Por Felipe Vinha, para o TechTudo


A Google revelou ao mundo o Stadia, uma plataforma de jogos por streaming que chega ainda em 2019 nos EUA, Canadá e Europa . O anúncio foi feito nesta terça-feira (19) em São Francisco, EUA, em uma conferência na GDC 2019 onde revelou seu novo serviço, que rodará jogos em nuvem como uma "Netflix dos games". A apresentação contou com a presença de estúdios importantes, como a Id Software, e com o anúncio de um estúdio de produção de games do Google com Jade Raymond, ex-EA e Ubisoft, no comando.

O sistema funcionará via streaming, sem a necessidade de um console físico – apenas um controle específico, produzido exclusivamente para o Stadia. O dispositivo tem formato parecido com o do Xbox One e PS4, inclusive com botões como A, B, X, Y, além de direcionais e analógicos. A plataforma funcionará a partir de computadores, tablets, celulares e até mesmo via TVs.

Stadia é a nova plataforma de jogos da Google — Foto: Divulgação Stadia é a nova plataforma de jogos da Google — Foto: Divulgação

Stadia é a nova plataforma de jogos da Google — Foto: Divulgação

A Google descreve o Stadia como “uma plataforma onde todos poderão fazer de tudo, voltada para quem joga games, para quem produz games e para quem cria conteúdo com games”, referindo-se a YouTubers, desenvolvedores e, claro, o público.

Controle do Stadia — Foto: Reprodução Controle do Stadia — Foto: Reprodução

Controle do Stadia — Foto: Reprodução

A ideia da Google partiu de vários outros projetos desenvolvidos no passado, como o Project Stream, lançado em 2018 em formato de protótipo, com o game Assassin’s Creed Odyssey, rodando em um navegador Google Chrome. Este jogo também foi demonstrado pela Ubisoft na apresentação do Stadia, onde o jogador pode começar a jogar este mesmo título em questão de segundos, sem a necessidade de carregamentos ou downloads.

O Google também confirmou que qualquer controle compatível com as plataformas existentes, como Xbox One e PS4, também funcionarão no Stadia. Basta que eles tenham compatibilidade nativa, como se fosse jogar um game no PC, por exemplo.

Stadia promete reproduzir jogos em até 8K no futuro — Foto: Reprodução Stadia promete reproduzir jogos em até 8K no futuro — Foto: Reprodução

Stadia promete reproduzir jogos em até 8K no futuro — Foto: Reprodução

Já o controle do Stadia se conecta diretamente com o data center do Google, via Wi-Fi, para “ler” os dados do game e enviar para a tela. Ele também virá com um botão de Captura, para transmitir fotos e vídeos do título que está rodando. Um segundo botão, chamado Google Assistant, será possível pedir dicas de jogos via microfone, também embutido no controle, em tempo real e sem nenhum tipo de impedimento.

O Stadia será capaz de rodar jogos em variadas resoluções, de 1080p a 4K, mas com a possibilidade de alcançar até 8K no futuro. Também será possível transmitir via YouTube a 4K, sem perda de qualidade e a 60 quadros por segundo.

Stadia rodará em diversos dispositivos diferentes, como PCs, TVs, Smartphones e Tablets — Foto: Reprodução Stadia rodará em diversos dispositivos diferentes, como PCs, TVs, Smartphones e Tablets — Foto: Reprodução

Stadia rodará em diversos dispositivos diferentes, como PCs, TVs, Smartphones e Tablets — Foto: Reprodução

Apesar de não ter console, o data center do Google possui configuração superior a qualquer outro videogame atual, como PS4 Pro ou Xbox One X, com 10.7 Teraflops, o que se traduz em um enorme poder de processamento.

Entre os parceiros confirmados para o Stadia estão Unity, Bethesda, Ubisoft, Unreal Engine, Epic Games, AMD, Havok, entre outros nomes envolvidos com produção de jogos e tecnologia para games. Título como Assassin’s Creed Odyssey e DOOM Eternal foram mencionados e demonstrados.

Doom Eternal será lançado para Stadia e rodará a 60fps — Foto: Divulgação/Bethesda Doom Eternal será lançado para Stadia e rodará a 60fps — Foto: Divulgação/Bethesda

Doom Eternal será lançado para Stadia e rodará a 60fps — Foto: Divulgação/Bethesda

Phil Harrison, executivo do Google, usou ainda o exemplo de jogos Battle Royale, que hoje são no formato de 100 jogadores, mas que podem chegar a até mil jogadores no futuro, graças ao Stadia. Além disso, ele garantiu que o Stadia terá suporte a multiplayer "crossplataforms" com todos os outros dispositivos.

Uma funcionalidade inédita também foi anunciada. Chamada de State Share, que permite compartilhar seu savegame com outros jogadores via streaming, possibilitando uma melhor comunicação e união da comunidade. Já o Crowd Play te permitirá jogar com outras pessoas que já estão jogando e transmitindo seus games. Por exemplo, um YouTuber famoso pode abrir sua transmissão para que seus fãs possam entrar em tempo real, em uma partida de NBA 2K19.

O Google alega que tudo será feito em tempo real e sem impedimentos ou "lags". O State Share também será compatível com o Crowd Play e permitirá que você repita as ações do que assistir em um streaming de um jogo.

Mais de 100 estúdios estão comprometidos com o Stadia, já com o hardware para desenvolvimento. Em casamento com isso, o Google fundará o estúdio de games da plataforma, chamado Stadia Games and Entertainment, para criar títulos exclusivos, com Jade Raymond, ex-Ubisoft e ex-EA, no comando.

Mais do TechTudo