Câmeras

Por Juliana Gálico, para o TechTudo


A Canon G7 X Mark II faz parte da linha premium de câmeras compactas da marca. Com sensor CMOS de 20,1 megapixels e processador DIGIC 7, a máquina promete maior qualidade de imagem, além de vídeos mais estáveis até mesmo em movimento. O dispositivo conta ainda com conectividade NFC e Wi-Fi.

O modelo foi lançado em 2016 e chegou ao Brasil custando cerca de R$ 3.900. Atualmente, três anos após seu lançamento, o dispositivo pode ser encontrado em lojas online por cerca de R$ 2.899, e até mais barat na loja oficial da fabricante, saindo por R$ 2.809. Confira a seguir a ficha técnica e mais detalhes sobre as especificações da câmera.

Quer comprar uma câmera barata? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

A compacta conta com sensor de 20,1 megapixels — Foto: Divulgação/Canon A compacta conta com sensor de 20,1 megapixels — Foto: Divulgação/Canon

A compacta conta com sensor de 20,1 megapixels — Foto: Divulgação/Canon

Ficha técnica:

  • Preço: R$ 2.809
  • Sensor: CMOS de 20,1 megapixels
  • Processador: DIGIC 7
  • ISO: 125 - 12.800 (expansível até 25.600)
  • Tela: LCD de 3” touchscreen articulado
  • Vídeo: Full HD
  • Velocidade do obturador: 1/2000 segundo
  • Bateria: NB-13L
  • Dimensões: 106 x 61 x 42 mm
  • Peso: 319 gramas

Design e usabilidade

A G7 X conta com um relevo emborrachado em sua parte frontal, o que a torna mais fácil e confortável de segurar – levando em conta também seu tamanho compacto. Na parte superior da câmera há um mostrador para escolher os diferentes modos de exposição. Abaixo, há outro mostrador, para ajustar a compensação de exposição, e que pode ser facilmente alcançado pelo polegar. Todos os botões estão reunidos do lado direito da máquina, o que deve facilitar na hora de configurar o aparelho.

Tela

A tela LCD de 3 polegadas é inclinável e possibilita ao usuário fotografar de diferentes ângulos. A Canon moveu a dobradiça de cima para a parte inferior do display, permitindo uma inclinação de até 45 graus para baixo. Além disso, a tela é sensível ao toque, funcionalidade que deve ajudar a ajustar a câmera.

A tela inclinável promete facilitar a captura de fotos em qualquer ângulo — Foto: Divulgação/Canon A tela inclinável promete facilitar a captura de fotos em qualquer ângulo — Foto: Divulgação/Canon

A tela inclinável promete facilitar a captura de fotos em qualquer ângulo — Foto: Divulgação/Canon

Desempenho

O modelo promete não decepcionar com relação à qualidade da imagem graças ao HS System, que combina o sensor CMOS de 20,1 megapixels e 1 polegada e o potente processador DIGIC 7. Com zoom ótico de 4,2x, a câmera trabalha em uma faixa ISO que pode variar de 125 a 12.800 de sensibilidade, podendo ainda ser ampliada até 25.600. Vale lembrar que, quanto maior o ISO, maior a sensibilidade do sensor à luz – e mais pixelada a imagem final.

Com IS Dinâmico Avançado de 5 eixos, a câmera deve entregar ainda vídeos estáveis mesmo ao realizar movimentos, além de fotografias com mais nitidez por conta do estabilizador ótico de imagem inteligente de quatro pontos. Utilizando o disparo contínuo, é possível ainda captar imagens sequenciais até mesmo em RAW. Com a função MF Peaking, o usuário consegue configurar manualmente uma focagem com maior nitidez.

A G7 X é a primeira câmera PowerShot que oferece a predefinição Picture Style, que permite ajustar as configurações de nitidez, como parâmetros de resistência, finura e limite, resultando em fotografias mais naturais.

Bateria

A Canon G7 X conta com a bateria NB-13L. De acordo com a marca, o componente garante à câmera aproximadamente 256 disparos por carga (um aumento de 25% com relação à versão anterior).

Recursos extras

A câmera conta com a função Auto Lighting Optimizer (Otimizador de Luz Automática, em português), que promete maior qualidade nas fotos em condições de pouca luz. Outro recurso disponível no modelo é o Canon Connect Station, que reúne as fotos e vídeos feitos no dispositivo, permitindo ao usuário compartilhar, armazenar ou apenas visualizar suas mídias.

O recurso utiliza ainda a tecnologia NFC: basta aproximar a G7 X do aparelho para iniciar a comunicação. O aparelho organiza suas fotos por data ou máquina utilizada. A G7 X também conta com conectividade Wi-Fi, que pode ser ativada rapidamente por meio de um botão.

Canon Connect Station se comunica com a câmera a partir da tecnologia NFC — Foto: Divulgação/Canon Canon Connect Station se comunica com a câmera a partir da tecnologia NFC — Foto: Divulgação/Canon

Canon Connect Station se comunica com a câmera a partir da tecnologia NFC — Foto: Divulgação/Canon

Acessórios

O kit vendido pela Canon no Brasil conta com um cabo CA, bateria NB-13L e um carregador CB-2LHE. Na caixa também vêm uma correia de pulso WS-DC12 e o manual do usuário.

Preço

Desde quando foi lançada no Brasil, em 2016, a Canon G7 X teve seu preço reduzido de maneira significativa. Hoje, é possível encontrar o modelo por cerca de R$ 2.889, segundo o Compare TechTudo. Na loja oficial da marca, o valor é ainda mais baixo: aproximadamente R$ 2.809. Para os usuários que desejam fazer um investimento menor, uma boa opção é pesquisar por aparelhos usados, que têm média de preço de R$ 2.000.

Concorrentes

A Sony Cyber-shot RX100 VI é um modelo compacto que concorre com a Canon G7 X. A câmera da Sony possui sensor de 20,1 megapixels e 1 polegada e produz vídeos com tecnologia 4K, além de possuir um visor touchscreen embutido. O dispositivo pode ser encontrado em lojas online por aproximadamente R$ 4.600.

A Panasonic Lumix LX100 II também é uma interessante opção de câmera compacta. O aparelho possui sensor de 17 megapixels, pode gravar vídeos em 4k e conta com conectividade Bluetooth e Wi-Fi. A bateria da máquina promete ainda cerca de 340 disparos. A Lumix tem preço menor que o da concorrente, custando cerca de R$ 3.425.

Mais do TechTudo