Celulares

Por Raquel Freire, para o TechTudo


Há pouco mais de 5 anos, a Motorola estreava a linha Moto G. O celular original, também chamado de Moto G1, chegou em novembro de 2013 com preço em conta e ficha técnica intermediária. O smartphone foi vendido por preços a partir de R$ 649, com armazenamento de 8 GB e tela com resolução HD.

De lá para cá, muita coisa mudou: o Moto G7, anunciado em fevereiro de 2019, chega com tela maior, de 6,24 polegadas, visual remodelado, com direito ao notch em forma de gota d'água, câmera dupla e leitor de impressões digitais. A seguir, o TechTudo compara o Moto G1 com os novos telefones da nova geração – incluindo as variantes Moto G7 Plus, Moto G7 Play e Moto G7 Power – para que você possa conferir a evolução de um dos celulares mais populares da marca.

Moto G: veja a evolução da linha desde o Moto G1 até o atual Moto G7 — Foto: Allan Melo/TechTudo Moto G: veja a evolução da linha desde o Moto G1 até o atual Moto G7 — Foto: Allan Melo/TechTudo

Moto G: veja a evolução da linha desde o Moto G1 até o atual Moto G7 — Foto: Allan Melo/TechTudo

Design

O design do aparelho mudou com o tempo, embora as linhas com cantos arredondados tenham se mantido com o passar das gerações. Bem menor que os smartphones contemporâneos, o Moto G1 tinha 129,9 mm de altura e 65,9 mm de largura, sendo estreito e fácil de pegar com uma só mão.

Seus 11,6 mm de espessura, porém, eram consideravelmente maiores do que os modelos da geração atual, resultando em uma diferença de peso não tão grande entre as versões de agora e a de cinco anos atrás. O mais leve do momento, o Moto G7 Play, pesa 149 g, apenas 6 gramas a mais do que o primeiro Moto G.

Aliás, cada um dos celulares da nova geração possui dimensões e peso próprios. O Moto G7 Play é não apenas o mais leve, como também o menor, com 147,3 x 71,5 x 7,9 mm. O Moto G7 e Moto G7 Plus são quase idênticos, com 157 mm de altura e 75,3 mm de largura, mudando apenas na espessura (7,9 mm e 8,27 mm, respectivamente) e peso (174 g e 172 g). O mais robusto é o Moto G7 Power, cujo tamanho é de 159,4 x 76 x 9,3 mm e o peso é de 193 g.

Para além da pegada, a diferença visual que mais chama atenção é o espaço ocupado pela tela. O display de proporção 19:9, presente na linha Moto G7, domina a frente do aparelho, dando uma cara completamente nova em relação ao Moto G1.

Moto G7: frente do celular é quase toda ocupada pela tela — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7: frente do celular é quase toda ocupada pela tela — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7: frente do celular é quase toda ocupada pela tela — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

As cores também mudaram drasticamente. As tampas traseiras coloridas removíveis do Moto G1, uma marca do aparelho à época, deram lugar a uma arquitetura fixa. Agora, cada variante tem tonalidades próprias. O Moto G7 está disponível nas opções preto e branco; o Moto G7 Plus, em índigo e rubi; o Moto G7 Power é vendido em azul escuro; e o Moto G7 Play é fabricado em índigo e dourado.

Moto G1, de 2013, tinha corpo de plástico e tampas traseiras removíveis em várias cores — Foto: Luciana Maline/TechTudo Moto G1, de 2013, tinha corpo de plástico e tampas traseiras removíveis em várias cores — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Moto G1, de 2013, tinha corpo de plástico e tampas traseiras removíveis em várias cores — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Tela

Em 2013, o Moto G1 trazia um display bastante superior para sua faixa de preço na época, algo atestado pelo review do TechTudo. O painel LCD IPS de 4,5 polegadas tinha resolução HD (1280 x 720 pixels)

Diferentemente das gerações anteriores, em 2019, o selo "Plus" garante apenas ficha técnica melhorada. Tanto o Moto G7 quanto o Moto G7 Plus trazem exatamente o mesmo display, de 6,24 polegadas e resolução Full HD+ (1080 x 2270 pixels).

Além de maior e com melhor resolução, a tela ganhou o outrora polêmico notch, entalhe que abriga a câmera frontal e demais sensores. O "topete", que foi popularizado com o lançamento do iPhone X, em 2017, só chegou em 2019 à linha de celulares intermediários da Motorola, exibindo design de gota nas variantes Moto G7 e Moto G7 Plus.

Moto G7 é o primeiro aparelho da linha a trazer tela com fnotch — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 é o primeiro aparelho da linha a trazer tela com fnotch — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 é o primeiro aparelho da linha a trazer tela com fnotch — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

As telas do Moto G7 Play e Moto G7 Power têm especificações diferentes. Elas vêm nos tamanhos de 5,7 e 6,2 polegadas, respectivamente, ambas com resolução HD+. O formato do notch também muda. Em vez da discreta gota que dá espaço apenas à lente, o recorte de tela nos celulares é maior, similar ao Motorola One.

Câmera

O Moto G trazia uma câmera simples de 5 megapixels na traseira, com lente de abertura de f/2.4. A câmera principal trazia flash LED, foco automático, HDR e foto panorâmica. O sensor de selfie tinha apenas 1,3 megapixels.

Anos depois, com a tendência da câmera dupla, o Moto G7 e o Moto G7 Plus contam também com um sensor de 5 megapixels, mas apenas como coadjuvante da traseira. Ele serve de apoio para a câmera principal, de 12 e 16 megapixels, respectivamente, considerando os dois modelos.

No Moto G7, a câmera dupla traz lentes com abertura de f/1.8 (12 MP) e f/2.2 (5 MP). Já no Moto G7 Plus, a abertura de lente da câmera de 5 MP é a mesma, enquanto o sensor de 16 MP traz lente de f/1.7. Os celulares ainda contam com flash LED duplo.

Moto G7 (foto) e Moto G7 Plus têm câmera dupla na traseira — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 (foto) e Moto G7 Plus têm câmera dupla na traseira — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 (foto) e Moto G7 Plus têm câmera dupla na traseira — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Além de gravar em 4K (2160p), o advento da câmera dupla deu ao smartphone a capacidade de fazer fotos com o popular modo retrato. Também conhecido como efeito bokeh, a função consiste em desfocar o fundo da imagem e manter o primeiro plano nítido, de maneira a destacar o objeto central da fotografia.

A nova câmera também ganhou recursos inteligentes. Entre eles destacam-se o efeito Cinemagraph, que consegue deixar uma parte da foto em movimento e congelar o resto; a cor em destaque, que permite manter uma tonalidade presente na foto e deixar o resto preto e branco; e o recurso de embelezamento, que reduz imperfeições na pele como manchas e rugas.

A fabricante não estendeu a câmera dupla para as variantes Moto G7 Power e Moto G7 Play, que contam com câmera traseira de 12 e 13 megapixels, respectivamente. Ambas trazem lente com abertura de f/2.0 e acompanham flash LED simples.

Para as selfies, só o Moto G7 Plus recebeu um upgrade em relação aos irmãos de laçamento, com um sensor de 12 megapixels com lente de abertura f/2.0. Os outros três vêm com a mesma câmera frontal de 8 megapixels e abertura f/2.2, ainda assim muito superior a do Moto G1.

Moto G1 tinha câmera principal de 5 megapixels e câmera de selfie de 1,3 megapixels — Foto: Luciana Maline/TechTudo Moto G1 tinha câmera principal de 5 megapixels e câmera de selfie de 1,3 megapixels — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Moto G1 tinha câmera principal de 5 megapixels e câmera de selfie de 1,3 megapixels — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Armazenamento

O Moto G1 vinha com duas opções de armazenamento: 8 GB e 16 GB. Para completar, o modelo original não tinha entrada para cartão de memória microSD.

A linha de 2019 trouxe entrada para cartão microSD em todas as variantes. Atualmente, os celulares estão disponíveis com os seguintes armazenamentos:

  • Moto G7 Play: 32 GB
  • Moto G7 Power: 32 GB e 64 GB
  • Moto G7: 64 GB
  • Moto G7 Plus: 64 GB

Processador e memória RAM

O Moto G1 foi equipado com o processador Qualcomm Snapdragon 400, um chip de quatro núcleos com velocidade de até 1,2 GHz. A ficha técnica ainda conta com memória RAM de 1 GB, o que, para época, trazia fluidez ao celular da Motorola.

A geração atual traz diferentes especificações entre as variantes. O mais avançado é o Moto G7 Plus, que conta com o Snapdragon 636 (octa-core de até 1,8 GHz) e RAM 4 de GB. O Moto G7 vem com a mesma quantidade de memória, mas traz o Snapdragon 632 (octa-core de até 1,8 GHz), que rendeu ótimo desempenho durante os testes do TechTudo.

O Moto G7 Power e o Moto G7 Play também são equipados com o Snapdragon 632. Entre eles, a diferença está na memória RAM, de 3 GB e 2 GB, respectivamente.

Em março de 2019, a Motorola anunciou uma nova versão do Moto G7 Power. Com o preço sugerido de R$ 1.499, o celular traz memória RAM de 4 GB e armazenamento de 64 GB. As demais especificações permanecem inalteradas.

Moto G1 rendeu bom desempenho nos testes o TechTudo, em 2013 — Foto: Allan Melo/TechTudo Moto G1 rendeu bom desempenho nos testes o TechTudo, em 2013 — Foto: Allan Melo/TechTudo

Moto G1 rendeu bom desempenho nos testes o TechTudo, em 2013 — Foto: Allan Melo/TechTudo

Bateria

Com uma bateria de 2.070 mAh, o Moto G1 rendeu um dia inteiro de uso nos testes do TechTudo. O modo de economia de bateria também foi elogiado durante a análise, sendo eficiente para manter o telefone ligado por muito tempo mesmo após chegar no vermelho.

Na linha Moto G7, os aparelhos vêm com bateria de 3.000 mAh (com exceção do Power). Todos os modelos ainda contam com sistema de recarga rápida.

Moto G7 Power conta com bateria de 5.000 mAh, que promete até 55 horas de duração — Foto: Thássius Veloso/TechTudo Moto G7 Power conta com bateria de 5.000 mAh, que promete até 55 horas de duração — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Moto G7 Power conta com bateria de 5.000 mAh, que promete até 55 horas de duração — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Durante o review do Moto G7, o smartphone passou o dia todo longe da tomada. Nos testes, o celular ficou ligado das 6h30 às 22h, com direito a uso de redes sociais, apps de produtividade, jogos, música no Spotify e filme no Netflix.

Como o nome indica, o Moto G7 Power recebeu atenção especial neste quesito. Sua bateria tem capacidade de 5.000 mAh e promete duração de até 55 horas, segundo a fabricante. Assim como os demais modelos, o sistema de recarga rápida marca presença no smartphone.

Sistema operacional

Em sua primeira versão, o Moto G saiu de fábrica com Android 4.3 (Jelly Bean). O celular foi atualizado até o Android 5.1.1 (Lollipop), lançado em 2015.

Toda a linha Moto G7 chegou às prateleiras já com a versão mais recente do sistema, o Android 9 (Pie). Entre as novidades da nova versão estão o pacote de bem-estar digital, sugestão de apps por relevância e outras funções com recursos de inteligência artificial.

Todas as variantes do Moto G7 saem de fábrica com Android 9.0 (Pie) — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Todas as variantes do Moto G7 saem de fábrica com Android 9.0 (Pie) — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Todas as variantes do Moto G7 saem de fábrica com Android 9.0 (Pie) — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Telefonia e recursos extras

O Moto G1 chegou ao mercado sem muitos recursos extras. Ainda assim, o celular trouxe alguns apps pré-instalados para facilitar o dia a dia do usuário, como o Assist.

Na linha de 2019, entre as mudanças estão o suporte à redes 4G e a adoção do padrão USB-C. Os celulares também contam com sensores extras, como o leitor de impressões digitais, posicionado na traseira dos smartphones.

Preço de lançamento

O Moto G1 chegou ao Brasil em novembro de 2013, com preço de lançamento de R$ 649 (8 GB) e R$ 799 (16 GB). Na nova geração, todos os celulares começaram a ser vendidos em fevereiro de 2019. O mais barato deles é o Moto G7 Play, com preço oficial fixado em R$ 999.

O Moto G7 Power, originalmente, saiu por R$ 1.399. O Moto G7 teve custo de lançamento de R$ 1.599, ao passo que o Moto G7 Plus, o mais robusto dentre eles, teve preço de R$ 1.899.

Novo Moto G7 ou Moto G6? Comparamos câmera, ficha técnica e preço dos smarts

Novo Moto G7 ou Moto G6? Comparamos câmera, ficha técnica e preço dos smarts

Ficha técnica do Moto G1

  • Tamanho da tela: 4,5 polegadas
  • Resolução da tela: HD (1280 x 720 pixels)
  • Câmera principal: 5 megapixels
  • Câmera frontal (selfie): 1,3 megapixels
  • Sistema: Android 4.3 (Jelly Bean), atualizável para Android 5.1.1 (Lollipop)
  • Processador: Snapdragon 400
  • Memória RAM: 1 GB
  • Armazenamento (memória interna): 8 GB ou 16 GB
  • Cartão microSD: não
  • Capacidade da bateria: 2.070 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Telefonia: 3G
  • Peso: 143g
  • Cores: frente preta e tampa traseira removível em várias cores
  • Data de lançamento no Brasil: novembro de 2013
  • Preço de lançamento no Brasil: R$ 649 (8 GB) e R$ 799 (16 GB)

Ficha técnica do Moto G7

  • Tamanho da tela: 6,24 polegadas
  • Resolução da tela: Full HD+ (2270 x 1080 pixels)
  • Câmera principal: dupla, 12 e 5 megapixels
  • Câmera frontal (selfie): 8 MP
  • Sistema: Android 9 (Pie)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 632
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento (memória interna): 64 GB
  • Cartão microSD: compatível, até 256 GB
  • Capacidade da bateria: 3.000 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Peso: 172 gramas
  • Data de lançamento no Brasil: fevereiro de 2019
  • Preço de lançamento no Brasil: R$ 1.599

Ficha técnica do Moto G7 Plus

  • Tamanho da tela: 6,24 polegadas
  • Resolução da tela: Full HD+ (2270 x 1080 pixels)
  • Câmera principal: dupla, 16 e 5 megapixels, com estabilização óptica de imagem
  • Câmera frontal (selfie): 12 MP
  • Sistema: Android 9 (Pie)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 636
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento (memória interna): 64 GB
  • Cartão microSD: compatível, até 256 GB
  • Capacidade da bateria: 3.000 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Peso: 172 gramas
  • Cores: rubi (vermelho) e índigo (azul escuro)
  • Data de lançamento no Brasil: fevereiro de 2019
  • Preço de lançamento no Brasil: R$ 1.899

Ficha técnica do Moto G7 Play

  • Tamanho da tela: 5,7 polegadas
  • Resolução da tela: HD+ (1512 x 720 pixels)
  • Câmera principal: 13 MP
  • Câmera frontal (selfie): 8 MP
  • Sistema: Android 9 (Pie)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 632
  • Memória RAM: 2 GB
  • Armazenamento (memória interna): 32 GB
  • Cartão microSD: compatível, até 256 GB
  • Capacidade da bateria: 3.000 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Peso: 149 gramas
  • Cores: ouro e índigo (azul escuro)
  • Data de lançamento no Brasil: fevereiro de 2019
  • Preço de lançamento no Brasil: R$ 999

Ficha técnica do Moto G7 Power

  • Tamanho da tela: 6,2 polegadas
  • Resolução da tela: HD+ (1512 x 720 pixels)
  • Câmera principal: 12 MP
  • Câmera frontal (selfie): 8 MP
  • Sistema: Android 9 (Pie)
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 632 (8 núcleos)
  • Memória RAM: 3 GB e 4 GB
  • Armazenamento (memória interna): 32 GB e 64 GB
  • Cartão microSD: compatível, até 256 GB
  • Capacidade da bateria: 5.000 mAh
  • Dual SIM: sim
  • Peso: 193 gramas
  • Cores: azul navy
  • Data de lançamento no Brasil: fevereiro de 2019
  • Preço de lançamento no Brasil: a partir de R$ 1.399

Mais do TechTudo