 13 no Hades Canyon –, além de disponibilidade de interfaces HDMI e USB-C, inclusive, com Thunderbolt 3. Os computadores têm ainda Ethernet, Wi-Fi e Bluetooth. Nos Hades Canyon, há ainda saída de som Toslink, duas mini DisplayPort para vídeo e duas Gigabit Ethernet.

O Mac Mini não fica atrás e serve o consumidor com quatro Thunderbolts 3 – todas com encaixe USB-C – duas USB 3.0 e interface Gigabit Ethernet. Há ainda HDMI 2.0 para vídeo em 4K e saída para fone de ouvido.

Preço

NUCs de oitava geração são mais difíceis de achar no Brasil — Foto: Divulgação/Intel NUCs de oitava geração são mais difíceis de achar no Brasil — Foto: Divulgação/Intel

NUCs de oitava geração são mais difíceis de achar no Brasil — Foto: Divulgação/Intel

Aqui as coisas ficam mais complicadas, visto que as versões mais recentes dos NUCs ainda não estão disponíveis oficialmente no Brasil. É possível achar apenas modelos de gerações mais antigas e, em geral, bem inferiores à atual série. Os preços precisam ser considerados a partir do dólar e vale considerar questões alfandegárias e de frete. Em todo caso, nos Estados Unidos, um NUC com Core i3 de oitava geração tem preços oscilando na faixa dos US$ 480 (aproximadamente R$ 1.800, em conversão direta, sem impostos).

Já o Hades Canyon com processador Core i7, mas sem memória RAM e SSD, fica em US$ 799 (aproximadamente R$ 2.975). Um NUC no formato de cubo, com i7, SSD de 128 GB e HD de 500 GB e mais 8 GB de RAM sai por US$ 729 no exterior (cerca de R$ 2.710)

Do lado da Apple, o Mac Mini é vendido em caráter oficial no país e os preços começam em R$ 6.999 para a versão com Core i3, 8 GB de RAM e 128 GB de espaço. Outro pacote oferecido pela Apple usa um Core i7 de seis núcleos, 8 GB de RAM e SSD de 256 GB por R$ 9.399.

Como saber se um PC ou notebook é bom? Veja dicas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo