Placas

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


As Radeon RX 5700 e RX 5700 XT são as primeiras placas de vídeo da AMD desenvolvidas sob a nova arquitetura RDNA de 7 nanômetros. Os modelos, anunciados nesta terça-feira (11), chegam para disputar mercado com as GeForce RTX 2060 e RTX 2070, da Nvidia, e prometem performance igual ou superior às rivais. Outro produto apresentado pela marca foi o processador Ryzen 9 3950X, com 16 núcleos, 32 threads e até 4,7 GHz de velocidade.

Além disso, a fabricante também lançou uma versão da RX 5700 XT comemorativa pelos seus 50 anos, com maiores clocks para melhor desempenho, e que tem preço oficial de US$ 499, cerca de R$ 1.922 em conversão direta. As outras placas custam US$ 379, algo em torno de R$ 1.463, pela RX 5700, e US$ 449, aproximadamente R$ 1.733, pela versão XT.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Novas Radeon prometem mais performance e preço mais competitivo do que as rivais da Nvidia — Foto: Divulgação/AMD Novas Radeon prometem mais performance e preço mais competitivo do que as rivais da Nvidia — Foto: Divulgação/AMD

Novas Radeon prometem mais performance e preço mais competitivo do que as rivais da Nvidia — Foto: Divulgação/AMD

As primeiras placas RDNA confirmam alguns rumores, mas desmentem outros. Direcionadas ao mercado intermediário, as novas Radeon ficam abaixo da performance da Vega VII, placa de arquitetura mais antiga e que permanece isolada como modelo mais poderoso da fabricante.

Em relação às especificações, a RX 5700 XT chega com 40 unidades computacionais que compreendem 2.560 núcleos de processamento stream. A placa tem 8 GB de memória RAM GDDR6, banda de 448 GB/s entre GPU e RAM e atinge uma performance computacional bruta de 9,75 teraflops (TFLOPS) – 10,14 TFLOPS no caso da edição de aniversário. Poderosa, a placa alcança 225 Watts de TDP e, segundo a fabricante, oferece um design que diminui a emissão de ruído, uma reclamação recorrente entre usuários das GPUs Radeon mais brutas.

A velocidade de processamento da RX 5700 XT fica em 1.605 MHz de clock base e bate os 1.905 MHz de turbo, enquanto a versão aprimorada oferece velocidades de 1.680 MHz e 1.980 MHz. Novidade entre as placas da AMD, o modelo também apresenta o chamado “game clock” de 1.755 MHz (ou 1.830 MHz, na variante mais poderosa). Segundo a marca, essa é a medida de velocidade realmente relevante ao consumidor, já que traduz a performance real estável da placa durante jogos.

Com design mais bem resolvido e limite e 43 dB, AMD promete que novas placas são mais silenciosas — Foto: Divulgação/AMD Com design mais bem resolvido e limite e 43 dB, AMD promete que novas placas são mais silenciosas — Foto: Divulgação/AMD

Com design mais bem resolvido e limite e 43 dB, AMD promete que novas placas são mais silenciosas — Foto: Divulgação/AMD

A RX 5700 é mais simples, trazendo 36 unidades computacionais e 2.304 núcleos stream. A placa opera a velocidades que saem dos 1.465 e batem os 1.725 MHz com o turbo, além de apresentar game clock de 1.625 MHz. A Radeon mais simples tem as mesmas especificações de memória do modelo intermediário, o que permite à GPU uma capacidade bruta de 7,95 TFLOPS. A TDP da RX 5700, por sua vez, fica em 175 watts.

Nada de ray tracing?

AMD fala em performance superior ou equivalente às rivais da Nvidia para as novas Radeon — Foto: Divulgação/AMD AMD fala em performance superior ou equivalente às rivais da Nvidia para as novas Radeon — Foto: Divulgação/AMD

AMD fala em performance superior ou equivalente às rivais da Nvidia para as novas Radeon — Foto: Divulgação/AMD

O novo hardware veio acompanhado de novas tecnologias para games. O Radeon Image Sharpening (RIS), por exemplo, é um conjunto de recursos de processamento para melhorar a definição de imagens em jogos, diminuindo o efeito borrado do upscaling em casos mais extremos.

A técnica não chega à complexidade do DLSS, da Nvidia, mas em contrapartida deve ser mais leve em relação ao processamento. Além disso, o recurso é compatível com jogos já disponíveis, dispensando mais trabalho e readequação dos títulos por parte dos desenvolvedores. Sobre o ray tracing, a AMD afirmou que o processamento nativo só deve mesmo aparecer em uma futura geração das placas Radeon RDNA.

Novo Ryzen 9 3950X

A fabricante também anunciou uma nova opção de terceira geração dos chips Ryzen. A linha foi lançada recentemente, e o chip apresentado durante a E3 chega como opção de alto desempenho voltada para o consumidor final. Dessa forma, o processador deve fazer frente até mesmo aos Threadripper da própria AMD, apresentando suporte a placas-mãe AM4.

Com 16 núcleos, 32 linhas de execução (threads) e clock máximo de 4,7 GHz, o componente tem ainda um total de 72 MB de memória cache e PCle 4.0. O produto está previsto para setembro de 2019, e tem preço oficial de US$ 749, aproximadamente R$ 2.885 em conversão direta, sem impostos. Ainda não há previsão de chegada do produto ao Brasil.

AMD ou Intel: qual escolher? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo