Produtividade

Por Pedro Vital, do Rio Creative Conference — Rio de Janeiro


O Brasil está entre os dez países que mais utilizam a Internet no mundo, de acordo com pesquisa da Internet World Stats realizada em 2019. A indústria da tecnologia, seguindo a tendência de conexões entre pessoas, vem desenvolvendo aplicativos para ajudar dois grandes problemas da atualidade: o sedentarismo e a depressão. Em palestra realizada no Rio Creative Conference 2019, no Rio de Janeiro, Mark Gainey, cofundador do Strava, falou sobre o app criado por atletas para atletas, que tem a proposta de estimular atividades físicas através das conexões sociais.

Vale lembrar que o Strava é uma plataforma que permite acompanhar e analisar o desempenho de exercícios físicos. Disponível para Android e iPhone (iOS), a ferramenta funciona como uma rede de compartilhamento de desafios e conquistas, possibilitando o rastreamento e localização de suas atividades em tempo real. Além disso, o usuário pode criar e compartilhar suas trilhas, além de ser possível explorar o caminho dos amigos.

Mark Gainey, cofounder do Strava, no Rio2C 2019 — Foto: Pedro Vital/TechTudo Mark Gainey, cofounder do Strava, no Rio2C 2019 — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Mark Gainey, cofounder do Strava, no Rio2C 2019 — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O Brasil tem mais de 5 milhões de esportistas, que estão localizados em sua maioria nas principais capitais São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba e Belo Horizonte. Por ser uma das populações mais ativas nas redes sociais, Mark Gainey explica a importância de apps como o Strava, já que o país tem seis das 100 cidades com maiores problemas de mobilidade urbana do mundo. Segundo Mark, estimular atividades físicas é reduzir o risco de doenças e amenizar congestionamentos nas ruas.

"Os esportes são mais do que trabalhar fora – eles são sobre comunidade", disse Mark Gainey ao explicar que o Strava é uma comunidade. Além de trabalhar o corpo, você pode exercitar a mente, fazer registros, sair do sedentarismo, além de ser possível conhecer diferentes pessoas e culturas.

Strava — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo Strava — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo

Strava — Foto: Eduardo Manhães/TechTudo

Segundo o executivo, mais de 322 milhões de pessoas sofrem de depressão no mundo, e 18,4% da população mundial é afetada por doenças emocionais. Atividades em grupo ligadas ao esporte prometem integrar pessoas por meio de experiências reais e, assim, podem diminuir o risco de problemas como ansiedade e depressão, por exemplo.

Com esta proposta, apps de integração social com esportes possibilitam o acompanhamento de melhorias na saúde, níveis de esforço e também trazem segurança para quem pratica atividades físicas sozinho, com o compartilhamento de localização com outros atletas que fazem uso da rede social. O cofundador do Strava ainda destacou: "O suor é a solução para os problemas da sociedade".

Usar a tecnologia de forma benéfica para resolver problemas da população é algo que se torna cada vez mais realidade na atualidade. Assim como o Strava, novos produtos e soluções chegam para estimular a prática de atividades físicas e diminuir cada vez os riscos de doenças emocionais. Aplicativos de saúde podem ajudar a pessoa a adotar uma dieta saudável e ingerir a quantidade certa de água por dia, por exemplo. Outros apps ensinam a alongar e fazer yoga, além de oferecer aulas de meditação.

Como saber quantas calorias tem cada alimento com app grátis

Como saber quantas calorias tem cada alimento com app grátis

Mais do TechTudo