Áudio e vídeo

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A Apple confirmou o fim do iTunes durante a WWDC 2019, evento para desenvolvedores da empresa que ocorre entre os dias 3 e 7 de junho, na Califórnia, EUA. A partir do macOS Catalina (10.15), o tradicional app de mídia será encerrado e substituído por aplicativos dedicados para TV, Música e Podcasts no sistema operacional de computadores da Apple. A iniciativa, que segue a lógica que já está em prática no iOS, coloca um ponto final no programa que nasceu há 18 anos como reprodutor e loja de mídia.

Vale lembrar que, na época, o popular software revolucionou a forma em que as pessoas compravam música ao promover o acesso a arquivos MP3 via Internet. O iTunes foi uma peça fundamental na popularização dos antigos iPods, bem como das primeiras gerações do iPhone. Nas linhas a seguir, entenda o que muda com o fim do aplicativo.

Aplicativos TV, Música e Podcasts substituem o iTunes com interfaces mais limpas — Foto: Divulgação/Apple

O encerramento do iTunes também significa mudanças na maneira em que o usuário sincroniza seu iPhone, iPod ou iPad com o computador. A partir do novo macOS, o processo de sincronização com os dispositivos será integrada ao sistema por meio do Finder.

Os novos aplicativos que substituem o iTunes são mais focados em tarefas individuais e apresentam interfaces modernas. O reprodutor de músicas, por exemplo, terá capacidade de analisar o que o usuário consome para indicar novas faixas e artistas. O app Podcasts também conta com ferramenta similar, com a possibilidade de sugerir ao ouvinte outros conteúdos com base naquilo que ele já escuta.

Fim do iTunes: Apple anuncia separação do app em Música, Podcasts e TV — Foto: Divulgação/Apple

O aplicativo de TV é a plataforma da Apple para os serviços de streaming disponíveis no iOS e no tvOS das Apple TV. Mais que um simples reprodutor de vídeo, o app será a interface oficial para os serviços de streaming, com direito à material de canais como o Showtime e HBO, além de conteúdo exclusivo da Apple, como a série For All Manking, que também foi anunciada durante a WWDC. O aplicativo suporta vídeo em 4K com HDR e é compatível com o Dolby Atmos.

A Apple também afirma que os novos aplicativos terão uma ferramenta de buscas inteligente. Com base em aprendizado de máquina, os apps criam uma hierarquia de resultados mais condizente com o perfil do usuário.

iOS13 no iPhone: saiba tudo sobre o novo sistema da Apple

iOS13 no iPhone: saiba tudo sobre o novo sistema da Apple

iPhone 8 vale a pena? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo