Bitcoin e moedas virtuais

Por Rebeca Letieri, para o TechTudo — Rio de Janeiro


O Facebook vai lançar um sistema de pagamentos baseado em criptomoedas. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (3) pelo jornal norte-americano The Wall Street Journal. De acordo com a publicação, a rede social está recrutando empresas financeiras para ajudar no lançamento do "Project Libra" — como o plano está sendo chamado internamente,

A ideia do Facebook é introduzir uma moeda digital, fazendo com que seus mais de 1,5 bilhão de usuários possam transferir dinheiro entre si e gastar no Facebook e em outros sites. Se bem sucedido, o projeto será rival do Apple Pay, sistema de pagamento da Apple.

Facebook está trabalhando em um sistema de pagamentos próprio — Foto: Tainah Tavares/TechTudo Facebook está trabalhando em um sistema de pagamentos próprio — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

Facebook está trabalhando em um sistema de pagamentos próprio — Foto: Tainah Tavares/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Para colocar o plano em prática, a empresa tenta levantar US $ 1 bilhão em investimentos e recrutar parceiros para ajudar no lançamento. De acordo com o relatório divulgado pelo jornal (que citou como fonte pessoas familiarizadas com o assunto), a rede social abordou Visa, Mastercard e o processador de pagamentos First Data, além de empresas de comércio eletrônico e aplicativos, oferecendo perspectiva de taxas de processamento de cartão nulas. O relatório diz ainda que a ideia é apoiar a moeda com reservas em dólar para ser menos volátil que o bitcoin e outras criptomoedas. O sistema funcionaria como outras opções de pagamento, como o PayPal, que as pessoas poderiam usar em toda a Internet.

A empresa também está considerando pagar aos usuários as frações de uma moeda para assistir a anúncios, interagir com outros conteúdos ou fazer compras em sua plataforma, semelhante ao trabalho de recompensas dos pontos de fidelidade dos cartões de crédito. Provavelmente, a ação funcionará como um esforço para induzir as pessoas a tentar usar o novo sistema. Os jornais Bloomberg e The New York Times chegaram a revelar, anteriormente, que o Facebook estava desenvolvendo uma moeda digital para permitir a transferência de dinheiro via WhatsApp.

PayPal, mais popular intermediário de transações online, deve ser um dos concorrentes do Project Libra, do Facebook — Foto: (Foto: Divulgação/PayPal) PayPal, mais popular intermediário de transações online, deve ser um dos concorrentes do Project Libra, do Facebook — Foto: (Foto: Divulgação/PayPal)

PayPal, mais popular intermediário de transações online, deve ser um dos concorrentes do Project Libra, do Facebook — Foto: (Foto: Divulgação/PayPal)

Especula-se que a introdução desse novo sistema possa ser uma resposta à crescente preocupação com a privacidade e a segurança dos usuários da rede social, que há anos vem se envolvendo em polêmicas de vazamento de dados. As criptomoedas alegam oferecer anonimato e segurança. Todavia, os riscos, como depósitos mal utilizados, extraviados ou roubados, ainda acendem um alerta.

Mark Zuckerberg escreveu no Facebook, em janeiro do ano passado, que estava “interessado em aprofundar e estudar os aspectos positivos e negativos das tecnologias [criptografia e criptomoeda], e como melhor usá-los em nossos serviços”. Coincidência ou não, o site do empresário, semanas depois, baniu anúncios que promoviam “produtos e serviços financeiros frequentemente associados a práticas promocionais enganosas ou enganosas”, incluindo opções binárias, ofertas iniciais de moedas e criptomoeda.

Qual é a sua rede social favorita? Deixe sua opinião no Fórum do TechTudo.

Facebook: dicas para evitar que curiosos olhem suas informações

Facebook: dicas para evitar que curiosos olhem suas informações

Mais do TechTudo