Campeonatos

Por Tainah, dos Estúdios BBL*


A ESL LA League Season 4 de Counter Strike Global Offensive (CS:GO) teve sua última partida neste domingo (26). A grande final do torneio foi marcada por uma dobradinha brasileira: W7M Gaming e Detona se enfrentaram, e a primeira saiu como campeã. O TechTudo conversou com Lucas “YJ” Yuji, jogador da W7M eleito MVP da partida, e com Carlos Buarque, diretor de marketing da Intel, para saber quais são as expectativas para o futuro do CS:GO no Brasil e a nova geração de pro players.

W7M é a campeã da LA League Season 4 de CS:GO — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL W7M é a campeã da LA League Season 4 de CS:GO — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL

W7M é a campeã da LA League Season 4 de CS:GO — Foto: Divulgação/Saymon Sampaio BBL

YJ elogia Detona e aposta no sucesso da FURIA

YJ acredita que os resultados da final da LA League mostram a força do Brasil na América Latina e da nova geração de atletas. “O cenário brasileiro de CS:GO está repleto de gente boa e promessas”, avalia o pro player. Vale lembrar que o Brasil é uma potência no CS:GO internacional. O jogo mantém um número alto de players brasileiros em seus servidores e o país chegou ao topo do ranking competitivo com a line up comanda por Gabriel "FalleN" Toledo, que atualmente veste a camisa da MIBR.

Apesar de a W7M Gaming ter derrotado a Detona por 2-0 na série melhor de três (MD3) neste domingo, YJ não economizou elogios para a line adversária. “O elenco deles é bem jovem e eles têm tido ótimos resultados, inclusive em campeonatos anteriores contra a gente. Eles com certeza podem ganhar ainda mais destaque no cenário”.

O MVP, é claro, também ficou feliz com a conquista do seu time na LA League. Para YJ, a vitória vai dar mais força para a equipe no cenário internacional. "Na região da América Latina a gente está super bem, somos um dos times favoritos nos campeonatos em que entramos. Esse resultado vai fazer a gente ganhar mais respeito nas competições, isso é importante". Questionado sobre o que falta para a W7M deslanchar na cena, a resposta, para o player está na serenidade. "Temos que manter a calma e trabalhar com tranquilidade nos campeonatos que dão vaga para fora”, explicou.

YJ considera que o time da FURIA também é uma das principais promessas no CS:GO Internacional. A equipe de brasileiros venceu a Season 1 da LA League e participou de torneios extremamente relevantes para o cenário nos últimos meses, como o Intel Extreme Masters (IEM) Major Katowice. "A FURIA é um exemplo de que a gente já revelou novos nomes. O kscerato e o yuurih estão aí para comprovar isso. Eles são jogadores muito bons e têm tudo para ganhar destaque no cenário internacional”, elogiou.

LA League encerrou a sua quarta temporada no último fim de semana — Foto: Divulgação/ESL Brasil LA League encerrou a sua quarta temporada no último fim de semana — Foto: Divulgação/ESL Brasil

LA League encerrou a sua quarta temporada no último fim de semana — Foto: Divulgação/ESL Brasil

LA League, a 'Libertadores dos esports'?

A LA League surgiu em 2018 e já passou por quatro temporadas. O torneio reúne apenas times da América Latina e conta com jogadores da Argentina, Peru e Colômbia. Não por acaso, a Intel compara o torneio ao maior campeonato de futebol das Américas, como destacou o diretor de marketing da Intel Carlos Buarque. “Nossa ideia é que o torneio seja uma espécie de Libertadores da América dos esports". Buarque revelou, ainda, que o objetivo do campeonato é justamente revelar novos players de destaque na região. "Queremos dar espaço aos novos jogadores para revelar mais talentos locais, novos nomes que possam brilhar no cenário internacional como FalleN", reforçou o executivo.

*A jornalista viajou a convite da Intel

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mais do TechTudo