E-readers

Por Thássius Veloso — São Paulo


A geração mais recente do Kindle Paperwhite (lançado nos EUA em outubro de 2018, por isso o nome) finalmente chega ao Brasil: a Amazon anuncia nesta quinta-feira (07) o início das vendas do leitor de e-books. O preço sugerido é de R$ 499 pela edição com armazenamento de 8 GB. Dentre as novidades está a resistência à água – o dispositivo pode ficar submerso por uma hora.

Kindle Paperwhite 2018 tem tela de 6 polegadas — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Kindle Paperwhite 2018 tem tela de 6 polegadas — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Kindle Paperwhite 2018 tem tela de 6 polegadas — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

O Paperwhite mantém a principal característica da linha: a iluminação que torna mais confortável a leitura mesmo quando não há luz ambiente. O novo Kindle conta com cinco LEDs, contra quatro da geração passada. De acordo com o responsável por dispositivos Amazon no Brasil, Jacques Benain, o aumento no brilho é da ordem de 10%, com maior uniformidade na luz do e-ink – a tinta virtual comum aos e-readers.

O Paperwhite ficou mais veloz. Ainda segundo o executivo, os compradores do modelo mais moderno perceberão maior rapidez ao pular para a página seguinte e ao navegar pelo acervo da loja do Kindle. Clientes que comprarem o equipamento terão três meses de assinatura grátis do Kindle Unlimited, espécie de Netflix dos livros com mais de 1,5 milhão de títulos. A saga de Harry Potter faz parte do serviço.

Houve ligeira mudança no design do gadget. Agora ele está mais leve e fino. A superfície frontal não tem mais recuos, como acontecia na geração passada, dando a sensação de que é tudo uma coisa só. O display de 6 polegadas mantém os 300 pixels por polegada, com promessa de boa legibilidade.

Novo Kindle pode ficar submerso em água doce por uma hora — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Novo Kindle pode ficar submerso em água doce por uma hora — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Novo Kindle pode ficar submerso em água doce por uma hora — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

O software tradicional do e-reader da Amazon inclui sincronização de progresso de leitura (chamado de Whispersync), dicas de vocabulário e busca inteligente com referências da Wikipedia. A tela inicial foi remodelada e ficou mais esperta, com a proposta de exibir sugestões mais assertivas para as próximas leituras do usuário.

A resistência à água está mais avançada do que a vista em alguns smartphones, pois o Kindle pode ficar debaixo do líquido à profundidade de 2 metros durante uma hora. A certificação IPX8 indica que o produto não traz proteção especial contra poeira. Cabe lembrar ainda que os testes ocorreram em água doce, e que sempre há risco de oxidação ao afundar equipamentos eletrônicos em água salgada.

Enquanto a edição com 8 GB sai por R$ 499 (R$ 20 a mais que a geração passada), o Kindle Paperwhite de 32 GB é vendido por R$ 649. Benain explica que o equipamento com mais espaço é interessante para os fãs do Audible, marca da Amazon dedicada a audiolivros que, no momento, não tem representação no Brasil. Clientes com conta Amazon baseada nos Estados Unidos conseguem comprar itens do tipo. A transmissão da história falada ao fone de ouvido se dá por Bluetooth.

Linha da Amazon para o Brasil inclui quatro capinhas para proteger Kindle Paperwhite, também conhecido como PPW — Foto: Thássius Veloso / TechTudo Linha da Amazon para o Brasil inclui quatro capinhas para proteger Kindle Paperwhite, também conhecido como PPW — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

Linha da Amazon para o Brasil inclui quatro capinhas para proteger Kindle Paperwhite, também conhecido como PPW — Foto: Thássius Veloso / TechTudo

A Amazon pretende vender quatro capinhas oficiais para o novo Kindle. Os acessórios com acabamento em tecido resistente à água e couro estão disponíveis desde já por R$ 99 e R$ 149, respectivamente. Os cases de tecido simples e couro premium, por R$ 79 e R$ 199, respectivamente, chegam ao mercado ao longo de fevereiro.

Amazon no Brasil: perguntas e respostas

Amazon no Brasil: perguntas e respostas

Mais do TechTudo