Por Felipe Vinha, para o TechTudo


A Microsoft anunciou Minecraft Earth, jogo mobile que será lançado para Android e iOS ainda em 2019 e promete ser uma grande aposta com Realidade Aumentada – mesma tecnologia utilizada por Pokémon GO. O game foi revelado primeiro em apresentação exclusiva para a imprensa, onde os primeiros detalhes foram mostrados e explicados, principalmente seu funcionamento inicial e planos para os primeiros meses de lançamento. Confira os detalhes, a seguir:

“Genoa”

De início, Minecraft Earth se chamaria Minecraft Genoa. Este era o nome do projeto, inspirado por “Genova”, cidade italiana onde, supostamente, o explorador Marco Polo nasceu. De acordo com a Microsoft, esta foi justamente a inspiração para a criação do game, que tem exploração como principal funcionalidade e atrativo.

Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft

Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft

Hoje já chamado de Minecraft Earth, o game promete promover exploração entre amigos, usando o mundo real como base, mas mesclando conceitos clássicos do Minecraft original – como, por exemplo, coleta de materiais para construção de casas.

Como funciona?

Em Minecraft Earth o jogador terá um ambiente de mundo real mesclado ao jogo. Estão previstas cinco experiências principais, que funcionarão como alicerce do game: Tappables, que vai te permitir tocar em objetos do mundo real para coletar, por exemplo, madeira; Adventutes, com missões para jogar com amigos; Build Plates, focado na construção; Mobs, as criaturas que serão encontradas no mapa; e Social Sharing, para compartilhar seu nível, missões ou até mesmo localização com outras pessoas.

Contudo, para os primeiros meses de lançamento, Minecraft Earth contará apenas com funcionalidades limitadas, justamente para entender seu funcionamento perante o jogador. Entre as primeiras novidades que o jogo terá estão Adventures, Mobs e Tappables, com previsão de expandir o quanto antes, conforme os meses passam.

Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft

Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft

Tecnologia envolvida

Minecraft Earth pretende “ir além” em termos de jogos de Realidade Aumentada e não se parecer com nenhum que existe atualmente. Isso por conta da combinação de tecnologias que ele usa para gerar seu mundo e jogabilidade: ArKit, ArCore, Open Street Maps, Azure Play e Azure Fab. Apesar dos nomes difíceis, todas são tecnologias muito usadas em projetos avançados de Realidade Aumentada, o que devem garantir experiência realmente diferenciada.

O game terá mais precisão no GPS, por exemplo, com movimentação praticamente sem erros no mundo real. A interação para criar ambientes virtuais também será muito avançada, se aproximando um pouco mais do HoloLens, visor de Realidade Aumentada da Microsoft, mas sem necessariamente precisar do acessório. Claro que, para jogar Minecraft Earth, será preciso ter um celular Android ou iOS compatível com estas tecnologias, em especial o ArKit.

Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft

Minecraft Earth — Foto: Divulgação/Microsoft

Planos futuros

Em Minecraft Earth os jogadores também poderão personalizar seus avatares e compartilhar com amigos. O game permitirá compartilhar conteúdo de maneira ampla, mas a Microsoft não revelou de que maneira, ainda. Haverá sistema de Conquistas, mas internamente – ainda sem confirmação de que o game usará a Xbox Live.

Como todo game mobile, Minecraft Earth deverá ter algum tipo de monetização assim que for lançado, com vendas em uma espécie de loja virtual. Uma fase de testes fechados está prevista para o meio do ano e os convites devem ser liberados em breve.

Mais do TechTudo