Por Carolina Ribeiro, para o TechTudo


A integração entre WhatsApp, Facebook e Instagram terá como foco a privacidade nas conversas. O usuário poderá enviar ou receber mensagens em qualquer um dos chats das três plataformas –Messenger, Direct e o WhatsApp –, sem que ele tenha cadastro ativo em todas as redes sociais. Nesta quarta-feira (6), Mark Zuckerberg divulgou em seu perfil no Facebook que a novidade prevê melhorias na segurança para tornar as comunicações mais privadas, criptografadas e com limite de expirar.

Em sua publicação, Zuckerberg também abordou a importância em reduzir o tempo que mensagens e Stories ficam disponíveis para os usuários. Para o CEO, a proposta é fazer o conteúdo expirar automaticamente – como já ocorre no Stories do Instagram – e a possibilidade de apagar mensagens do bate-papo em um limite de um mês ou um ano. Outra novidade é que a integração poderá ser expandida para SMS em celulares com Android. Vale lembrar que a mudança ainda está em fase de desenvolvimento, por isso não há data de lançamento prevista – mas é esperada para os próximos anos. Veja a seguir mais detalhes sobre o que é a integração e o que muda para o usuário.

Privacidade como foco na integração entre WhatsApp, Facebook e Instagram — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo Privacidade como foco na integração entre WhatsApp, Facebook e Instagram — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Privacidade como foco na integração entre WhatsApp, Facebook e Instagram — Foto: Nicolly Vimercate/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O que é a integração entre WhatsApp, Facebook e Instagram

A integração tornará possível conversar com os amigos em qualquer um dos chats das três plataformas – WhatsApp, Facebook Messenger e Direct do Instagram –, sem que eles tenham cadastro ativo em todas as redes sociais. Por exemplo, o usuário poderá enviar uma mensagem no WhatsApp para uma pessoa que não tem conta no mensageiro. Ela receberá o conteúdo no Messenger do Facebook ou Direct do Instagram. A funcionalidade também poderá ser expandida para SMS em celulares com Android.

Veja o que muda com a integração

A principal mudança é a privacidade na troca de mensagens. A criptografia de ponta a ponta, já conhecida no WhatsApp, será implementada também nas conversas de outros apps para evitar que pessoas acessem as suas mensagens, incluindo o Facebook.

Facebook, WhatsApp e Messenger serão integrados — Foto: Wallace Nascimento/TechTudo Facebook, WhatsApp e Messenger serão integrados — Foto: Wallace Nascimento/TechTudo

Facebook, WhatsApp e Messenger serão integrados — Foto: Wallace Nascimento/TechTudo

Outra novidade é sobre diminuir o tempo que mensagens ou Stories ficam disponíveis. Ou seja, o conteúdo expirará automaticamente – como ocorre no Stories – ou será arquivado, por exemplo. As conversas poderiam ser excluídas após um mês ou um ano, com a opção do usuário escolher.

Além disso, Zuckerberg também abordou outro assunto em seu post no Facebook: o armazenamento de dados de forma segura. Para evitar o vazamento de informações, a mudança prevê que não serão armazenados dados de usuários em países com histórico de abuso de privacidade e liberdade de expressão.

Em janeiro deste ano, o jornal The New York Times revelou que Mark Zuckerberg integraria o WhatsApp, Instagram e Facebook Messenger. As plataformas continuariam funcionando de forma separada, mas com a opção das mensagens serem compartilhadas entre as redes. Vale destacar que o usuário não precisa ter conta em cada uma para que ocorra a integração. Ou seja, é possível enviar uma mensagem no WhatsApp para um amigo do Facebook, sendo que ele não possui uma conta no mensageiro. Em fevereiro, o CEO do Facebook confirmou a integração.

Como colocar digital/senha no WhatsApp no iPhone

Como colocar digital/senha no WhatsApp no iPhone

Como apagar contatos do WhatsApp? Usuários respondem no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo