Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O AirLoop é um fone de ouvido sem fio que promete funcionar de três maneiras: com neckband, sportband e completamente sem fio, com dois earbuds separados. Para transitar entre os modos, o dispositivo conta com um sistema de conectores magnéticos exclusivos, que podem ser ligados aos cabos que ficam por trás do pescoço. Outro destaque do acessório é a autonomia de até 90 horas, segundo a fabricante.

O modelo bateu a meta de financiamento coletivo no Kickstarter, e promete concorrer diretamente com os AirPods, da Apple, e os Galaxy Buds, da Samsung. O produto está disponível para comprar por preços a partir de US$ 69, algo em torno de R$ 266 na cotação atual. Para entregar no Brasil, há uma taxa de US$ 9, cerca de R$ 34, com previsão de chegada em setembro deste ano.

Quer comprar um fone de ouvido barato? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Fone pode funcionar no modo completamente wireless, ou então com neckband e sportsband — Foto: Divulgação/AirLoop Fone pode funcionar no modo completamente wireless, ou então com neckband e sportsband — Foto: Divulgação/AirLoop

Fone pode funcionar no modo completamente wireless, ou então com neckband e sportsband — Foto: Divulgação/AirLoop

O grande apelo do AirLoop é a ideia de funcionar em três modos. Se for utilizado completamente sem fio, o fone rivaliza com o que AirPods e Galaxy Buds oferecem. Já com a sportsband, o fone ganha mais energia e estabilidade no ouvido para a prática de esportes. A neckband, por sua vez, faz do fone algo mais simples para o dia a dia, a exemplo do T110BT, da JBL. É importante observar que, embora ofereça esses três modos de uso, em nenhum caso os AirLoops podem ser conectados por cabo convencional na saída de fone de ouvido do seu dispositivo.

As especificações de á indicam um fone com som equilibrado, o que não deve comprometer a experiência de uso. Segundo os criadores do produto, a resposta de frequência fica entre 20 Hz e 20 kHz, enquanto o driver tem 6 mm de diâmetro e é composto de neodímio.

Fones são à prova d'água com certificação IPX7 — Foto: Divulgação/AirLoop Fones são à prova d'água com certificação IPX7 — Foto: Divulgação/AirLoop

Fones são à prova d'água com certificação IPX7 — Foto: Divulgação/AirLoop

Compatível com o padrão Bluetooth 5.0, o fone dá suporte aos principais codecs de áudio, pacotes digitais em que o som é enviado para o fone. São eles: SBC, aptX e o AAC. Além de oferecer diversas formas de usar, o modelo traz superfície sensível ao toque, permitindo ao usuário interagir com o sistema para controlar a reprodução de músicas, atender chamadas e até interagir com as assistentes virtuais como Siri e Google Assistente.

Em termos de autonomia, o fone também chama atenção. Os criadores do projeto falam em 10 horas de autonomia no uso completamente sem fio, intervalo que deixa para trás produtos mais consolidados, como os próprios AirPods, que entregam apenas cinco horas. Usando a neckband, são mais 12 horas de duração, enquanto a sportband tem potência para mais três horas de música.

O fone é oferecido também com um estojo de transporte que funciona como carregador. A unidade, que se conecta por USB-C à tomada, garante ainda outras 80 horas de som aos AirLoops. Os desenvolvedores do fone disponibilizaram também outras funcionalidades, como um sensor que detecta quando o fone não está mais no seu ouvido. Se for o caso, o acessório desliga automaticamente, como uma forma de economizar energia.

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

À prova d’água, o fone pode ser adquirido por valores a partir dos US$ 69 (cerca de R$ 266, em conversão direta, sem impostos), na página da campanha no Kickstarter. A intenção da fabricante é iniciar as entregas em setembro, e o valor do frete para o Brasil é de US$ 9, aproximadamente R$ 34.

Qual a melhor marca de fone de ouvido? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo