Sistemas operacionais

Por Thássius Veloso — WWDC 2019 em San José (EUA)

Apple desafia Facebook e Google com nova forma de login em apps Apple desafia Facebook e Google com nova forma de login em apps
Reprodução/Apple

A Apple voltou a criticar a abordagem de concorrentes nesta semana ao anunciar uma nova ferramenta para que usuários façam autenticação em aplicativos e sites. O Sign in with Apple – por ora sem nome em português – foi desenhado para concorrer com os populares botões de “Entrar com Google” e “Logar com Facebook” que se espalharam pela internet. Em sua defesa, a empresa da maçã diz que a nova solução preserva a privacidade das pessoas.

A apresentação do recurso aconteceu durante a WWDC 2019, conferência destinada a profissionais que criam apps. Foi explicado que futuros programas para iPhone deverão oferecer este formato de login. As informações da Apple ID, espécie de credencial para serviços da maçã, são utilizadas para a autenticação.

iPhone com iOS13: saiba tudo sobre o novo sistema operacional da Apple

iPhone com iOS13: saiba tudo sobre o novo sistema operacional da Apple

A Apple alega que o processo se torna mais cômodo para o usuário, uma vez que basta tocar num botão para fazer um cadastro ou realizar um login. Representantes da companhia estavam animados em explicar que o dono do iPhone tem a opção de ocultar o próprio e-mail. Em vez de informar que possui o endereço thassius@icloud.com, por exemplo, seria possível criar um e-mail secundário (fcb5836745@privacy.applemail.com) especificamente para registrar a nova conta.

Qualquer mensagem enviada ao endereço secundário chegaria no e-mail principal. O usuário saberá disso, mas o desenvolvedor de apps não terá como checar a informação.

A Apple também incentivou os programadores a adotar o recurso. Disse que nele há sistemas de detecção de fraudes para impedir, por exemplo, que bots se registrem em aplicativos e sites.

Sistema de login da Apple pode esconder e-mail original do usuário — Foto: Reprodução/Apple Sistema de login da Apple pode esconder e-mail original do usuário — Foto: Reprodução/Apple

Sistema de login da Apple pode esconder e-mail original do usuário — Foto: Reprodução/Apple

A tecnologia deve concorrer com ferramentas similares de gigantes do mercado. Não há dúvidas de que Facebook e Google são os principais alvos. Faz alguns anos que a Apple se propõe a ser a empresa para quem busca privacidade. Enquanto isso, os competidores tiram proveito de informações de login para ampliar o leque de dados que registram sobre os usuários, com o objetivo final de oferecer publicidade mais assertiva.

Desenvolvedores serão obrigados a implementar o Sign in with Apple caso ofereçam sistemas similares de terceiros. A exigência não existe caso o aplicativo tenha uma plataforma própria de cadastros – um exemplo seria a Netflix, cuja base de dados não depende de integração com outras companhias.

A imposição causou polêmica entre profissionais do setor. Alguns se disseram incomodados, uma vez que a empresa da maçã impõe até que o próprio botão de login apareça na frente dos concorrentes em telas de futuros aplicativos.

O Sign in with Apple está em fase de testes. Ele deve chegar aos iPhones junto com o iOS 13, próxima versão do sistema para smartphones, também revelado durante a WWDC 2019.

A Apple confirmou que a mesma tecnologia estará presente em celulares Android e computadores com Windows ainda em 2019.

O jornalista viajou a convite da Apple.

macOS Catalina: cinco destaques do novo sistema da Apple para PCs e notebooks

macOS Catalina: cinco destaques do novo sistema da Apple para PCs e notebooks

Mais do TechTudo