Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Galaxy Fold, celular dobrável da Samsung, foi classificado como “muito frágil” pelo iFixit, site norte-americano especializado em desmontar eletrônicos e em fornecer guias de consertos para diversos tipos de dispositivos. Na avaliação dele, o produto apresenta uma falha de projeto que facilita a entrada de partículas no interior do telefone, algo que pode estar associado com alguns dos casos de problemas com a tela dobrável encontrados pela imprensa ao longo da última semana.

Abertura permite que tela dobre, mas facilita a entrada de sujeira, que pode acumular sob a tela — Foto: Reprodução / iFixIt Abertura permite que tela dobre, mas facilita a entrada de sujeira, que pode acumular sob a tela — Foto: Reprodução / iFixIt

Abertura permite que tela dobre, mas facilita a entrada de sujeira, que pode acumular sob a tela — Foto: Reprodução / iFixIt

O processo de desmontagem do celular flexível da Samsung foi documentado num guia que explica o passo a passo. O material também analisa as opções de design da marca em busca de respostas que expliquem o adiamento do lançamento comercial do aparelho, em virtude dos relatos de problemas com o display.

A publicação observa que, para a tela dobrar, o Galaxy Fold precisa deixar uma abertura relativamente grande, de 7 mm, no ponto de flexão do display: essa abertura é mais que suficiente para acumular poeira, algo que pode explicar casos em que o Fold a elevações na tela e linhas de pixels mortos.

Abertura persiste quando o celular está dobrado — Foto: Reprodução / iFixit Abertura persiste quando o celular está dobrado — Foto: Reprodução / iFixit

Abertura persiste quando o celular está dobrado — Foto: Reprodução / iFixit

Segundo o iFixit, partículas que entram pelo orifício podem acumular sob a tela, gerando pressão suficiente para deformar e estragar o display OLED. Displays desse tipo são tradicionalmente frágeis, mas em dispositivos como TVs e smartphones convencionais acabam protegidos por uma camada de vidro resistente e, além disso, dificilmente terão problemas relacionados ao acumulo de poeira em celulares que cada vez mais apresentam certificação IP67 como mínimo.

A publicação ressalta a fragilidade da borda plástica que envolve a tela flexível. Segundo o iFixit, o material parece fácil de remover, o que pode levar a panes no longo prazo com a borda da tela descolando, expondo o display a ainda mais problemas.

Dobradiças resistentes

Site também apontou que bordas plásticas descolam fácil e podem expor a tela a mais problemas — Foto: Reprodução / iFixit Site também apontou que bordas plásticas descolam fácil e podem expor a tela a mais problemas — Foto: Reprodução / iFixit

Site também apontou que bordas plásticas descolam fácil e podem expor a tela a mais problemas — Foto: Reprodução / iFixit

Outro foco do processo foi a análise de como o Fold se dobra. Aqui, o iFixit valorizou o design robusto do sistema de dobradiças que permitem a tela dobrar e estender, observando que o sistema não apresenta pontos de fragilidade.

Como sempre faz em grandes lançamentos, o iFixIt dá uma pontuação referente ao índice de reparabilidade do aparelho – quão fácil é trocar peças com problemas. O Fold não fez bonito no exame e ficou com apenas 2 pontos na escala que vai de 1 a 10.

Mais Samsung: veja o lançamento de Galaxy S10E, Galaxy S10 e Galaxy S10 Plus

Mais Samsung: veja o lançamento de Galaxy S10E, Galaxy S10 e Galaxy S10 Plus

Mais do TechTudo