Entrega e Delivery

Por Maria Dias, para o TechTudo


iFood, Uber Eats e Rappi são alguns dos aplicativos de delivery no país, com milhões de downloads nas lojas oficias do Google Play e App Store. Disponíveis para celulares Android e iPhone (iOS), os serviços têm a mesma proposta: entregar produtos de estabelecimentos parceiros, próximos à localização do cliente. Enquanto iFood e Uber Eats se destacam na categoria de gastronomia e bebidas, o Rappi expande suas operações para pedidos feitos em supermercados, farmácias, pet shops, entre outros. No entanto, o trio reúne características capazes de influenciar na decisão dos consumidores.

As principais diferenças entre as plataformas podem ser observadas em quesitos como descontos, área de atuação e tipos de serviço. Dessa forma, o usuário pode encontrar o aplicativo ideal para sua necessidade. Confira, a seguir, uma lista comparativa das principais funcionalidades do iFood, Uber Eats e Rappi, organizadas pelo TechTudo. O objetivo é facilitar a escolha do cliente interessado por serviços de delivery.

iFood, Uber Eats e Rappi: serviços de delivery disputam a preferência do público — Foto: Maria Dias/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Interface dos aplicativos

A interface dos três aplicativos são muito parecidas entre si. No iFood, a tela inicial apresenta o endereço do usuário e, logo abaixo, uma lista dos restaurantes abertos e disponíveis para entrega nas proximidades. O usuário pode usar a barra de busca para procurar por um restaurante ou prato específico. Este último também pode ser buscado no menu de categorias de refeições, que traz opções como cafeterias, congelados, salgados, bebidas, doces e bolos, comida brasileira, entre outros – de acordo com a disponibilidade dos estabelecimentos da região.

Além disso, o iFood indica ao usuário, na tela inicial, os restaurantes mais famosos na localização escolhida, os restaurantes que realizam entregas grátis e outras dicas de acordo com os últimos pedidos feitos pelo usuário no app. O Uber Eats segue o mesmo padrão de interface, com endereço de entrega, as promoções ativas e os restaurantes em alta na região. A tela principal apresenta um menu inferior no qual também é possível buscar por restaurantes ou pratos, ver pedidos anteriores e agendados e editar informações pessoais.

Os interessados no Rappi encontram o mesmo sistema expositivo das informações ao abrirem o software. De maneira intuitiva, é possível identificar o endereço de entrega escolhido e o saldo atual no Rappi Pay, método de pagamento online do serviço. Os clientes também estão aptos para selecionar o tipo de delivery, pois a plataforma oferece alternativas como supermercados, farmácias, pet shops, shoppings e entre outros. Na categoria "Restaurantes" é possível saber quais têm frete grátis, ver os estabelecimentos abertos por perto e checar os descontos disponíveis.

Interfaces intuitivas e semelhantes estão disponíveis nos três serviços de entrega — Foto: Reprodução/Maria Dias

Vale lembrar que todos os aplicativos estão disponíveis para os sistemas operacionais do Google e da Apple. Além disso, também podem ser usados no navegador do computador, na versão para desktop. Outra vantagem é o baixo uso de memória, pois os softwares são leves e não ocupam espaço significativo nos aparelhos em que foram instalados. Isso evita sobrecarga do processador e possíveis travamentos e falhas.

2. Funcionalidades

As semelhanças nas interfaces se distanciam das particularidades de cada serviço no que diz respeito às funcionalidades. Confira as principais: lista de estabelecimentos, categorias de estabelecimento, programa de fidelidade, agendamento de pedidos e acompanhamento de entregas. Os itens podem ser como critérios durante o processo de escolha da plataforma pelo usuário.

Lista de estabelecimentos

Conforme a localização do usuário e a parceria entre as empresas, alguns estabelecimentos só ficam ativos com exclusividade para um dos três aplicativos. Isso significa que nem todos os restaurantes listados no iFood, por exemplo, também serão exibidos no Uber Eats ou Rappi. A lista de serviços pode variar de acordo com as plataformas.

Categorias de estabelecimento

Enquanto o iFood e o Uber Eats têm seus serviços no delivery voltado para refeições, o Rappi é mais abrangente em sua atuação e reúne farmácias, shoppings, supermercados, adegas, entre outros. Nele, também é possível solicitar a entrega na opção "Qualquer Coisa". Nessa função, o usuário indica ao app o produto que deseja (e que possa ser transportado), onde ele é encontrado e uma faixa de preço correspondente ao valor total da compra. Dessa forma, a compra e a entrega são feitas por um dos entregadores do app e um valor adicional na taxa de entrega é cobrado do usuário.

iFood, Uber Eats e Rappi oferecem diferentes funcionalidades dentro do app aos usuários — Foto: Reprodução/Maria Dias

Programa de fidelidade

O Rappi também oferece um programa de fidelidade, o Rappi Prime. O recurso pode ser contratado nas versões mensal ou anual e tem como vantagem a gratuidade da taxa de frete, que passar a ser ilimitada para o usuário. Além disso, os assinantes ficam isentos da cobrança de qualquer taxa adicional por entregas feitas à noite ou em dias chuvosos – ao contrário dos usuários que não participam do sistema. Os aplicativos iFood e Uber Eats não oferecem programas de fidelidade para seus usuários.

Agendamento de pedidos

O agendamento de pedidos é uma função extra disponível apenas no Uber Eats e iFood. Com o recurso, o usuário pode programar uma entrega de algum estabelecimento no endereço solicitado na data em que desejar. Essa é uma alternativa para que ele não se esqueça de fazer alguma compra, por exemplo.

Acompanhamento da entrega

Recentemente, o iFood incorporou ao seu serviço o acompanhamento em tempo real das entregas solicitadas pelo cliente. Dessa forma, o usuário é notificado quando um pedido deixa o estabelecimento em direção ao endereço programado. Os interessados podem acompanhar, de forma nativa, o deslocamento do entregador até o destino final. A funcionalidade já estava disponível para usuários do Uber Eats e Rappi.

3. Lista de Estabelecimentos

Uma das vantagens oferecidas pelo iFood é uma lista mais extensa de estabelecimentos parceiros, possivelmente por estar mais tempo no mercado que os concorrentes. A plataforma abrange áreas fora de capitais e grandes centros comerciais. Por outro lado, o Rappi traz uma variedade maior de categorias de estabelecimentos. Enquanto nele é possível fazer pedidos em diversos lugares – como supermercados e farmácias –, iFood e Uber Eats estão limitados apenas a refeições, pedidas na lista de estabelecimentos disponíveis no app.

Lista de estabelecimentos disponíveis varia entre os aplicativos iFood, Uber Eats e Rappi — Foto: Reprodução/Maria Dias

4. Opções de pagamento

As formas de pagamento dos aplicativos de delivery são variadas. No iFood, geralmente as opções disponíveis de pagamento são de escolha dos estabelecimentos, ou seja, fica a critério do restaurante definir como vai receber o valor da compra. Uma das opções é por meio do próprio software, em que é possível pagar via cartão de crédito ou débito cadastrado, MasterPass ou Google Pay. A segunda opção é a de pagamento na entrega, na qual é permitido usar dinheiro, cartões de crédito e débito e até mesmo vale-refeição.

No caso do Uber Eats, as opções de pagamento são selecionadas pelo aplicativo. Os interessados em pagar online podem optar por cartões de crédito ou débito cadastrado no app ou PayPal. Para quem deseja pagar na entrega do pedido, a única opção disponível é dinheiro.

Opções de pagamento nos aplicativos iFood e Rappi são definidas pelos estabelecimentos; no Uber Eats é pelo aplicativo — Foto: Reprodução/Maria Dias

O Rappi se destaca por oferecer um sistema próprio, chamado Rappi Pay. Funciona como uma carteira eletrônica, na qual permite cadastrar um cartão de crédito e adicionar saldo. O objetivo do sistema é facilitar a transferência de valores entre os usuários do aplicativo para quitar uma conta dividida por várias pessoas, por exemplo. Também usar outras formas de pagamento, como cartão de crédito online, dinheiro, PayPal e cartão de débito – as opções disponíveis dependem do estabelecimento escolhido.

O método de carteira eletrônica também é aplicado no iFood. Dessa forma, o usuário pode recarregar um valor, aplicar um código QR Code no ato do pagamento e ganhar desconto nas próximas compras. Porém, a função ainda não está disponível para todas as regiões atendidas pelo aplicativo.

5. Cupons de Desconto

O envio de cupons de desconto para usuários registrados é uma prática regular para o trio iFood, Uber Eats e Rappi . Apesar de cada um deles ter o próprio programa de descontos, é comum o disparo de SMS para a base de cadastrados com ofertas por tempo limitado, que diminuem o valor final do pedido.

Outros tipos de desconto podem ser obtidos dentro dos softwares. No Uber Eats, o usuário tem a opção de compartilhar um cupom de desconto com outras pessoas. Caso elas vinculem o código no primeiro uso do serviço, o remetente recebe um valor para ser abatido nos próximos pedidos. Os usuários do Rappi podem cumprir desafios para ganhar RappiCréditos, saldo que pode ser utilizado nas compras feitas no app.

Aplicativos de delivery iFood, Uber Eats e Rappi oferecem descontos aos usuários — Foto: Reprodução/Maria Dias

6. Áreas de atuação

Por causa do maior tempo de atuação no mercado, o iFood é o aplicativo com mais áreas de entrega. O serviço já está disponível em todos os estados do país, com uma extensa lista de cidades cadastradas – para consultar todas acesse (https://www.ifood.com.br/cidades-atendidas). No entanto, Rappi e Uber Eats ainda têm limitações nesse quesito e não estão disponíveis em todo país. Confira abaixo as cidades em que o serviço é oferecido.

Rappi: Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, e São Paulo.

Uber Eats: Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Brasília, Campinas, Campo Grande, Caxias do Sul, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Itajaí, João Pessoa, Joinville, Juiz de Fora, Londrina, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Palmas, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Ribeirão Preto, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Luís, São Paulo, Sorocaba, Teresina, Uberaba, Uberlândia e Vitória.

iFood tem área de atuação em todos os estados do país; Uber Eats e Rappi atuam em cidades selecionadas — Foto: Reprodução/Maria Dias

7. Popularidade

Nas lojas oficiais de aplicativos Google Play e Apple Store, o Uber Eats é o aplicativo mais popular na categoria "Gastronomia e Bebidas". Apesar das restrições em opções de pagamento e áreas de atuação, o serviço é o preferido entre milhões de usuários. Na mesma categoria, o iFood aparece em segundo lugar, seguido do Rappi, em terceiro.

Mesmo com essa classificação, a nota concedida pelos usuários para cada um dos apps os coloca em patamares diferentes. No Google Play, o iFood é o campeão de nota com 4,6. Em seguida, Uber Eats e Rappi dividem o pódio com uma média de 4,2. Na plataforma de download da Apple, iFood e Uber Eats empatam com nota 4,8, enquanto Rappi fica com uma média de 4,6.

iFood é o aplicativo de delivery de restaurantes mais bem avaliado pelos usuários no Google Play, seguido por Uber Eats e Rappi — Foto: Reprodução/Maria Dias

Existe algum perigo em fazer compras online? Veja a opinião dos usuários no Fórum do TechTudo.

Como cadastrar um código de desconto no iFood

Como cadastrar um código de desconto no iFood

Mais do TechTudo