Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A MIBR (Made In Brazil) está eliminada da WESG 2018-19 de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). O elenco do Brasil foi surpreendido pela equipe da Windigo.Gaming, da Bulgária, e acabou derrotado por 2-1 na série melhor de três partidas (MD3) nesta quinta-feira (14). Com o resultado, a line up, que era a favorita ao título, dá adeus à WESG ainda nas quartas de final.

Os brasileiros finalizam a competição, que ocorre em Chongqing, China, entre a quinta e oitava colocação e voltam para casa com o prêmio de US$ 10 mil (cerca de R$ 38 mil). Os próximos jogos da MIBR serão na BLAST Pro Series São Paulo, que acontece entre os dias 22 e 23 de março no Ginásio do Ibirapuera. Os ingressos do torneio já estão esgotados.

Equipe liderada por Gabriel "FalleN" Toledo foi surpreendida pela Windigo e deixou a competição de forma precoce — Foto: Divulgação/MIBR Equipe liderada por Gabriel "FalleN" Toledo foi surpreendida pela Windigo e deixou a competição de forma precoce — Foto: Divulgação/MIBR

Equipe liderada por Gabriel "FalleN" Toledo foi surpreendida pela Windigo e deixou a competição de forma precoce — Foto: Divulgação/MIBR

Primeiro mapa (Dust2)

A Windigo.Gaming, já no primeiro mapa, mostrou que não seria um adversário qualquer para os brasileiros. Na Dust2, foi grande o equilíbrio da primeira metade. Marcelo "coldzera" David garantiu eliminações importantes pela MIBR e Viktor "v1c7oR" Dyankov fez a diferença no outro lado. Dessa forma, a primeira metade finalizou em 8-7 para os brasileiros. Porém, esse equilíbrio desapareceu na mudança de lados, e a Windigo surpreendeu com boas rotações, virou o placar e venceu o primeiro mapa em 16-8, sem deixar a MIBR levar um único round sequer como CT.

Segundo mapa (Train)

Na Train, Fernando "fer" Alvarenga abriu o jogo e garantiu o primeiro pistol para sua equipe. Com isso, a MIBR teve recursos para se distanciar no placar de rounds, evitar uma reação da Windigo e finalizar a primeira metade na frente, 9-6. Sem muitos sustos dessa vez, a MIBR conseguiu aumentar a vantagem, não deixou a Windigo jogar e fechou a Train em 16-8, forçando o mapa decisivo da série.

Terceiro mapa (Overpass)

O último mapa da série foi a Overpass. Era esperado que a MIBR conseguisse manter o bom momento após a última vitória na Train, mas a Windigo simplesmente dominou a primeira metade do mapa, soube ler as rotações da MIBR e conquistou uma larga vantagem de 12-3, deixando sua situação muito confortável. A equipe brasileira ainda conseguiu esboçar uma recuperação como CT, emplacou uma sequência de rounds e forçou rounds econômicos do adversário, mas não foi o suficiente para virar, evitar a derrota em 16-13 e a eliminação.

MIBR lutou, mas acabou caindo para a Windigo.Gaming nas quartas de final — Foto: Divulgação/MIBR MIBR lutou, mas acabou caindo para a Windigo.Gaming nas quartas de final — Foto: Divulgação/MIBR

MIBR lutou, mas acabou caindo para a Windigo.Gaming nas quartas de final — Foto: Divulgação/MIBR

A Windigo segue viva na WESG e enfrenta o vencedor do confronto entre a G2 Esports (França) e Absolute (Japão) no próximo sábado (16). A World Electronic Sports Games (WESG) 2018-19 é um evento de esportes eletrônicos que que promove torneio de diversas categorias competitivas. No CS:GO masculino, o Brasil, além de ter sido representado pela MIBR, também contou com a participação da Imperial eSports, que acabou eliminada da fase de grupos com uma vitória, um empate e uma derrota.

MAIS DO TechTudo