Redes sociais

Por Rebeca Letieri, para o TechTudo


O Facebook passará a banir o acesso de novos aplicativos de quiz a ferramentas e dados da rede social a partir da próxima terça-feira (30). Na prática, a rede quer evitar que os testes usem o login do Facebook e, assim, armazenem dados indevidos dos usuários. Em nota publicada nesta sexta-feira (26), a empresa de Mark Zuckerberg informou que a ação foi tomada por medidas de privacidade e segurança.

Desenvolvedores de testes de personalidade tinham acesso a grandes quantidades de informações pessoais de contas do Facebook por meio de APIs, o que desencadeou o escândalo Cambridge Analytica e o roubo de dados de cerca de 87 milhões de pessoas no ano passado. Quizzes já existentes terão acesso às APIs até dia 30 de julho, quando as permissões serão revogadas pela rede social. Regras mais rígidas sobre dados pessoais serão aplicadas a outros tipos de aplicativos que usam APIs do Facebook.

Facebook vai banir testes de personalidade um ano após escândalo com Cambridge Analytica — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo Facebook vai banir testes de personalidade um ano após escândalo com Cambridge Analytica — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Facebook vai banir testes de personalidade um ano após escândalo com Cambridge Analytica — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A medida do Facebook busca proteger a segurança de usuários dificultando o acesso deles a testes de personalidade mal intencionados que têm como premissa a coleta de dados pessoais sem devida autorização da pessoa. A empresa não afirma que a proibição de quiz foi causada pelo escândalo Cambridge Analytica, mas sim que o objetivo é remover da plataforma aplicativos com “utilidade mínima”.

Aplicativos de teste de personalidade tiveram permissão de coletar e armazenar uma grande quantidade de informações sobre os usuários do Facebook por anos. A brecha de segurança da rede social veio a público quando a empresa de marketing político Cambridge Analytica utilizou dados do teste de personalidade "This is your Digital Life", compartilhado na rede social, para a campanha de Trump às eleições presidenciais do Estados Unidos em 2016.

Sob críticas de nunca ter aplicado políticas de segurança para o uso de dados de usuários, o Facebook implementou novas medidas de privacidade, como a remoção do acesso a várias APIs, a atualização de políticas de plataforma e a avaliação regular do acesso de aplicativos às permissões do usuário. A proibição de testes de personalidade é parte de um controle mais profundo sobre o acesso ilimitado de desenvolvedores à plataforma.

Facebook: dicas para evitar que curiosos olhem suas informações

Facebook: dicas para evitar que curiosos olhem suas informações

Mais do TechTudo