Campeonatos

Por Julio Puiati , para o TechTudo


A ESL One Cologne, um dos torneios de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) mais famosos do circuito competitivo, já foi conquistada por brasileiros em duas ocasiões: em 2016 e 2017. Na mais recente, a SK Gaming sagrou-se bicampeã do campeonato ao derrotar a Cloud9 na final e faturar o prêmio de US$ 100 mil (cerca de R$ 400 mil em conversão atual). Relembre, a seguir, estatísticas, curiosidades e os principais momentos da campanha do Brasil e da SK Gaming na ESL One Cologne 2017.

Quinteto mágico

Em 2017, SK Gaming conquistou o bicampeonato da ESL One Cologne — Foto: Divulgação/ESL Em 2017, SK Gaming conquistou o bicampeonato da ESL One Cologne — Foto: Divulgação/ESL

Em 2017, SK Gaming conquistou o bicampeonato da ESL One Cologne — Foto: Divulgação/ESL

A line up da SK Gaming em 2017 era composta justamente por Gabriel ''FalleN'' Toledo, Marcelo ''coldzera'' David, Fernando ''fer'' Alvarenga, Epitácio ''TACO'' de Melo e João ''felps'' Vasconcellos, atuais jogadores da MIBR. A formação titular vinha conquistando ótimos resultados naquele ano, como os títulos da IEM Sydney, DreamHack Open Summer e ECS.

FalleN foi eleito o MVP da competição. O sniper foi determinante para o título brasileiro, terminando o evento com o terceiro maior Rating (1.24), o segundo maior KDD (+68) e o maior número de eliminações com AWP (154). Com a mira afiada, o capitão da equipe brilhou, sobretudo na final, quando acumulou 34 abates apenas na Train.

Quase eliminados

FalleN foi eleito o MVP da competição — Foto: Divulgação/DreamHack FalleN foi eleito o MVP da competição — Foto: Divulgação/DreamHack

FalleN foi eleito o MVP da competição — Foto: Divulgação/DreamHack

Realizada entre os dias 4 e 9 de julho em Colônia, na Alemanha, a quarta edição da ESL One Cologne foi disputada no formato suíço. A SK Gaming iniciou a campanha com derrota para a Space Soldiers, mas logo se recuperou e superou a Virtus.pro na partida seguinte.

Na terceira rodada, os brasileiros derrotaram a North e ficaram a um passo da classificação, mas se complicaram mais uma vez após perderem para a G2 Esports. Com 2-2 no desempenho geral e à beira da eliminação, o quinteto foi para o tudo ou nada contra a Fnatic e conseguiu se classificar para os playoffs.

Gigantes e decisivos

Brasileiros perderam apenas um round nos playoffs — Foto: Divulgação/SK Gaming Brasileiros perderam apenas um round nos playoffs — Foto: Divulgação/SK Gaming

Brasileiros perderam apenas um round nos playoffs — Foto: Divulgação/SK Gaming

Se faltou concentração na primeira fase, a equipe na época comandada pelo técnico Ricardo "dead" Sinigaglia compensou no mata-mata. A line up perdeu apenas um round durante todas as eliminatórias, nas quartas de final, em duelo contra a OpTic Gaming. Nas semifinais, os brasileiros eliminaram a poderosa FaZe Clan.

A final contra a Cloud9 foi coesa e bem organizada. Os jogadores da SK Gaming não deram chances aos norte-americanos e selaram o título com 3-0 no agregado (Cobblestone, Train e Inferno). Fer se destacou com um ace de pistol e FalleN com quatro eliminações de AWP em um único round .

Coldzera e seus companheiros terão a chance de conquistar o tricampeonato em 2019. A MIBR já está confirmada na sexta edição da ESL One Cologne, que também contará com FURIA, Astralis, FaZe Clan, Ninjas in Pyjamas, Fnatic, ENCE, Natus Vincere e outros gigantes do cenário. O torneio será realizado entre os dias 2 e 7 de julho.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mais do TechTudo